10 tendências do e-commerce para os próximos anos no Brasil

O que temos neste conteúdo é uma lista com várias tendências do e-commerce para os próximos anos no Brasil considerando tudo que tem gerado resultados épicos no marketing digital.

Os tópicos que seguem abaixo foram baseados em pesquisas e estudos sobre o comportamento dos consumidores brasileiros, que foi mudando ao longo do tempo.

Além de ter crescido em números, o consumo dos brasileiros está mais exigente, ao passo que atualmente as pessoas pesquisam muito antes de comprar.

Então, se você atua no e-commerce já deve saber que para estar na frente dos seus concorrentes e conseguir vender mais vai precisar de diferenciais…

– Afinal, por que alguém compraria o seu produto mesmo?

Dessa forma, buscamos em várias fontes alguns pontos importantes que vão servir de interesse para todos que têm e-commerce e querem estar a frente do seu tempo – ou no mínimo, junto com o seu tempo.

Essas tendências do e-commerce para os próximos anos no Brasil já estão acontecendo e não valem apenas para 2018, mas também para 2019, 2020…

Isso sem falar ainda na crise financeira-econômica do Brasil, que parece estar ficando cada vez mais para trás e que mesmo assim fez o e-commerce sobreviver de forma muito assertiva.

– Esse é um mercado que nunca parou, nem mesmo na crise!

E se estamos falando retomada, o que o setor sugere é algo nunca antes visto, com números expressivos, vendas e lucros que podem te ajudar a alavancar de vez o seu negócio!

Em 2015 o e-commerce cresce 20% ao ano… Para 2018 e 2019, os números devem ser bem maiores do que esse – apenas para você ter uma noção!

Enfim, preparados para ver essas tendências do e-commerce para os próximos anos no Brasil?

1 – Mobile

O mobile é algo que está cada vez mais presente na vida das pessoas, dos consumidores, dos brasileiros.

Então, ele não é apenas uma tendência de mercado, mas sim uma realidade de mercado – totalmente necessária para quem quer vender mais.

A cada ano que passa, o percentual de compras feitas pelo smartphone aumenta consideravelmente em relação as compras feitas pelo computador.

Logicamente, em 2018 isso não será diferente.

Estima-se que, de uma forma geral, as compras feitas pelo celular devem representar mais de 80% de todas as compras feitas online nos próximos anos.

Assim sendo, quem tem não investe no mobile corre grandes e sérios riscos de ficar de fora de um mercado tão promissor quanto esse!

O que se cobra das empresas e dos e-commerces e que tenham sites responsivos, isto é: que se adequem ao uso do smartphone.

Afinal, se o consumidor abrir uma página de vendas sua no celular e ver que aquilo está tudo “bagunçado” ou “desconfigurado” você tem grandes chances de perder a venda!

Parece óbvio, mas muitas lojas online não levam isto à sério como deveriam.

Então, se você ainda não tem isso, anote aí agora mesmo: template responsivo ou template exclusivo para quem for acessar suas páginas pelo smartphone!

Isto é fundamental e por isso está no item 1 da nossa lista de tendências do e-commerce para os próximos anos no Brasil.

2 – Marketplace

Se você não sabe, aí está: marketplace é um portal voltado para a venda online, para o e-commerce!

Então, podemos até traduzir como sendo um shopping virtual com acessos diretos para os consumidores.

E para quem compra, a visualização e forma de compra são idênticas as de uma loja virtual, sendo, no entanto, totalmente possível comprar de vários vendedores em um único site!

Bom, em poucas palavras, o que você precisa saber é que essa é outra coisa que está entre as tendências do e-commerce para os próximos anos no Brasil.

Mas, por quê?

Porque o conceito continua a todo vapor no mercado brasileiro.

Para quem vai vender, por exemplo, as vantagens são: a visibilidade, os custos reduzidos, os retornos aumentados, o aumento nas vendas e a diversidade do público, entre outras!

3 – Remarketing

Outra palavra que é nova – mas, não deveria.

O remarketing é uma ferramenta do Google Adwords que faz a marcação dos usuários que já visitaram o seu site!

Ah, sacou por que isso vai te ajudar a vender mais?

Isso tem tudo a ver com o relacionamento entre a empresa e o cliente!

Também podemos falar de fidelização, não é mesmo?

E é cada vez mais importante porque hoje em dia não adianta apenas vender e entregar!

Esquece isso!

A ideia é gerar valor e construir conteúdo para gerar relacionamento com esses clientes que daqui a alguns dias vão comprar novamente!

Essa ideia bem geral parte do remarketing!

Isso tem sido considerado cada vez mais importante.

E nos dias de hoje se tornou algo imprescindível para você que quer vender novamente para os seus clientes.

Agora, preste muita atenção!

Assim como você tem que fazer isso com os clientes velhos, você também tem que estar pronto para novos clientes!

O ideal é você reaproveitar aquele tráfego que está vindo para o teu site, mas que por enquanto não estão comprando.

Então, foque em aproveitar esse tráfego para poder aumentar as suas conversões!

4 – Amazon

Outra das tendências do e-commerce para os próximos anos no Brasil que é forte e que vai impactar o nosso mercado é a o aumento de participação da Amazon no mercado brasileiro!

A amazon entrou no Brasil de vez mesmo.

E adivinha como? Através de marketplace!

E a partir de então foi só aumentando a participação dela em algumas categorias.

E o que se espera é que ela continue se consolidando a partir dessa entrada no Brasil.

Com isso, ela vai ampliar a lista de categorias.

