Como as marcas podem acelerar a maturidade do conteúdo para obter força competitiva

As equipes de marketing estão sob pressão crescente para acelerar em direção a níveis mais altos de maturidade de conteúdo omnicanal. Imitar o sucesso de líderes da indústria como Amazon, Spotify e Netflix também não é a única razão. Em vez disso, ter uma estratégia de conteúdo madura e um processo de entrega impacta diretamente a capacidade de uma marca de atrair e reter clientes.

As empresas com estratégias omnicanal maduras retêm 89 por cento dos clientes. Em comparação, apenas 33 por cento dos clientes são mantidos por empresas que possuem uma estratégia omnicanal fraca. Para organizações que buscam se tornar o próximo líder do setor e para aquelas que estão apenas tentando acompanhar seus próprios KPIs e expectativas, há várias etapas que as equipes de marketing podem – e devem – realizar, mais cedo ou mais tarde.

Veja também: Aprenda a conquistar o consumidor omnichannel com essas 3 dicas

Maturidade do conteúdo: onde as equipes estão e onde querem estar

As empresas devem avaliar onde pesam na escala de maturidade do conteúdo. Saber disso pode ajudá-los a medir os recursos atuais em relação a outros em seu setor e a planejar um crescimento sustentável. 

Como as marcas podem acelerar a maturidade do conteúdo para obter força competitiva
Foto: (reprodução/internet)

Aqui estão quatro estágios de maturidade para ajudar as marcas a identificar onde estão na jornada:

1. Publicação tática: 

Neste estágio de maturidade, as marcas podem publicar conteúdo em uma base ad hoc, em um número limitado de canais. A equipe de marketing pode estar postando apenas em um blog em seu site e talvez usando uma ou duas contas de mídia social para complementá-lo.

2. Entrega de experiência: 

Neste estágio de maturidade de conteúdo, a equipe vai combinar publicação tática com análise e talvez até personalização para entregar conteúdo que seja mais contextualizado às necessidades de cada cliente e também mais consistente entre os diferentes canais e dispositivos onde eles se envolver com a marca. 

Provavelmente existe um repositório centralizado de conteúdo, e a estratégia de marketing incluirá a veiculação de conteúdo com base em objetivos de experiência e personas.

3. Reutilização multicanal: 

Neste nível, a marca terá começado a operar em busca de eficiência e escala, com uma compreensão de como os ativos de conteúdo podem ser reutilizados em canais e campanhas para uma experiência multicanal contínua. 

Como as marcas podem acelerar a maturidade do conteúdo para obter força competitiva
Foto: (reprodução/internet)

A equipe de marketing também pode medir o desempenho do conteúdo ao longo da jornada do cliente para ver onde ele está agregando mais valor, ajudando-os a concentrar os recursos no que realmente está mexendo com a agulha.

4. Conteúdo empresarial modular: 

Na extremidade superior da escala de maturidade de conteúdo estão as empresas que estão percebendo todo o potencial do conteúdo omnicanal, modelando-o e gerenciando-o de forma totalmente modular. Com práticas centralizadas de planejamento, criação e gerenciamento de conteúdo, essas marcas serão capazes de produzir ativos granulares que podem ser montados, misturados e reutilizados para atender a praticamente qualquer necessidade ou canal do cliente. Para as equipes neste momento, parabéns! Mas não pare agora; sempre há espaço para melhorias.

É importante ressaltar que construir em direção à maturidade do conteúdo não é necessariamente uma linha reta e sempre há o potencial de fazer melhorias em cada estágio. Melhorias nos processos, maior investimento, novos recursos e a implementação de soluções de tecnologia podem levar a benefícios significativos.

Leia também: Quatro decisões importantes para planejar o sucesso do marketing em 2021

Traduzido e adaptado por equipe Nomadan

Fonte: Digiday