Saiba como escolher a melhor tecnologia na gestão financeira da sua empresa

O mercado segue tendências. Independente do mercado que estamos falando. Por exemplo, dentro de uma empresa, temos o mercado financeiro. E sim, ele segue tendências. Logo, abaixo, a gente vai falar sobre a tecnologia na gestão financeira de uma empresa.

Sendo assim, considere que uma coisa não muda, independentemente do setor, as plataformas digitais estão rompendo com os modelos de negócio mais tradicionais. Ao passo que isso pode ser usado de forma positiva pelos empreendedores.

A prova disso está na forma de distribuir filmes e músicas ou de acessar o transporte público e até mesmo de alugar imóvel ou em como nos locomovemos pelas grandes cidades. E essas são só algumas das situações que se modernizaram – se é que você nos entende.

A tecnologia na gestão financeira

Para falar especifica das mudanças as áreas financeiras, a gente foi atrás da opinião de quem entende do assunto. Um deles é o João Pedro Mano. Veja o que ele falou sobre esse assunto:

“Com as finanças da empresa não poderia ser diferente. Logo, todas as atividades rotineiras e manuais vêm sendo substituídas pelas plataformas que automatizam o processo (parcial ou integralmente). Assim entregam resultados mais rapidamente e é mais barato”.

PROPAGANDA

Para Mano, com o uso mais frequente das plataformas digitais, as empresas podem se concentrar mais na análise dos números. Mas, por que isso seria bom? “Por que assim elas podem definir estratégias para melhorar a performance”, diz o especialista.

De modo simples, saiba que empreendedor precisa fazer com que os números contábeis que ele teve no último período reflitam a realidade da sua empresa hoje. Somente assim conseguirá gerenciar melhor o seu projeto e identificar as oportunidades de melhoria.

As plataformas!

Um próximo passo para entender qual é a influência da tecnologia na gestão financeira das empresas de todos os portes é saber sobre quais plataformas estamos falando. Então, saiba que existem várias e cada uma delas têm as suas características.

Por exemplo, elas podem ser apenas um suporte ou estarem em todo processo de fabricação de um produto, por exemplo, inclusive, na parte de análise. O que não muda é que elas focam na automatização dos números, dos dados, dos resultados.

Assim sendo, a lembrança vem de nomes como Nibro, Conta Azul e Omie – que estão entre as principais plataformas de gestão financeira de hoje em dia. Sem contar que há outros programas que funcionam mais como sistemas financeiros integrados.

Ou seja, eles servem primeiramente para os pagamentos, os recebimentos e a emissão de notas fiscais. Mas, depois, acaba sendo útil também para a organização das informações – o que vai auxiliar o trabalho do contador.

O co-founder da Accountfy comenta isso: “Com essas informações, a contabilidade faz o processamento e gera o balancete contábil, além de conectar as informações, o que acaba sendo usado nas projeções futuras, no novo orçamento e nos indicadores de desempenho”.

Como escolher a melhor plataforma?

Seguindo as etapas desse conteúdo, primeiro você viu como a tecnologia na gestão financeira atua e depois vimos alguns exemplos dessas ferramentas. Agora, nesse tópico, vamos citar algumas dicas para quem quer escolher um desses programas.

Então, primeiro você tem que conhecer bem o seu negócio para saber quais são as suas necessidades reais. A partir disso, você vai buscar os serviços oferecidos pela plataforma – que devem suprir a sua demanda. Como fazer isso? Avalie a reputação dele e os comentários.

Assim sendo, também é importante que você se lembre que a ferramenta fará a gestão do dinheiro e, por isso, ela deve estar devidamente legalizada no órgão oficial da cidade, da classe, do governo ou qualquer outro.

Por fim, vem a análise dos critérios de segurança da informação que essa plataforma que você está interessado possui. Como os especialistas dizem, isso tem que estar relacionado diretamente com o armazenamento de dados e garantias contra hackers.

Sobre a segurança!

E já que falamos da segurança de tais plataformas, vale citar aqui mais uma dica, que é preferir um armazenamento em nuvem. Além de se assegurar de que só terão acesso às informações pessoas autorizadas, com base nas funções delas.

Por último, vem aquela dica de analisar também as linhas pequenas para ter certeza de que essas pessoas só podem utilizar seus dados até o certo ponto.

Leia também: o gerenciamento do negócio

Você sabe que a contabilidade é importante em toda empresa. Por isso, uma boa ideia é entender sobre o “custo-Brasil”. Ele está relacionado à burocratização dos processos dessa área e contribuiu na rapidez para entregar ao Governo as obrigações legais.

Não fazer isso ou não considerar isso desde o início é um erro muito comum para qualquer tamanho de empresa. No caso do pequeno e médio empreendedor isso é ainda mais grave. Afinal, ele precisa conhecer a importância das questões contábeis.

tecnologia na gestão financeira

Afinal, elas são a melhor fonte de informação que ele pode obter para gerenciar o seu negócio. E isso vai além de estar em dia com as obrigações. Sendo que também é algo importância para a saúde financeira do negócio.

O que poucos fazem, mas todos deveriam, por exemplo, é cobrar do contador mensalmente a entrega do balancete em tempo hábil para que análises sejam feitas a partir disso.

Em resumo, a busca pelas ferramentas digitais que auxiliam na organização e na entrada das informações acabam resultando na busca pelas melhores soluções que possibilitam a análise rápida de toda a contabilidade. Por fim, isso é um verdadeiro guia para direcionar o negócio.

PROPAGANDA