SEO para aparelhos móveis – o que é preciso saber hoje em dia?

O acesso à internet tem a cada ano migrado mais e mais para os dispositivos móveis, tanto é que o acesso por esses dispositivos ultrapassou no ano de 2016 o número de acessos por computadores tradicionais.

Agora, estima-se que no Brasil o número de smartphones já seja maior do que o número de pessoas.

Por esse motivo, os principais motores de busca da internet criaram índices diferenciados para a classificação de páginas nos dispositivos moveis, analisando coisas especificas e necessárias para a navegação em dispositivos moveis.

Os dispositivos móveis e o que não mudou!

A navegação nesses dispositivos tem especificidades próprias devido as características próprias deles, como a capacidade de processamento, armazenamento, tamanho de tela, fazendo assim que as paginas tenham que se adaptar ao dispositivo.

Coisas básicas do SEO continuam valendo quando se trata de dispositivos moveis como a utilização de tags, nos títulos, descrições e palavras chaves dos conteúdos disponíveis em nossa página.

A necessidade de conteúdo de qualidade também se mantém, afinal o usuário está buscando informações em seu site e a qualidade do que passamos é importante para manter o usuário por mais tempo na pagina e faze-lo voltar para novas visitas.

A utilização de palavra chaves corretamente é essencial, muitas vezes as pessoas buscam informações muito bem segmentadas enquanto realizam buscas em seu telefone, assim quando melhor o buscador conseguir segmentar seu conteúdo e indicar com precisão para os usuários corretos melhor.

A estrutura da página com menus se comunicando corretamente e links simples e ativos também é essencial para o SEO em telefones celulares e computadores.

Afinal, ninguém quer entrar em um site e quando clicar em um menu ser levado para uma página que não existe ou não é aquela que estava indicado.

Praticamente todas as preocupações de um SEO para dispositivos tradicionais se mantém quando falamos do SEO para mobile e algumas características temos que dar atenção especial para não perder visitantes que utilizam destes dispositivos.

Os dispositivos móveis e as mudanças!

A primeira preocupação, e mais básica de todas, é a compatibilidade de sua página com os dispositivos móveis, uma vez que pelo fato de terem telas menores os sites devem tomar o cuidado de adaptar seu conteúdo para que o usuário consiga navegar sem preocupações.

Existem, basicamente, 2 maneiras de trabalhar esse problema.

A primeira é a utilização de uma página que se adapta integralmente ao tamanho de tela do disponível que a está acessando.

A segunda é a criação de uma segunda página específica para os dispositivos moveis, com layout que se adeque ao tamanho e formato padrão de tela destes aparelhos e muitas vezes com conteúdo mais simplificado.

Para o primeiro caso é utilizada a técnica de Design Responsivo, onde se utiliza de um único endereço para a página, ou seja, o endereço utilizado para o acesso pelo computador e pelo celular é o mesmo.

E para atender as especificidades de cada aparelho o seu conteúdo se adapta de forma que apresente o conteúdo de forma integral em ambos casos.

A outra opção se vale da utilização de endereços diferentes para cada tipo de dispositivo, o principal para o acesso em computadores e uma versão móvel para os telefones celulares, assim são construídos sites distintos para atender as necessidades dos dois tipos de aparelhos.

Qual é a melhor estratégia para mobile?

Não existe uma definição de que uma das estratégias é melhor que a outra, tudo vai depender das necessidades e materiais disponíveis, assim se deve escolher aquela que se adequa melhor a sua realidade.

Atualmente, o Google recomenda a utilização de páginas responsivas, por ter algumas vantagens perante as paginas com endereços separados, como por exemplo a facilidade de compartilhamento de conteúdo, mesmo entre plataformas, e a redução de erros e quebra de links uma vez que se trabalha com menos endereços.

Outra recomendação para o SEO mobile é a otimização das paginas para essa plataforma, de tal maneira a deixar mais claro ao usuário seus conteúdos e facilitar a navegação por suas páginas.

Enquanto nos computadores você pode exibir em sua página principal diversas informações e conteúdos para atrair a atenção do usuário, para a plataforma mobile a recomendação é de que a visualização seja mais clara e limpa com menos conteúdo e dando destaque ao que realmente importa.

Os diferenciais que devem ser usados no mobile

Barras de busca em posição de destaque também agregam valor ao site, muitas vezes o usuário está em sua página alguma informação específica e que uma boa ferramenta interna de buscas facilita o processo.

Outra demanda dos usuários de dispositivos móveis é o menor número possível de troca de páginas, então evite a construção de sites que façam o usuário ficar pulando de página em página até chegar ao que está em busca.

Combinado com isso existe também a demanda dos usuários por páginas leves e de carregamento rápido, isso ocorre por que quase que a totalidade dos planos de acesso a internet de aparelhos moveis é baseado na quantidade de dados utilizados.

Assim páginas leves se tornam mais atrativas para usuários que tem em sua disposição a utilização de pouca quantidade de dados, fotos e vídeos otimizados para dispositivos mobile ajudam nesse quesito.

Além dessa otimização existe uma ferramenta chamada AMP (Accelerated Mobile Pages, ou seja, páginas mobile aceleradas), onde as configurações das paginas fazem com que quando o usuário acesse sua página e ela seja carregada em uma versão simplificada e com carregamento mais rápido.

O Google identifica essas páginas com um símbolo de raio.

Outras coisas podem fazer a página mais atrativas aos usuários, com isso levando a mais cliques e tempo de permanência de seus visitantes, como por exemplo pensar como será a experiência do visitante quanto a estética da página.

Pensar em detalhes como a fonte que será utilizada pode trazer grandes benefícios para o site, uma fonte agradável e em tamanho adequado aos dispositivos, espaços em branco e locais que o visitante vai ter seu foco durante a estadia também tem que ser bem pensados.

Em resumo, o SEO para dispositivos móveis segue a mesma linha do SEO tradicional, mas devido as características dos equipamentos são necessários cuidados especiais e atenção em detalhes que não seriam vistos caso fosse apenas pensado para os computadores.