Saiba por que ter um plano de negócios antes de se tornar um empreendedor digital

ANÚNCIO

O empreendedorismo digital tem feito muitos adeptos no mundo todo. Porém, empreender exige alguns cuidados. Um deles é sobre o planejamento. Item que acaba sendo dispensado por muita gente e causando falências. Por isso, vamos entender por que ter um plano de negócios faz toda diferença.

Se você é alguém que abriu um negócio sem esse plano, possivelmente, deve estar sofrendo as consequências nada agradáveis. Por outro lado, a boa notícia é que ainda dá tempo de reverter isso. Portanto, esse conteúdo também é para você. E para que o texto fique conciso, trouxemos opiniões de vários especialistas.

ANÚNCIO

Sendo assim, sem demorar mais nenhum pouco, vamos direto ao que interessa. Tudo está traçado em tópicos, que facilitam a compreensão dos motivos que a gente, e todo empreendedor, tem para criar um plano de negócios antes mesmo de assinar um acordo.

A raiz do insucesso

A frase pode parecer forte demais. Porém, praticamente todo especialista da área garante em dizer que a falta do planejamento e do plano causa esse insucesso tão comum na vida dos novos empreendedores.

Por exemplo, Deborah Machado, que é consultora de muitos empresários, avalia que existem vários negócios que não estão indo bem porque houve um investimento errado. Ela diz que o empresário não sabe onde investir porque não tinha base para isso.

ANÚNCIO

As possíveis mudanças

A mesma ideia vale para quando você precisa reajustar uma medida ou se adaptar a uma mudança: o plano vai te dar um norte do que fazer de forma mais exata. “Com o documento mapeando passos, fica claro para o empresário onde deu errado ou o que precisa melhorar”.

E ela continua, ao explicar que “há indicadores provenientes desse planejamento para que ele possa acompanhar e corrigir a tempo. A não existência de um plano de negócios leva a ações erradas”.

Antes de fechar o contrato

A mesma especialista também fala que o ideal é criar esse planejamento antes da implantação da operação. Até mesmo porque ele será responsável por guiar a estratégia de posicionamento, o público-alvo, produtos e serviços, simulações financeiras, etc.

Isso responde muito bem a pergunta sobre por que ter um plano de negócios antes de se tornar um empreendedor digital ou de qualquer tipo de negócio. Aliás, ela se torna flexível ao mencionar que sempre é possível implementá-lo no meio do caminho, também.

É para todos os seguimentos

Mais uma dica, que mostra a importância do documento, é saber que independentemente do porte da empresa ou do ramo de atuação dela, todas as empresas devem ter o plano. Obviamente, quanto maior o negócio, maior será a complexidade também.

As decisões mais racionais

O empreendedor deve saber que apostar apenas na opinião própria que ele tem sobre um produto ou mercado pode ser arriscado demais. Logo, ainda que tenha uma boa leitura sobre isso, ele pode falhar na questão analítica e estratégia.

Essa é a opinião do empresário João Roncatti. “Criar o hábito de construir planos adiciona às competências dos profissionais, como capacidade analítica, alinhamento estratégico, tradução de ideias e reflexões concretas, além de cálculo econômico e foco em resultados”.

E ele complementa a ideia: “O plano reduz o debate ‘opinativo e de achismos para buscar o equacionamento da decisão. A capacidade de gestão deixa de ser ocupada com dados informais e imprecisos”.

As orientações detalhadas

O fundador do Grupo ZNYY concorda com isso. E ele cita ainda mais. Diz que esse plano estruturado dará as orientações mais detalhadas sobre o projeto todo. Assim como no entendimento do público-alvo e para a melhor gestão da empresa.

Outro especialista é o fundador da Dr. e-commerce, Thiago Sarraf. Ele também diz que essas orientações foram importantes para o futuro – criou uma visão para daqui 5 anos. “Atingi quase todas as metas, errando apenas a primeira”.

A revisão mais simples

Começar do zero nem sempre é o caminho mais simples. Apesar de ser importantíssimo. Então, se você quer saber por que ter um plano de negócios, aqui vai mais uma resposta: revisar é mais simples do que criar do zero. E isso é o que diz Thiago.

“O mais importante aqui é sempre rever e acompanhar o que planejou, pois pode ajustar no meio do caminho, sem precisar esperar o “erro”’, depõe.

A tomada de decisões

Se você analisar tudo o que falamos até aqui vai ver que podemos concluir com o tópico que diz sobre a tomada de decisões mais assertiva. Essa também é a opinião do professor Alexandre Miserani.

Para ele, o plano de negócio serve, especialmente, para decisões. Além dos investimentos e análise de mercado. “Deve ser a base sempre que a empresa busca novo mercado, lançamento de produtos ou, até mesmo, mudança de rota”.

Os indicadores financeiros

E para finalizar a ideia do professor, ele ainda cita a questão financeira que é, de fato, o que vai dizer se a empresa está em estado de falência ou não.

por que ter um plano de negócios

“[no plano] devem estar a análise de custos e investimentos, estudo de mercado e da concorrência, análise do ambiente […] alocação de recursos como contratação ou mesmo investimentos, aluguéis, salários”, ele diz.

ANÚNCIO