Confira 7 sentimentos que podem te levar a se tornar um nômade digital

Você já parou para pensar que existem alguns sentimentos muito verdadeiros que são comuns a maioria dos nômades digitais? A gente está estudando isso agora e, por isso, criamos este conteúdo para falar sobre esse ponto interessante a quem quer ser tornar um nômade digital nos próximos meses ou anos.

Afinal de contas, apesar de ter todas as características para ser um nômade digital, muita gente tem medo, dúvidas e fica receoso de arriscar. Aliás, nem todo mundo porque um dos sentimentos mais comuns aos nômades é o de entender que é possível se adaptar as mudanças.

Continue lendo para conhecer esses sentimentos e essas características que são tão comuns aos nômades digitais. Aí, se você tiver algumas delas é bem provável que você tenha um norte virado para essa atividade, ou melhor, esse tipo de trabalho que tem sido alternativo e uma opção de escolha de muita gente.

1 – As rotinas muito rígidas e engessadas te incomodam?

Os nômades digitais têm o hábito de dizer que não suportam rotinas muito rígidas ou engessadas demais. Agora, note que não estamos falando sobre não ter uma rotina de trabalho, ok? A ideia da rotina rígida e engessada é aquela de ter que bater ponto.

PROPAGANDA

Existe uma grande diferença entre ter que entrar as 8 horas no trabalho, sair as 12 horas para almoçar, retornar as 14 horas do almoço e bater o ponto final as 18 horas para ir para casa.. De poder cumprir o seu prazo de trabalho de forma mais livre.

Para o nômade digital não existe diferença entre trabalhar das 8 horas às 18 horas com 2 horas de almoço do que trabalhar das 22 horas até 4 horas, por exemplo. Cada um faz a sua rotina, com base nos horários de mais produtividade. O importante, para o nômade, é o resultado.

2 – Você tem facilidade para se adaptar as mudanças?

Outro sentimento comum aos nômades é o da adaptação às rotinas. E isso pode ser um gatilho para você se tornar um nômade digital no futuro. Até mesmo psicólogos e terapeutas avaliam que essa é uma característica de quem busca uma maior mobilidade e flexibilidade.

Assim sendo, se você não tem problemas em se adaptar, saiba que não vai ter problemas ao enfrentar uma vida nova, que pode sugerir essas mudanças. E quer saber de uma coisa? Uma boa parte das pessoas passam a vida tentando resistir a mudança sendo que isso poderia ser a solução para vários dos seus problemas.

3 – As suas viagens parecem curtas demais e logo você planeja outra?

O gosto pelas viagens também é unanimidade entre os nômades digitais. E olha que nem sempre eles visam aqueles hotéis de muitas estrelas em Dubai, sabe? O foco deles é aproveitar a viagem ao máximo mesmo, ficando em lugares mais baratos, só que com passeios e diversão.

Se você é desses, tem mais um pezinho lá na profissão de nômade digital, viu.

Agora é preciso considerar também que um nômade digital não é obrigado a viajar o tempo todo, né. A ideia é ser livre e poder migrar para vários lugares conforme o gosto e a vontade. Essa questão de ser livre é o que mais importa.

4 – Você tem um tédio danado por estar sempre no mesmo lugar?

E para complementar o tópico anterior, saiba que se você quer ser livre é porque não aguenta mais ficar sempre no mesmo lugar, olhando as mesmas pessoas e as mesmas paisagens, não é? O nômade digital, geralmente, não gosta disso.

A questão da liberdade, que tanto falamos aqui, não se deve apenas à financeira ou de horários de trabalho, mas também a geográfica. Imagina um dia estar em um lugar frio e outro estar na praia ensolarada? Essa ideia é revigorante, não é?

Você também vai gostar de ler:

5 – É comum que você faça amizades fáceis por onde passa?

Mais um sentimento comum aos nômades digitais é o dessa de “fazer amizades fáceis”. Esse tipo de pessoa tem o que é chamado de “solitude”. Isso nada mais é do que fazer novos amigos, dividir lugares, compartilhar ambientes e tudo mais que tem a ver com a aproximação entre humanos.

Obvio que trabalhar sozinho pode ser algo que você faça. No entanto, você também pode se enturmar com outras pessoas para dividir o custo da internet, por exemplo. Mas, esse é só um exemplo para dizer que os nômades, em sua maioria, são sim bons comunicadores.

6 – Você não vê a carteira de trabalho como segurança financeira?

No Brasil ainda tem muita gente que vê a carteira de trabalho assinada como item de segurança financeira. Isto é, que vai garantir direitos e uma velhice digna. No entanto, muita gente sabe que isso não é bem verdade. E se você também sabe, então, tem mais um passo para se tornar um nômade digital.

Até mesmo porque a gente tem visto os problemas que o nosso país está vivendo com questão à reforma da previdência, né. E, além do mais, um nômade considera a organização como fator importante para o seu futuro.

7 – Errar é algo que pode ensinar algo novo para você?

Por último, a maior parte dos nômades são verdadeiros empreendedores. E como todo bom empreendedor, você também deveria saber que errar faz parte do processo todo. Os grandes inventores da história erraram muito antes de se tornarem inventores.

Assim sendo, só erra quem tenta. E só aprende quem erra também. Portanto, nem sempre ter uma vida estável vai ser bom porque vai inibir você de chegar aos melhores resultados que poderia chegar.

PROPAGANDA