Como? Ela vai categorizar os principais vendedores.

E ela vai começar a fazer publicidade também.

Coisa que a gente ainda não vê por enquanto, né.

Pode ter certeza que isso nós vamos fazer aqui no Brasil!

Então, é um ano que vai ser marcante pela consolidação da Amazon no mercado brasileiro.

E o impacto que o nosso mercado vai causar na Amazon, qual será?

Isso é o que vai dar o direcionamento para nós nos próximos passos da Amazon aqui no Brasil.

Aqui vale pensar sobre qual o volume que isso vai proporcionar – tanto da Amazon no mercado quanto do mercado na Amazon!

O que se sabe é que ela irá, com certeza, fazer investimentos cada vez maiores para os anos futuros.

tendências do e-commerce para os próximos anos no Brasil

5 – Regionalização

A Regionalização outra tendência forte!

As pessoas estão começando a priorizar as compras que são feitas em locais mais próximos – para poder facilitar a entrega e baratear o frete!

Então, se você está na região norte no nordeste e no centro-oeste… Isso pode começar a fazer toda a diferença no impacto das suas vendas.

A regionalização é forte!

Comece a concentrar esforços em vender mais na sua região – essa é a dica!

E também em tentar impactar mais os clientes na sua região do que o restante do Brasil.

A gente nem precisa falar muito sobre os custos do frete, das entregas, do transporte, não é mesmo?

Não é incomum que o frente custe mais do que o produto – você já lidou com essa situação?

Então, uma tendência é a regionalização.

Um dos pensamentos que você pode ter é sobre ter várias filias em vários estados espalhados, por exemplo.

6 – Site

Já falamos do mobile, né.

Agora, o foco é o site.

Isso aí vai ser muito, mas muito mesmo, importante daqui para frente!

Isso quer dizer que o seu site tem que ser bom, muito bom!

E um site bom é um site leve, que abre fácil, que não demora a carregar e que tem um visual bonito de se ver!

Isso aí tem a ver com as novas pesquisas, que mostram que a maior parte das pessoas, hoje em dia, quer comprar através do smartphone.

Então, tem que ser um site que carregue fácil, tanto na internet fixa quanto na internet móvel, no 3G ou no 4G, por exemplo!

Inclusive, se você investir em templates leves e com funcionalidades leves, você estará no caminho certo.

Isso porque o seu site vende também.

Ah, aqui tem até um detalhe bem legal: sabia que nos Estados Unidos é muito comum a compra sem cadastro?

Comprar sem fazer o cadastro! Isso mesmo.

E vai dizer que não é bom se alguém pudesse comprar sem precisar ficar digitando o login e a senha? Parece bom, né.

Então, pode ser que seja mais uma das tendências para este ano.

Até mesmo porque a ideia é facilitar a vida do cliente!

O cliente que já se comprometeu a entrar no site no passado, por exemplo.

7 – Programas de Pontuação

Essa é muito mais uma promessa do que uma tendência!

E continue desde 2016, quando o assunto surgiu a tona.

Agora, estamos perto de falar que chegou o momento.

E o assunto da vez para os consumidores são os programas de pontuação.

A questão não é sobre cada loja ter o seu programa de pontuação, mas sobre o cenário onde exista programas para várias marcas.

Então, se você conseguir incluir a sua marca vai poder beneficiar o seu cliente.

E fazer com que os pontos acabem se transformando em benefícios.

É como se o dinheiro fosse usado para outras compras ou que desse para trocar por outras coisas gerais.

Enfim, isto é uma maneira de implementar os vários programas de pontuação no e-commerce.

8 – Robôs

Com certeza vai ser o ano dos robôs.

E são robôs que automatizam!

Logo, o atendimento passa a ser automatizado, por exemplo.

Passando pelo rastreamento da entrega, também.

Quer exemplos reais e verdadeiros?

O robô do Messenger, no Facebook!

Como escrever frases para divulgar um produto no Facebook?

Esse é um bom começo para você!

Porque é um investimento baixo e você consegue automatizar o processo de atendimento até o processo de vendas.

Acredite: essa é outra das tendências do e-commerce para os próximos anos no Brasil e que vai dominar o mercado!

Pense logo em investir em ferramentas que automatizam os processos!

A ideia é a de automatizar a jornada dos seus clientes através dos vários canais de comunicação, como o e-mail, por exemplo!

9 – Otimização de Valor

A otimização do valor do cliente!

O fato é que o tráfego está cada vez mais caro.

Portanto, adquirir um cliente está cada vez mais caro também.

Então, daqui para frente quem não investir em otimização do valor do cliente, vai acabar perdendo mercado.

Ou seja, fazer uma jornada para o cliente comprar várias vezes seguidas e conseguintes.

O fato é que você vai poder ganhar do seu cliente várias vezes, ao longo de um tempo, como 2 anos.

Esse é o caminho!

Se você ainda não conseguiu fazer isso comece a estudar sobre a otimização do valor do cliente agora mesmo.

Isso vai fazer muita diferença no seu negócio.

E, com certeza, vai ser um grande diferencial de mercado.

10 – Exportação

Isso tem a ver com o tempo em que a gente está utilizando o percentual na parte de venda do mercado de e-commerce que sai do Brasil.

Ou seja, o que sai do Brasil são as vendas para o exterior – a exportação.

As exportações no seu e-commerce.

A Apex Brasil iniciou um programa de exportação através do e-commerce.

Então, essa ideia vem com força total nos próximos anos!

Portanto, se você é um fabricante de produtos pode ter uma grande oportunidade!

Da redação

Add Comment