O que é um microempreendedor individual (MEI)?

ANÚNCIO

No ramo dos negócios, o microempreendedor é uma das funções que mais crescem no Brasil. Afinal, as micro e pequenas empresas são 99,1% das empresas cadastradas no Sebrae. Isso significa que são 12 milhões de negócios e desse total 8,3 milhões são microempreendedores individuais.  

Mas você sabe o que é um microempreendedor individual? O termo embora muito conhecido e comum na realidade dos empreendimentos no Brasil ainda não é claro para todos. A importância de ficar por dentro desse assunto é suma.

ANÚNCIO

Ser um microempreendedor traz diversos direitos e vantagens para quem possui um negócio e para quem trabalha por conta própria. Conhecendo mais sobre o assunto poderá ajudar tanto quem já possui um como para quem gostaria de investir no ramo do empreendedorismo. 

O que é um microempreendedor individual (MEI)?
Fonte: (Reprodução/Internet)

Você sabe o que é um microempreendedor? Conheça mais aqui.

O que é MEI e quem pode ser um? 

Os também chamados pela sigla MEI, são pequenos empreendedores. Podem ser pessoas que possuem pequenas empresas ou também qualquer pessoa que trabalhe por conta própria, sem carteira assinada.

ANÚNCIO

Essa é a realidade de milhares de brasileiros, se pararmos para pensar. Com o avanço do desemprego no Brasil fica cada vez mais comum trabalhos desse tipo. Comerciantes de DVD, de roupas, agente de viagens, taxista, tatuadores entre outros. Consulte a lista atualizada dos serviços que podem ser MEI aqui.

Além de se enquadrar na atividade, existem outras três especificações para se tornar um, ter o faturamento de até 60 mil reais por ano, não ser sócio, administrador ou titular de outra empresa e ter apenas um contratado, um funcionário. 

Qual a vantagem de se regularizar? 

Um vendedor ou um dono de uma pequena empresa sabe o quanto é difícil levar o negócio sozinho e não contar com os benefícios da carteira assinada. Quem vive assim passa por momentos no mercado de grande entrada e outros nem tanto.

Estão sempre à mercê da economia e do cenário atual. Essa situação pode trazer muita insegurança por isso o cadastro no MEI visa dar alguns benefícios para quem não benefícios de um empregado regularizado. 

Ser um microempreendedor individual é uma vantagem pois contribuindo como um MEI é possível obter salário maternidade, afastamento remunerado, aposentadoria e mais. O MEI também fica isento de imposto de renda, PIS, cofins, IPI e CSLL. Veja mais na imagem abaixo.

O que é um microempreendedor individual (MEI)?
Fonte: (Reprodução/Internet)

Como se cadastrar?

Para se formalizar como um MEI basta fazer o cadastro como no Portal do Empreendedor. Basta informar os seus dados e preencher o formulário do site. Após completar esse passo fica por responsabilidade da pessoa imprimir os documentos emitidos da formalização. 

São eles o Certificado da Condição de Microempreendedor Individual, o Carnê de pagamento mensal (DAS) e o Relatório Mensal de Receitas Brutas. Para obter acesso aos benefícios é preciso estar em dia com esse pagamento. O valor é o mesmo todos os meses e só é alterado com a mudança do salário-mínimo. Saiba mais sobre o pagamento.

Com o CNPJ regulamentarizado e já formalizado como um MEI, é preciso estar atento às tributações envolvidas. Elas são a Contribuição Patronal Previdenciária (CPP), o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS).

ANÚNCIO