Tipos de métricas-chave para negócios – 4 métricas de conversão e 4 métricas de receita

ANÚNCIO

Atualmente, considerar as principais métricas de um e-commerce ou de qualquer negócio digital não é das tarefas mais simples, apesar de ser das mais importantes. Sendo assim, vamos considerar os 2 tipos de métricas-chave para negócios mais usados hoje em dia.

A ideia é simples: conseguir mensurar os resultados. Afinal de contas, ao usar as ferramentas certas, a gente pode chegar nesse objetivo. E mesmo que haja muitas informações disponíveis, sempre há de se pensar naquelas principais, nas mais importantes.

ANÚNCIO

Bom, deixando um pouco a teoria de lado, vamos focar em descobrir o que pode gerar mais receita ou mais conversão, que são itens imprescindíveis para o marketing digital das empresas. Abaixo, vamos explicar mais dos conceitos e com exemplos. Bora lá?

As métricas de conversão

Assim, vamos começar falando as métricas de conversão. Bom, primeiro, por que é interessante otimizar a conversão de leads? Obviamente porque fica clara que quando há uma qualidade na conversão, também se aumenta a receita do negócio.

Então, é uma ligação direta entre conversão e receita, ok? O próximo ponto a ser pensado é sobre saber que existem inúmeras razões pelas quais as páginas podem não converter os leads. Resumo da ópera: investir em melhorias da conversão é importante.

ANÚNCIO

Então, vamos aos tipos de métricas-chave para negócios de conversão.

1 – O número de leads

De fato, o número de leads é importante. Na prática, ele vai representar a quantidade de leads gerados. Assim, essa métrica é como medir o desempenho ao longo do tempo da quantidade de leads. O que se espera é que o tráfego cresça ao longo do tempo.

2 – O custo por lead

A métrica número 2 é sobre o custo por lead, ou CPL. Assim, a ideia é saber a qualidade dos leads e não mais a quantidade. Logo, isso tem um custo. E o que se espera é que esse custo fique abaixo do custo de aquisição de um novo cliente.

3 – O número de usuários

O número de usuários é diferente do número de leads, ok? Aqui, pode ser que você tenha milhares de pessoas que vão converter as suas páginas. Porém, esse número tem qual relação com a quantidade de usuários que navegam no seu site ou loja? Essa é a resposta.

4 – A taxa de conversão de leads

Sem dúvidas, esse é um dos tipos de métricas-chave para negócios mais importantes. Nesse caso, o foco é saber quantos leads estão se tornando leads qualificados. Isso se refere a jornada de compra e a ideia é ver quantos saíram do início e estão no topo agora.

As métricas de receita

Agora, vamos para a segunda parte desse conteúdo, que é sobre as métricas focadas em receita e não, inicialmente, em conversão. O que você precisa considerar é que essas métricas devem ser vistas juntas com as da conversão.

Métricas da Vaidade – saiba tudo sobre essa armadilha do marketing digital

Assim, o objetivo dela é ver como o usuário está indo até a compra ou por que não está indo até a compra. Os conceitos são bem parecidos com os que falamos acima, mas mudam-se os parâmetros, obviamente.

1 – O custo de aquisição

A primeira dica nesse caso é considerar o custo de aquisição do cliente. Afinal, toda estratégia de marketing digital tem custos. Aliás, esses custos podem ser financeiros ou em tempo, também. Assim, é preciso calcular a média de quanto custa o novo cliente.

2 – O Lifetime Value

O Lifetime Value ou LTV é a média da receita gerada pelo cliente durante o seu ciclo de vida. Ou seja, desde a primeira etapa da jornada do cliente até a compra, e considerando o valor da compra, qual é a média? Essa é a reposta.

3 – O número de clientes

Você entende a questão do funil de vendas, não entende? Então, saiba que é provável que você tenha mais leads do que clientes. Isso é normal, natural. Sendo assim, essa métrica aqui quer saber sobre as conversões de leads em clientes. Isso se alinha a sua receita?

4 – Lucro

Por fim, temos um último dos tipos de métricas-chave para negócios focados em receita, que é o lucro. Com certeza, um dos mais importantes também. Saiba que ele visa a otimização das conversões e quer saber como ela impacta no lucro. Lucros negativos são prejuízos, ok?

Como ter resultados confiáveis

Para terminar esse artigo, a gente considerou aqui um tópico bônus para explicar o que você tem que considerar para analisar os resultados de forma mais assertiva e confiável. Basicamente, temos que pensar em 3 pontos.

Tipos de métricas-chave para negócios

O primeiro é a configuração de todas as etapas da conversão. E, para isso, dá até para usar softwares. O próximo ponto é olhar para a métricas mais importantes, como essas que citamos acima, sendo de receita e conversão. Por fim, a análise correta dos resultados.

Saiba quais são as 5 métricas da verdade de um e-commerce

Nesse último caso, saiba que é essa análise que vai determinar os seus próximos investimentos. Ela influencia totalmente a tomada de decisão do empreendedor digital. por isso, é imprescindível conseguir fazer análises eficientes.

ANÚNCIO