Vida de nômade digital: por que você deveria largar o seu emprego tradicional

Ter uma vida de nômade digital é algo complexo de definir, mas muito simples de explicar: é você ter liberdade em todos os sentidos para trabalhar e ao mesmo tempo conseguir aproveitar os melhores momentos da sua vida.

Achou difícil entender isso?

Imagine que você pudesse trabalhar e ganhar a sua renda mensal sem ter que acordar todos os dias no mesmo horário ou sem ter que dar explicação para o seu chefe no dia em que o trânsito estava caótico.

Isso seria bom para você? Então, bem vindo à vida de nômade digital – e é sobre tudo isso que vamos falar no decorrer deste conteúdo, portanto, se você quer ter mais qualidade na sua vida, leia até o fim.

Nômade Digital X Emprego Tradicional

A nossa ideia não é a de que você fique com raiva dos empregos tradicionais, mesmo porque essa é a situação da maior parte das pessoas em todo o mundo.

Por outro lado, queremos que você entenda como é a vida de nômade digital a partir da comparação com quem tem um emprego tradicional em qualquer área de trabalho.

Bom, com o surgimento e advento das tecnologias, novas formas de trabalho foram surgindo e ser um nômade digital é uma delas. Isso quer dizer que é algo fora do comum, longe do emprego tradicional.

A 1ª grande diferença é que você não precisa seguir as regras do mercado e sim as suas regras. Quando se é um nômade digital, você trabalha por resultados e não necessariamente por tempo de trabalho.

Se você precisa entregar um trabalho e faz isso em 30 minutos, então, para que você vai ficar preso no escritório por mais 7 horas e 30 minutos?

Aliás, se você entrega um trabalho que é muito bom e gera resultados para o seu contratante, nada mais justo do que você conseguir melhorar o preço dos seus serviços também, né?

Essa é apenas uma liberdade de ser um nômade digital – a meritocracia, sendo que você ganha conforme o seu trabalho, o seu esforço, a sua qualidade, a sua atuação.

No emprego tradicional você ganha conforme as suas horas trabalhadas.

Estar onde quiser, quando quiser, a hora que quiser

Outra diferença que não podemos deixar de falar é sobre você pode estar onde quiser.

Considerando que você não tenha que estar dentro de 4 paredes, bater ponto, fazer horário de almoço ou algo do tipo, então, você cria seus próprios programas, roteiros, cotidiano.

Você pode viajar o mundo e manter o seu trabalho – isso faz parte da vida de nômade digital.

E o mais interessante é que existem diversas carreiras podem ser praticadas por um nômade digital que atua a longas distâncias, com encontros praticados via tecnologias digitais.

Nômade Digital – Profissões

Você pode ser um produtor de conteúdo. O que viria a ser isso? Basicamente, escrever.

Mas, logicamente, escrever não é tão simples quanto parece porque você teria que ter técnicas, fazer cursos e aprender como escrever na internet para ter bons resultados.

Um produtor de conteúdo pode escrever livros digitais ou matérias para conseguir um bom posicionamento no Google. Assim como pode escrever textos institucionais ou chamadas para uma campanha no Facebook.

São várias funções que podem ser feitas por um produtor de conteúdo para internet.

Recentemente até fizemos um texto sobre “como criar conteúdo de qualidade em pouco tempo em 7 passos” – se você tiver interesse nesse assunto, pode ler daqui a pouco, clicando aqui.

E apenas produzindo conteúdos, você pode ganhar dinheiro online de diversas maneiras: lucrando pelos cliques, por ter um público fiel, prestando serviço de conteudista, criando materiais publicitários, entre outras opções.

E por que ter uma vida de nômade digital é possível sendo um conteudista? Porque você só precisa de um computador com acesso a internet [e muito conhecimento] para vender seus serviços online.

Daí que você pode trabalhar de qualquer lugar do mundo e ganhar dinheiro na internet.

Ah, e aqui falamos apenas de 1 única profissão de nômade digital, sendo que existem muitas outras, como a fotografia, designer gráfico, web designer, publicitário, desenvolvedor de programas, entre outros.

Se você quer começar a ter uma vida de nômade digital, mas não sabe em qual profissão investir para isso, leia essas 3 recomendações que temos aqui, que foram publicadas recentemente sobre esse mesmo tema:

Vida de nômade digital

Nômade digital: seja organizado e responsável

Ah, muito mais do que saber por que ser um nômade digital, você também deveria considerar pensar sobre como ser um nômade digital.

E acredite: é mais fácil do que você imagina.

Uma coisa importante é ser organizado e ter responsabilidade. Como você não vai ter “patrão”, então, é você mesmo que dita as suas próprias regras – e lembre-se de entregar os seus melhores resultados sempre!

Alguém que não considera entregar o trabalho na sua melhor forma, dificilmente vai conseguir se dar bem nessa profissão – e para isso é preciso organização.

No caso da criação de conteúdo, você vai ter que se planejar em como vai criar o conteúdo, com quais referências, com qual estruturas, de qual tamanho, com quais palavras-chaves…

Isso tudo faz parte da organização.

Já a responsabilidade é você entregar no prazo, com qualidade e seguindo o que foi combinado. Porque se você não fizer isso, vai ficar com pouco trabalho ainda que o mercado seja um dos maiores do mundo.

Ah, tem outra coisa importante aqui: lembre-se, um nômade digital tem de dar conta da pessoa mais importante do mundo:

– Ele mesmo!

Ele tem de comer, se vestir, ter onde dormir, onde ter acesso a internet, afinal, ele precisa ganhar dinheiro online.

Para largar um emprego tradicional e investir neste estilo de vida, você precisa ser uma pessoa organizada. Precisa entregar os trabalhos com qualidade e dentro dos prazos.

Tenha em mente que esses trabalhos devem ser mantidos, e a melhor forma de mantê-los é fazer jus o motivo que o levou a ser contratado.

Da redação

Add Comment