Veja o segredo para resolver os 4 principais problemas de inadimplência na empresa

A gente descobriu o segredo para todos os empreendedores, novos ou experientes, que querem evitar, prevenir ou até mesmo diminuir os problemas de inadimplência na empresa. Afinal, eles são bem comuns de acontecer desde o 1º ano de vida da empresa.

O problema é que se não forem solucionados, saiba que eles podem trazer grandes prejuízos ao negócio. Por isso mesmo é que o empreendedor deve focar em identificar as razões que respondem aos motivos que fizeram a empresa chegar nesse ponto, do endividamento.

Então, em suma, abaixo a gente vai falar que a inadimplência é uma realidade no nosso país. E para comprovar isso trouxemos estudos, pesquisas e alguns dos problemas que são causados por isso. Por fim, temos o segredo revelado, com a opinião de especialistas. Saiba tudo.

A inadimplência é uma realidade

Se você acha que os problemas de inadimplência na empresa é uma mentira no nosso país, confira esses dados abaixo. Eles são do Indicador de Inadimplência da Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil).

Sendo assim, apontam que o Brasil tem 62,08 milhões de endividados. É isso mesmo: são mais de 60 milhões de pessoas com dívidas no nosso país. E isso vale por cerca de 40% da população acima de 18 anos.

PROPAGANDA

Portanto, não restam dúvidas de que é uma realidade preocupante que afeta diretamente a boa saúde de diversos negócios também.

Agora, o estudo da Vindi, feito com 1.500 empresas de diversos setores, mostrou que mais de 70% das empresas pesquisadas possuem uma taxa de 15% de inadimplência. Logo, é um problema que impacta diretamente a saúde financeira da empresa, seja de qualquer porte.

Mas, quais problemas isso pode gerar?

Esse próximo tópico é para falar de alguns dos problemas de inadimplência na empresa que podem acontecer e levar a empresa ao falecimento. Confira os principais.

1 – A perda do controle do capital

Além da falta de recebimento dos valores, o que é óbvio, saiba que um grande prejuízo que a inadimplência pode causar a um negócio é a perda do controle do capital de giro.

Esse dinheiro é muito importante para “fazer a roda girar”, como dizem os especialistas. Ela fica entre a margem de lucro e o planejamento.

“Apesar de fazer parte dos negócios, a inadimplência, em um patamar elevado, pode ocasionar que a empresa perca a capacidade de cumprir com suas obrigações por falta de caixa”, pontua o CEO da fintech Adianta, focada em antecipação de recebíveis, Marco Camhaji.

2 – O problema do calote dos clientes

Outro dos problemas tem a ver com o calote, né. Giovanni Bevilaqua é especialista do Sebrae e diz que o calote pode alterar a capacidade de o empresário arcar com os custos operacionais, repor estoque, afetar as vendas e atrasar nos pagamentos dos funcionários e fornecedores.

“Essa situação também prejudica a formação de uma carteira saudável de clientes, já que, no caso de sucessivos problemas, a empresa precisará continuamente buscar novos clientes, sem focar a perenidade dos seus negócios”, lembra o analista.

3 – A menor quantia de dinheiro em caixa

E os problemas não param por aí, viu. Além do calote e do capital de giro, saiba que a inadimplência pode gerar ainda falta de dinheiro em caixa, o que é importantíssimo para as empresas de menores portes – assim, elas chegam facilmente à falência.

“O pequeno negócio possui estrutura de capital mais frágil e acesso a um volume inferior de linhas de créditos, em comparação às empresas de maior porte. Além disso, o custo do crédito para elas tende a ser maior, tornando mais difícil que consigam crescer”, lembra Camhaji.

4 – Os juros altos pagos pelas empresas

Por último, saiba que com base em informações do Banco Central, a taxa média de juros das operações concedidas e microempresas era de 44,8% ao mês no final de 2018 e 41% ao mês para as pequenas. Para médias e grandes, as mesmas taxas eram de 18,7% e 8,2% ao mês.

O segredo para resolver os problemas de inadimplência na empresa

Para terminar o artigo, considerando esses 4 problemas de inadimplência na empresa que você deve evitar, saiba que tem como se precaver disso. Como? É para isso que criamos esse tópico. Você vai ver uma das formas de evitar o prejuízo e a falência.

problemas de inadimplência na empresa

Para estudiosos, a melhor forma de lidar com a inadimplência nas empresas é evitar que ela ocorra. Na teoria, isso é bastante óbvio e simples. Mas, na prática, você tem que avaliar diversas situações e comportamentos.

Por exemplo, o melhor caminho será fazer uma análise dos clientes através de cadastros mais completos. Dessa forma, você poderá identificar, por exemplo, os fornecedores do cliente e como funciona o comportamento de seus pagamentos.

As consultas no SPC e no Serasa

Além disso, lembre-se sempre de obter informações dos órgãos de proteção ao crédito, como o Serasa ou SPC. Essa simples pesquisa online, que também é gratuita, vai dar uma tranquilidade maior na hora de vender – especialmente, na venda a prazo.

“Algumas medidas implementadas pelo Governo ajudam o mercado a saber sobre os bons e maus pagadores. O Cadastro Positivo, por exemplo analisa todo o comportamento dos clientes, incluindo pagamentos pontuais e em atraso e pode contribuir para a análise”, lembra o CEO da Adianta.

O especialista também diz que o tempo de relacionamento que possuem com fornecedores e clientes também é uma boa ideia para avaliar os riscos de calote. Normalmente, prazos mais longos estão associados a pagadores com bom histórico.

PROPAGANDA