50 anos em 5 – saiba tudo sobre pensar fora da caixa no marketing digital

ANÚNCIO

O assunto da inovação nunca foi tão discutido no mundo como é hoje em dia. Inclusive, ele ganhou conotações diferentes. Por exemplo, é bem comum a gente ler algo sobre “como pensar fora caixa no marketing digital”. Mas, o que é isso? Vamos entender.

A primeira coisa importante é entender que esse conteúdo não é uma indicação de um produto no qual você deve investir e nem mesmo sobre uma plataforma de marketing para você gerar leads, gerar resultados, gerar vendas. A ideia é refletir.

ANÚNCIO

E refletir sobre o que você tem feito para se destacar no mercado. Se você acha que tem investido na inovação para isso, ótimo. Com certeza, esse é um dos caminhos. Mas, se você ainda não faz isso, talvez seja a hora de começar a ver com mais carinho essa área.

A inovação no marketing digital

Então, vamos por partes. O que é inovação você sabe. O que é marketing digital, também. Se não sabe ainda sobre alguns desses termos é só procurar no dicionário que a definição deles é bem sucinta, simples e objetiva.

No entanto, quando a gente une os dois termos é que a conversa fica complicada. Como inovar no marketing digital? Aqui já temos uma primeira dica: considere que isso está além de lançar um produto revolucionário. Afinal, não é só sobre isso que se trata a inovação.

ANÚNCIO

Hoje em dia, a inovação está no mercado, no comportamento das pessoas e, consequentemente, nos produtos também. Mas, por exemplo, o quão tecnológico você tem sido na gestão do seu negócio ou na análise da sua concorrência?

Há ferramentas e tecnologia para tudo – e não somente para lançar produtos no mercado. E essa é uma primeira atitude para quem quer responder a pergunta sobre “como pensar fora da caixa no marketing digital”.

O pensar fora da caixa no marketing digital

A outra coisa é sobre pensar fora da caixa, que também pode ter vários significados. A ideia de “sair da caixa” é algo bastante usual de ser dita hoje em dia. E isso porque pode gerar mais vendas, mais competitividade e mais consistência.

Porém, novamente lembrando você, o pensar fora da caixa não está preso apenas aos produtos. Assim sendo, você deve pensar nisso dentro da empresa, na gestão, na comunicação, na comercialização, na logística, nas relações.

Então, calma porque parece complexo, mas é bem simples. Inovar pode ser pensar fora da caixa. E pensar fora da caixa pode te fazer inovar. No entanto, esqueça a ideia de produtos e serviços. Comece a ver de dentro para fora. Parte da sua empresa, da sua gestão.

A posição do Brasil e do mundo

Acima, a gente viu, bem resumidamente que pensar fora da caixa no marketing digital tem a ver com a inovação, mas sempre de dentro para fora. Antes de pensar em um produto revolucionário, o bom começo está em ter uma gestão exemplar.

Agora, o que podemos aprender com o mercado? Vamos analisar o Brasil e o mundo antes de falar mais sobre o que é preciso considerar na hora de pensar fora da caixa no marketing digital.

O Brasil, infelizmente, hoje tem uma das menores taxas de inovação do mundo. E talvez nem precisaríamos de pesquisas para mostrar isso, né. No entanto, há um reflexo direto na não adoção de práticas inovadoras por aqui.

Enquanto isso, há um desenvolvimento americano que coloca os Estados Unidos como revolucionário nesse assunto, além de ter também o maior PIB do planeta. PIB que é gerado, obviamente, pela inovação, que é um motorzinho do país.

O que os Estados Unidos têm e nós não temos?

Vamos falar do Vale do Silício, na Califórnia, que é um polo empreendedor e inovador, considerado o mais cobiçado e falado no mundo todo. Ao todo, são mais de 1,5 mil empresas instaladas lá. Assim, temos Apple, Google, Facebook, HP, Instagram, Intel, etc.

Mas, deixando de lado a história comovente e inspiradora de cada uma delas, o que será que podemos aprender com tais empresas norte-americanas? Questões simples e que deveríamos ter bem fortes por aqui.

Por exemplo: trabalho em equipe, compartilhamento de informações, hierarquia por competência, ambiente de trabalho descontraído e com horários flexíveis, quebra de barreiras e preconceitos, parcerias com Universidades e instituições gratuitas, etc.

A pergunta é: o que falta para o Brasil ser um belo de um Vale do Silício? É aí que entra a questão de pensar fora da caixa e dentro de um contexto todo…

Os novos hábitos e novos métodos de trabalho

Para você que quer pensar fora da caixa no marketing digital, saiba que aqui temos um dos insights dos que mais podem fazer a diferença na sua vida a partir de agora. E independente se é um empreendedor, um gestor, um trabalhador. Comece a pensar nisso.

O melhor exemplo do Vale é o Google, com um campus de mais de 20 edifícios, 16 mil funcionários, academias, quadras, praças, lanchonetes e executivos que jogam bola durante o horário do expediente. Achou isso ridículo? Cuidado com os seus preconceitos.

“Aqui a empresa se preocupa com cumprimento de objetivos e não com normas ou horário de trabalho rígidos”, já disseram alguns dos funcionários que trabalham lá para vários jornais e revistas do mundo todo.

O foco talvez seja no resultado e essa, com certeza, é a maior inovação que você deveria considerar e não ficar preso à um “produto revolucionário” para ser lançado no mercado.

E vale lembrar que tudo isso tem acontecido, meio que as pressas, em todo o mundo, com os trabalhos home-office, que são ótimos exemplos dessa nova realidade. Isso porque traz vantagens, como: redução de custos, melhoria da produtividade, redução do estresse, etc.

Na prática

Se você é empreendedor brasileiro, considere que aqui temos, até hoje, uma cultura organizacional bastante rígida. Ainda mais se a gente comparar com o Google. Logo, há muito o que pensar fora da caixa no marketing digital e você como empresário tem papel importante nisso.

E ainda que você esteja com um pé atrás, considere que analistas e especialistas concordam em dizer que o mundo todo passará por desenvolvimentos tecnológicos nos próximos 5 anos que representaram mudanças de um ritmo superior a 50 anos.

pensar fora da caixa no marketing digital

Portanto, não restam dúvidas das mudanças. E por mais que você ache estranho, talvez seja o momento ideal para começar a aprender uma nova linguagem, com termos como: inteligência artificial, geração Millenial, geração Z, economia compartilhada, experiência aumentada e, obviamente, marketing digital.

ANÚNCIO