Programa Bolsa Maternidade – Aprenda como solicitar e veja quem tem direito

PROPAGANDA

Devido aos altos índices de pobreza que assolam a população brasileira, é comum que mães acabem ficando em situação de vulnerabilidade quando se tem um novo membro da família chegando.

Pensando nisso, o governo do Distrito Federal anunciou um novo programa que vai disponibilizar algumas peças de roupas e outros bens materiais essenciais para os primeiros dias de vida de bebês recém-nascidos.

Com isso, o governo busca diminuir o impacto que uma criança traz na vida de seus pais. Para aqueles que acham melhor ter auxílio financeiro no momento, é possível escolher entre o suporte material ou uma única parcela de R$200 por criança nascida ou natimorto.

Programa Bolsa Maternidade - Aprenda como solicitar e veja quem tem direito
Fonte: (reprodução/internet)

Fique aqui e confira quem tem direito a bolsa maternidade e como fazer a solicitação da mesma.

Quem tem direito a receber a bolsa?

Como o programa busca ajudar famílias em situação de maior vulnerabilidade social, não são todas as mães que tem direito a receber. Para ter acesso a bolsa, é necessário que alguns requisitos sejam preenchidos, sendo eles:

PROPAGANDA
  • A família ter renda per capita igual ou inferior a meio salário-mínimo;
  • Residir ao menos há seis meses no Distrito Federal.

Moradoras de rua inclusas em políticas de assistência social ou que façam parte do programa Criança Feliz Brasiliense também tem direito de solicitar a bolsa.

Por onde solicitar?

Para as mães que ainda não deram a luz, o governo sugere que o requerimento seja feito através do e-GDF (disponível para Android e iOS), aplicativo desenvolvido pelo governo onde são encontrados alguns dos programas de assistência social.

Para as mães que já tiveram seus bebês, a solicitação pode ser feita apenas presencialmente, em alguma das unidades de atendimento da Sedes (Secretaria de Desenvolvimento Social). As unidades de atendimento são os Centros Pop, Centro de Referência de Assistência Social (Cras), e o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas).

Quando a solicitação for feita presencialmente, é necessário apresentar documento oficial com foto, comprovante de residência e de renda familiar. Estas duas últimas informações podem ser autodeclaradas.

As mães que pretendem fazer o requerimento presencialmente tem até 30 dias após o parto da criança para solicitar.

Material presente no kit

A bolsa com os materiais é entregue ainda para a mãe ainda na maternidade. É composta por:

  • Body fechado
  • Casaco com capuz
  • Cobertor
  • Cueiro
  • Culote
  • Fralda descartável
  • Macacão curto
  • Macacão longo
  • Meia
  • Lenço umedecido
  • Pomada anti-assadura
  • Toalha

Vale lembrar, que os pais têm a opção de escolher entre a bolsa ou um receber um auxílio financeiro (parcela única) de R$200. Em caso de natimorto, as mães ainda têm direito a receber o auxílio financeiro.

Programa Criança Feliz Brasiliense

Programa Bolsa Maternidade - Aprenda como solicitar e veja quem tem direito
Fonte: (reprodução/internet)

O programa busca melhorar o relacionamento entre pais e filhos e desenvolver práticas pedagógicas com os pequenos, melhorando sua capacidade de raciocínio através de práticas que não trazem custos extras para as famílias.

As mães que participam do programa já estão com o benefício garantido, sendo que, por elas já estarem cadastradas, o cadastro já é previamente aprovado, não necessitando da análise prévia dos documentos necessários.

Outro programa social voltado para mulheres que acabaram de ser mães é o de Salário Maternidade, sendo este, de auxílio financeiro.

PROPAGANDA