Conheça 7 regras para a festa de confraternização da empresa que você não deveria quebrar

ANÚNCIO

Vai ano e vem ano e um dos momentos que os funcionários mais esperam é a festa da firma. Afinal, é um momento de descontração e até mesmo de comemoração. Porém, há regras para a festa de confraternização da empresa que você não deveria quebrar para não correr o risco.

E quando falamos em correr risco é de perder o emprego mesmo ou coisas piores, como ser indiciado, julgado e até mesmo preso, né. Parece exagero, mas se a gente analisar essas festas de fim de ano de algumas empresas vamos ver que há casos bem “complicados”.

ANÚNCIO

Para você não ser alguém responsável por isso, tome alguns cuidados. Até mesmo porque são atitudes simples e fáceis de serem solucionados. Uma das melhores traduções para isso é: “O clima é festivo, mas exige cautela”. Em resumo, é disso que se trata esse conteúdo.

Entendendo uma festa de fim de ano da firma

Antes de chegarmos a essa lista de 7 pecados capitais das festas da empresa, vamos entender uma coisa. Essa confraternização é não como um passeio na Disneylândia e nem mesmo em Las Vegas, ok?

Por isso, se “o acontece em Las Vegas fica em Las Vegas”, no caso da empresa é bem diferente a situação. Se você fizer uma busca simples na internet, vai ver que existem casos de constrangimentos e outros mais extremos que sugere até mesmo a indicação policial.

ANÚNCIO

Apenas para você entender sobre o que estamos falando, considere problemas criados pelo uso excessivo do álcool, as agressões verbais, incidentes de percurso e muito mais. Foi pensando em tudo isso que criamos essa listagem.

O que temos abaixo nada mais é do que alguns pecados que devem ser evitados nas festas corporativas para o bem da sua empresa e também do seu emprego.

As 7 regras para a festa de confraternização da empresa

Então, vamos ao que interessa. E antes que você acha que não dá para aproveitar o momento, saiba que dá sim. Porém, sem comprometer a sua imagem profissional e atuando de forma respeitosa com os seus colegas de trabalho, líderes, gerentes e todos os convidados.

Até mesmo porque o próprio Thomas Edson já havia falado um pouco sobre essa questão do bom senso: “Os três grandes fundamentos para se conseguir qualquer coisa são, primeiro, trabalho árduo; segundo; perseverança; terceiro, bom senso”.

1 – Álcool

A gente não precisa ir muito longe para saber que um dos principais vilões dessas festas é o álcool. Aliás, o uso excessivo do álcool, não é mesmo? Ele é o causador de micos, vexames e ações constrangedoras.

Também é ele que causa (ou influencia) as discussões, xingamentos, tombos, vômitos e até mesmo o fim de relacionamentos profissionais.

Portanto, não há regra melhor do que a que diz que é preciso diminuir ou moderar o uso de tal bebida, independente se é cerveja, vodca ou qualquer outra. E o pior de tudo é que essas situações sempre ficarão na lembrança dos convidados, né.

2 – Críticas

Outra coisa é sobre as críticas que se faz sobre as festas ou sobre outras pessoas, quando se está nessas festas. O momento não é para isso. Aliás, nem um momento é para isso, né.

Uma das piores coisas que se poderia fazer é sair falando mal do fulano ou ciclano. Então, não faça isso, ok? E também evite as críticas referentes à comida, à música, ao local e aos convidados gerais ou funcionários.

O momento é de relaxar e ficar mais tranquilo. Com certeza, alguém perdeu tempo e investiu dinheiro para essa festa. Então, ainda que não esteja do seu agrado, dê valor a isso, combinado?

3 – Isolamento

Outro pecado capital é o isolamento social. Como assim? Considere que o principal objetivo da festa de final de ano é confraternizar com as pessoas, certo? E comemorar os resultados, também. Logo, se isolar não é uma alternativa.

Os mais tímidos até podem sofrer com isso. Porém, no mínimo, devem cumprimentar os colegas e fazer alguns bons comentários positivos e alegres. Ah, nada de fofocas, hein. Estamos falando em ser cordial, ok?

4 – Roupas

Essa 4ª, entre as regras para a festa de confraternização da empresa, é uma das mais problemáticas porque sempre tem aquele funcionário que não sabe muito bem como se vestir – e quase sempre acaba usando roupas provocantes, sensuais ou ousadas demais.

Obviamente, cada empresa permite uma variação maior de vestimentas. Aquelas mais modernas permitem até mesmo shorts e chinelos. Mas, a primeira lição de casa que você tem que aprender é: se você aceitou trabalhar nessa empresa, aceite os padrões dela.

Obviamente, cada pessoa tem o seu estilo. Mas, ir com um boné, chinelo e camisa havaiana em uma festa da firma de advogados pode não ser recomendável. Aliás, não é recomendado.

5 – Presentes

Mais uma informação importante: em festas de empresas de final de ano podem acontecer eventos como os amigos secretos. Ou não. Mas, se há a possibilidade de dar ou receber presentes, tome cuidado para não cometer equívocos, está bem?

Por exemplo, fazer piadas ou pegadinhas pode ser algo bem ruim. Criticar o estado civil ou as características físicas de alguém também. Assim como citar os insucessos profissionais e pessoais. Jamais faça isso na hora de dar o presente ou recebe-lo.

6 – Faltar

Agora, vamos supor que você é tímido, costuma cometer gafes e não gosta de presentes. Será que faltar da festa da firma é uma boa? Também não. Exceto se for um motivo bem grave, como problemas de saúde.

Ah, claro que ninguém é obrigado a ir na festa da firma e, possivelmente, você nem vai receber uma falta por isso. Porém, esse é um ótimo momento para mostrar que você faz questão de trabalhar ali. Por isso, se você tem apreço pela sua carreira, vale o esforço.

7 – Animação

Agora sim para fechar a lista de 7 regras para a festa de confraternização da empresa ou de 7 pecados capitais, caso você queira chamar, considere a animação. Obviamente, vale a ideia do “nem demais nem de menos”.

E você deve concordar com essa conclusão: gente desanimada é muito chata e gente animada demais é insuportável. Então, trace uma linha e fique nela, sem cair para lá e nem para cá. Essa é a linha do juízo e do equilíbrio.

regras para a festa de confraternização da empresa

Curiosidade – Se você é mulher…

Aqui vai uma curiosidade: se você é mulher, já se perguntou o que pode estar impedindo você ter uma carreira inda mais promissora? A gente fez um conteúdo bem polemico aqui e você não perde nada por ler ele: O que impede que as mulheres tenham uma carreira? Descubra.

ANÚNCIO