Vai criar negócios para o público infantil? Aprenda em 3 passos com a Klin

PROPAGANDA

O público infantil é um dos maiores consumidores de vários segmentos no nosso país e no mundo. Se você pensar em canais de Youtube, bonecos, aplicativos e jogos, saiba que as crianças estarão lá. Por isso, saiba que os negócios para o público infantil podem ser lucrativos.

Mas, como você deve imaginar, apenas pegar o dinheiro e fazer investimentos nessas áreas não é nada inteligente. É preciso ir além disso. Então, que tal começar por aprender com quem está no mercado desde 1983? A Klin é um bom exemplo para você.

Até mesmo porque, como já contamos aqui no blog, a história da Klin é bem interessante. Ela começou produzindo 15 pares de calçados por dia. E hoje fabrica mais de 28 mil no dia, sendo que exporta para 60 países, além das vendas internas. Interessante, não?

Como a Klin deu certo?

E para fazermos esse estudo, vamos considerar algumas perguntas e respostas que são oferecidas diretamente pela Klin. Por exemplo, por que será que a Klin deu certo? Para a empresa, o segredo está em ter um propósito objetivo – “mais do que levar sapatos às famílias”.

Em entrevistas dadas às revistas, os representantes da marca afirmaram que: “Levamos amor, conforto, confiança, verdade, cumplicidade. O relacionamento que criamos com as famílias é muito precioso”.

PROPAGANDA

E tem mais. Eles inda falam sobre a questão da saúde, que é pensada com muita especificidade para cada criança. “A marca existe por um caminhar saudável, para oferecer segurança aos pezinhos, para que o crescimento das crianças seja o mais saudável possível ao caminhar”.

Portanto, nesse primeiro tópico sobre os negócios para o público infantil que são oferecidos pela Klin, a gente pode dizer que o segredo está em pensar em todas as fases e necessidades da vida de cada criança. É olhar além de ter um produto para ser vendido.

1 – O produto

O próximo ponto que vamos analisar, ainda com base no que dizem os representantes da Klin, é sobre o produto. “Somos rigorosos em cuidar minuciosamente de todos os atributos que formam um calçado de qualidade impecável. Trabalhamos fortemente para isso”.

Assim, eles ainda completam, dizendo que o desafio é fazer os envolvidos no processo de fabricação entenderem o propósito da empresa. “E até mesmo a importância que temos na vida de tantas famílias”.

Por exemplo, para você que é empreendedor, uma boa dica é compreender o seu produto, que será vendido para as crianças. No caso da Klin, eles pensam em investimentos para fabricar calçados que atendam a demanda e o que o mercado exige no momento.

“É um segmento muito dinâmico e ao qual precisamos estar sempre conectados”.

2 – A jornada

Além de ter um produto que seja compatível com o que o mercado exige, a próxima dica para fazer bons negócios para o público infantil é considerar a jornada. Para a Klin, o começo pode ser simples, mas a jornada é intensa.

“Afinal, tudo indica que é fácil abrir o negócio. Entretanto, criar uma marca nova, introduzir esta marca no mercado, torná-la desejada, reconhecida pelo consumidor por seus produtos diferenciados, não apenas no design mas também pela qualidade, é uma longa jornada”.

Por isso mesmo, os especialistas da marca avaliam que é necessário entender o dinamismo do mercado. No caso dos calçados, eles precisam estar atentos a todos os novos lançamentos, aos pontos de vendas e até mesmo com a comunicação direta com o seu cliente.

“O investimento não pode ser visto unicamente no quanto é dedicado à abertura do negócio. O investimento é constante. Está no conhecimento, na atualização, nas equipes, na criação de novidades…”, aconselha Carlos Mestriner.

3 – A venda

O último dos passos que temos aqui é sobre as vendas. Afinal, qualquer um dos negócios para o público infantil que você criar terá que pensar na comercialização do produto ou do serviço – somente assim dá para ganhar dinheiro.

Para a Klin, a força de venda é essencial para que qualquer tipo de negócio dê certo. Isso vai envolver não apenas precificar o produto. Mas, também será necessário contar com uma boa equipe de venda e pós-vendas, além dos canais de comercialização.

“Por isso, não esqueça de oferecer produtos de alta qualidade e sempre atualizados”.

Bônus – os diferenciais de venda da Klin

E antes de finalizar o conteúdo, se você ficou interessado em saber como a Klin faz isso. Considere pensar em características específicas para cada fase da vida da criança.

negócios para o público infantil

Para bebês – o sapato para o bebê deve servir, especialmente, para a proteção dos pés dele. Afinal, ele tem o pezinho muito sensível. Por isso, o produto precisa ser molinho, sem sola rígida, com materiais macios e fechamentos práticos.

Para bebês que engatinham – nesse caso, o calçado precisa ser suave e leve, com sola flexível e um calce que envolva todo o pé, sempre pensando em protegê-lo.

Até 1 ano – é importante que o calçado seja macio, com materiais antialérgicos, confortável, flexível e seguro, sem acessórios removíveis para evitar que sejam levados à boca.

Entre 1 ano e 3 anos – o mais indicado é ter uma palmilha anatômica para dar sustentação o crescimento correto dos pés. Então, dá para pensar em solados antiderrapantes, anatômicos, seguros e confortáveis.

A partir dos 4 anos – os calçados devem ser resistentes, com materiais respiráveis e anatômicos – para a criança correr bastante e se aventurar.

Gostou de aprender sobre o mercado infantil com a Klin? Saiba que você também pode aprender com os criadores de a Galinha Pintadinha. A gente tem outro conteúdo que conta a história dessa marca. E ela também é incrível e pode te inspirar. Saiba mais.

PROPAGANDA