Descubra o poder dos vídeos nas compras online

ANÚNCIO

Na hora de vender online, o que seria o ideal para você? Que o seu cliente soubesse quem é você, os motivos pelos quais os seus produtos valem a pena e fizesse a compra. Não é isso? No entanto, não é isso que acontece. A boa notícia é que os vídeos nas compras online ajudam.

É claro que o simples fato de fazer um ótimo vídeo no Instagram não vai fazer com que você faça vendas a cada minuto. No entanto, essa é uma das estratégias de marketing digital que, quando bem-feitas, pode fazer surgir ótimos resultados.

ANÚNCIO

Por isso, o artigo de hoje é para falar justamente dessa estratégia e do poder que ela tem. Com certeza, se você tem um e-commerce ou uma loja virtual vai querer saber disso – afinal, quem é que não quer aumentar as vendas gastando pouco nas campanhas, né?

As jornadas do cliente

Você já ouviu falar das jornadas dos clientes, né? Em resumo é aquela escada que mostra que ele vai conhecer o seu produto, conhecer você, ver a necessidade de compra, o valor do produto e os degraus da escada vão subindo até ele finalizar a compra.

Bom, o fato é que se aquele mundo ideal, que citamos acima, existisse, com certeza, essa jornada de vendas não faria sentido. Mas, como já adiantamos, esse mundo ideal não existe e, com isso, essa jornada é tão importante.

ANÚNCIO

E onde queremos chegar com esse assunto todo? O fato é que hoje em dia, considerando essa jornada, temos visto também uma ascensão das mídias sociais. E isso transformou a interação entre as marcas e os clientes. O resultado: a jornada de compra do cliente é um ciclo.

E tem mais: atualmente, os vídeos não só fazem parte desse ciclo como passaram a ter um papel importante nessas estratégias. Agora, você começou a entender a relação do vídeo com a jornada do cliente, né? Então, vamos continuar.

A plataforma do Youtube

Hoje em dia é muito complicado falar em anúncios em vídeo na internet sem falar também do Youtube.

Ah, se você gosta de história, aí vai uma: em 2005 foi registrado o domínio Youtube.com. E pouco menos de 1 ano depois começaram a surgir os primeiros anúncios online. Obviamente, eles eram um pouco diferentes do que conhecemos hoje.

Na época, esses anúncios eram banners que apareciam na página do site – aquele tipo bem antigão mesmo. Mas, menos de 1 ano depois, uma novidade: foi quando apareceram os anúncios dentro do vídeo – o que é muito mais parecido com o que temos hoje.

Desde então o Youtube cresceu e hoje se tornou o 2º site mais acessado do mundo. Ao passo que 60% das pessoas já preferem plataformas de vídeo online do que assistir TV ao vivo.

Curiosamente, saiba que O Youtube não ficou sozinho nessa avalanche de tecnologia, informações e dados. Tanto é que hoje temos uma série de plataformas de vídeo que funcionam muito bem. Por exemplo, o Vimeo e a IGTV, do Instagram.

Os vídeos como fontes de pesquisas

O próximo tema que trouxemos aqui para quem quer entender a importância dos vídeos nas compras online é falar do paywall, que anda mais é do que aqueles anúncios curtos que devem ser assistidos para que o usuário possa acessar o seu conteúdo (vídeo).

Ah, e tem uma pesquisa legal de ser citada aqui. Com base em dados do Google, 80% das pessoas deixam de lado a pesquisa tradicional e vão para os vídeos quando estão procurando algo para comprar. É a famosa pesquisa de preços.

Tanto é que entre os termos mais buscados e que mais fazem sucesso nos canais de vídeos são: “tutoriais”, “unboxing”, “influenciadores”, etc. Mas, o que isso quer dizer? Que o vídeo acaba sendo um meio dos mais usados por quem quer saber mais sobre um produto.

Como investir em vídeos?

Atualmente, temos a criação de awareness. Sabe o que é isso? Uma forma de criar conteúdo em vídeos. Sendo que esse conteúdo será informativo e de baixo comprometimento. Logo, é projetado com o cliente ideal em mente – ou seja, totalmente focado no cliente.

Assim sendo, uma das maneiras de fazer isso é criar conteúdo interessante e relevante, elaborado com base nos seus interesses compartilhados. Aliás ter um conteúdo de qualidade vai ser sempre o primeiro passo para criar um conteúdo de sucesso.

A partir disso, considere que é preciso considerar que o formato dos vídeos vem passando por uma transformação. Então, também vale a pena estudar isso, ok?

Por exemplo, vamos lá: 93% dos vídeos do Twitter são vistos em dispositivos móveis e 85% desses vídeos são visualizados sem som. Por isso, muito se fala, atualmente, em vídeos verticais, mais curtos e que podem ser compreendidos mesmo sem o áudio.

Entendendo a divulgação dos vídeos

Um dos últimos passos para entender os vídeos nas compras online e o poder que isso tem é analisar os anúncios. Então, se você está pensando em anúncios em vídeo apenas em internet e TV, saiba que o tema vai além disso.

Atualmente, dá para pensar em mídia programática, que são aquelas que ficam dentro de elevadores. Inclusive, há regiões onde esses vídeos também são exibidos em táxis.

No resultado final, saiba que ganha com isso o anunciante que pode pagar por CPM (custo por mil impressões). Se você não entendeu isso, a gente explica. Ou seja, ele paga pelo volume de entrega e ganha o seu retorno através da segmentação do público.

vídeos nas compras online

Além de tudo isso, saiba que mídia programática também está na televisão. Tanto é que hoje em dia dá para ativar anúncios em TVs conectadas e TV aberta – mesmo durante um programa, o que não acontecia há alguns anos.

Por onde começar?

Agora sim, para terminar o conteúdo, saiba que se você tem dúvidas de por onde começar, o seu melhor início pode ser por analisar a criação dos vídeos. Resumidamente, eles devem ser inspiradores, de opinião, sobre tópicos, ensinando algo, com instruções, dicas, etc.

Isso porque o conteúdo de vídeo pode ajudar a fortalecer seu relacionamento com clientes, além de aumentar as taxas de retenção. Sem contar que também é uma maneira poderosa de melhorar o funil de compras e aumentar as taxas de conversão.

ANÚNCIO