Frete Grátis – descubra 4 ideias de pontos de retirada de mercadorias para lojas virtuais

ANÚNCIO

Você já estudou para ver o quanto ou de que forma os seus consumidores acabam desistindo das compras no seu site? Um dos motivos principais é sobre o alto valor do frete. Por isso, pensar em pontos de retirada de mercadorias para lojas virtuais faz tanto sentido hoje em dia.

Logo, oferecer frete grátis é sempre uma boa ideia. Mas, nós já sabemos o que você está pensando: “eu não tenho loja física” ou “eu vou perder dinheiro com isso”. Então, vamos com calma. E vamos com calma porque em muitas situações dá para fazer isso sim.

ANÚNCIO

Ter um ponto de retirada de mercadorias é bom por vários motivos. Vamos simplificar isso falando sobre: a boa experiência que você terá com o cliente. Inclusive, se você desacredita disso, nós temos uma pesquisa interessante aqui:

  • 56% dos consumidores dizem que não compram em lojas virtuais porque o frete é caro

O dado é do estudo da E-commerce Trends. Assim, é só mais um dos motivos para você começar, pelo menos a pensar, nesses pontos de retirada. E para quem está curioso, vamos lá: temos aqui 4 ideias que podem ser úteis para você.

1 – Locker

Você já ouviu falar em “locker”? Saiba que é um armário localizado em um lugar público. Sério que isso existe? Sim, com certeza. Assim, o cliente pode abrir o “locker” e retirar a mercadoria de lá. Para o destravamento da porta, o lojista fornece uma senha.

ANÚNCIO

Mas, será que tem isso no Brasil? Tem. Claro que ainda não é tão comum assim. Tanto é que pouca gente conhece ou ouviu falar. Porém, em algumas capitais (São Paulo, Curitiba e Rio de Janeiro) dá para ver os “lockers” de vários tamanhos. Eles ficam em estações de metrô, na maioria das vezes.

pontos de retirada de mercadorias para lojas virtuais

No entanto, se você não mora em uma dessas regiões, tudo bem. Vamos aos próximos pontos, que também são alternativas para baratear o frete do seu cliente – e quem sabe zerar ele.

2 – Loja física

Aqui também temos uma ideia que pode não ser a melhor para você. No entanto, temos que mencionar ela agora mesmo. Nos próximos tópicos, teremos 2 ideias muito mais criativas e que fazem sentido até mesmo para quem não tem loja física.

Os pontos de retirada de mercadorias para lojas virtuais podem acontecer em lugares onde há lojas físicas da mesma marca. Por exemplo, o Magalu é uma loja virtual. No entanto, dá para comprar no site e retirar em diversas unidades do Magazine Luiza, entendeu?

Para quem não sabe ainda, essa prática tem um nome: pick up store. Inclusive, é uma ideia muito boa para que você consiga aumentar a experiência do cliente. Assim, ele economiza no frete e ainda vai até a sua loja, o que pode resultar em novas compras, também.

Nessa situação, o cuidado está em saber separar o estoque da loja física com do e-commerce.

3 – Local de trabalho

Essa opção é um pouco mais interessante do que as outras porque é ótima para quem não tem loja física mesmo. Sendo assim, mesmo que você não tenha esse ponto comercial, você deve ter um lugar de trabalho, correto? É sobre isso que estamos falando, amigo.

Vamos supor que você trabalhe em um escritório comercial ou um coworking. Nesse caso, a nossa dica é que você saiba as regras do lugar porque dependendo de como for dá para dar essa opção para o cliente.

Assim, ele poderá “retirar o produto no escritório da empresa”. É uma ideia menos formal, sim. Porém, em se tratando de baratear frete pode ser algo bastante interessante. Tanto para você como para o seu consumidor.

Novamente lembrando você: é preciso ter uma ótima organização do estoque, ok?

4 – Loja parceira

A última opção também é para quem não tem unidade física. Sendo assim, aqui a gente dá o nome de pick up point. Mas, o que seria isso de “loja parceira”? É simples entender: é como se você usasse um estabelecimento parceiro para servir como ponto de retirada.

Aqui tem vários jeitos de encontrar soluções. O mais simples é que você faça parceria com esses locais. E entre tantos acordos dá para pensar em integrar serviços. Afinal, sempre tem aquela loja de bairro de que precisa de um extra, né?

Até mesmo porque ela já tem funcionários lá que podem fazer o trabalho de entrega da mercadoria, com assinatura de notas fiscais e tudo mais. Para a loja tem a vantagem de receber pessoas, que podem se interessar pelos produtos. Ou seja, ela pode ganhar cliente.

Obviamente, a dica é buscar lojas que não sejam concorrentes sua.

Vale a pena usar esses pontos de retirada de mercadorias para lojas virtuais?

De um modo geral, vale a pena. Isso se a gente considerar o lado do consumidor, que reclama em pagar fretes caros. Por outro lado, para ter certeza da afirmação, o ideal é que você faça um estudo dentro da sua empresa.

E se quiser uma boa recomendação, a gente poderia dizer para começar por analisar a redução de custos que isso pode gerar. Afinal, você diminui o custo da logística se comparado com a entrega domiciliar.

Descubra como evitar erros com a logística que as empresas virtuais cometem

Outra coisa é pensar que também dá para diminuir prazos. Ainda mais quando a gente considera que as transportadoras demora dias para fazer a entrega. Por fim, somando tudo isso, a gente tem a conclusão de que isso permite que as pessoas comprem mais.

Descubra essas 7 lições de marketing digital do eBay que pouco empreendedor notou

Isso porque nem todo mundo tem como receber o produto em casa, né. Pode ser que no prédio não tenha portaria 24 horas ou que ele fique a maior parte do tempo no trabalho, etc. Então, é mais uma vantagem.

ANÚNCIO