Descubra como conciliar os passeios em uma viagem a trabalho

ANÚNCIO

Uma dúvida que muita gente tem é sobre fazer passeios em uma viagem a trabalho. Será que isso pode acontecer? De fato, considere que essa é uma realidade cada vez mais visível. Se antes havia pouco interesse nessas viagens, hoje boa parte delas são bem concorridas.

No entanto, a gente não vai julgar aqui a possibilidade disso ou daquilo. Cabe ao funcionário ou empreendedor combinar com a empresa ou contratante sobre o trabalho que será feito e sobre os possíveis passeios. Mas, de fato, na maioria das vezes, dá para passear sim.

ANÚNCIO

A questão é muita gente tem preferido ser empreendedora justamente para poder ter essa flexibilidade entre trabalhar e viajar. Mais do que isso, pensando justamente na possibilidade de fazer ambos. Algo como “trabalhar viajando” ou “viajar trabalhando”.

Para se ter uma ideia, quem opta por trabalhar por conta própria na internet acaba tendo essa vantagem como atrativo. Imagine só você lá em Hong Kong, atuando na internet durante uma parte do dia e aproveitando para conhecer os pontos turísticos em outra parte?

Como conciliar os passeios em uma viagem de trabalho

Se você começou a pensar nessas opções, saiba que uma boa ideia é ler esse conteúdo porque aqui vamos trazer dicas para você não deixar a desejar no seu trabalho e menos ainda nos seus passeios. Ainda mais se essa for a sua primeira viagem a trabalho.

ANÚNCIO

1 – Conheça o destino

Conhecer o destino é fundamental para que você tenha uma ideia melhor se vale a pena buscar pelos passeios de lá. Geralmente, você consegue encontrar várias informações na internet sobre atrações e o destino, de modo geral.

Assim, você fica sabendo onde as atrações são caras demais, onde há filas enormes e onde dá para ir sem perder tempo ou gastar muito. Além disso, você também fica sabendo sobre os lugares mais perigosos e os mais incríveis para conhecer.

2 – Saiba sobre o trabalho

Se por um lado conhecer o destino é importante, por outro considere que saber o motivo da sua viagem também é. Obviamente, se é uma viagem de negócios, pense em quais dias serão importantes para você ou se vai ser bate-volta, por exemplo.

Muitas vezes, as pessoas possuem tempo livre entre um dia de evento e outro. Em casos mais restritos, a pessoa acaba tendo que passar dias na cidade, sendo que a reunião aconteceu em um dia só. Então, dá ainda mais tempo para aproveitar.

O importante é você saber sobre o seu trabalho lá nesse destino. Se for um evento que vai acontecer o dia todo, como um congresso, então, pode ser que você tenha menos tempo para aproveitar. Mas, se for estar por lá no final de semana, por exemplo, dá para aproveitar um dia.

3 – Organize o seu dia

Esse é outro ponto importante sobre fazer passeios em uma viagem a trabalho porque vai considerar os dois tópicos citados acima. Você tem que conhecer o destino e o seu trabalho. E também incluir aqui as questões da viagem.

Por exemplo, você vai chegar no destino no dia do evento ou um dia antes? Você terá conexões? A viagem será muito longa? Você vai ficar em um hotel com tudo pago ou terá que comer em restaurantes? Tudo isso pode fazer a diferença.

Por exemplo, se você chegar um dia antes, talvez, queira passear o dia todo. Mas, lembre-se que se a viagem for cansativa você precisará de algumas horas de descanso para poder aproveitar melhor o seu trabalho no dia seguinte. Tudo tem que ser analisado.

4 – Estudo a localização do trabalho

Aqui é para falar sobre a importância de você entender que há cidades turísticas onde os pontos de encontro ficam bem próximos. Assim sendo, entre o fim do trabalho e o começo da noite, talvez, você possa ir descansar na praia. Sei lá, é uma suposição.

Ou pode ser que você esteja bem perto da feirinha de artesanato da cidade e opte por comer lá durante a noite, após o trabalho. Isso também permite um tipo de passeio mais simples. Aqui, vale a dica de encontrar o que fazer no seu destino que seja próximo ao seu trabalho.

5 – Use a tecnologia a seu favor

E para terminar o texto, considere que para tudo o que falamos acima você pode usar a tecnologia a seu favor. Como assim? A gente explica. Na hora de buscar pontos turísticos, fazer rotas ou encontrar restaurantes pense no Google Maps (ou outros aplicativos).

Se você quer fazer um passeio de barco até uma ilha que fica próxima, estude o valor e para isso use a internet para descobrir o preço. Aliás, você pode pensar em apps financeiros também, para anotar gastos e salvar os gastos que poderão ser reembolsados.

passeios em uma viagem a trabalho

O fato é que sempre há um aplicativo ou programa que pode te ajudar na organização dessa viagem de trabalho, que pode permitir alguns passeios, também.

Quem vai comprar as passagens?

Como bônus, saiba que se você for o responsável por comprar as próprias passagens aéreas (que poderão ser reembolsadas depois) existem algumas plataformas que permitem uma pesquisa online e que sugere preços mais atrativos.

O Skyscanner é uma delas. A gente já contou aqui como dá para encontra passagens mais baratas usando esse aplicativo. Relembre. No texto, a gente conta que a pesquisa pode resultar em uma passagem de R$ 2.968 ou outra, para o mesmo lugar, de R$ 7 mil. Entenda.

ANÚNCIO