Descubra como manter um negócio 100% digital com marketing de vendas

Criar um negócio 100% digital não é uma tarefa fácil, mas mantê-lo é mais difícil ainda.

O lado bom disso tudo é que é totalmente possível, mesmo porque se não fosse assim, não estaríamos aqui hoje para falar disso, não é mesmo?

Já faz algum tempo que as pessoas estão conhecendo os negócios totalmente digitais, no entanto, uma grande parte delas ainda não sabe exatamente do que se trata… O que é um negócio digital?

Tem uma comparação muito simples para quem ainda não entende desse mercado e que faz com que elas consigam entender o assunto com mais facilidade.

Vamos supor que hoje você tem uma loja, sendo um restaurante ou qualquer negócio físico.

PROPAGANDA

Daí, você quer divulgar seu negócio físico na internet, certo?

Você pode usar o marketing digital para isso.

Como resultado, você está fazendo a comunicação digital do seu negócio físico.

Então, a gente entra na comunicação, mas o seu negócio ainda é físico porque você está só fazendo a comunicação no âmbito digital.

E você que quer montar um negócio digital?

Aí é diferente porque você vai criar um site em que você vai criar seus produtos digitais e você vai oferecê-los a seus clientes.

Logo, você pode ter um negócio físico e também um negócio digital.

Negócio com comunicação digital e negócio digital

Então, de fato, todo mundo consegue ter os 2 negócios quando passa a entender a diferença de um negócio físico que faz a comunicação digital e um negócio que já é digital.

Esse assunto é importante porque hoje em dia existe uma dificuldade que as pessoas têm de entender que para ter um negócio você não precisa vender um produto físico em si. Já que ele pode ser online, como o infoproduto.

Por exemplo: um negócio 100% digital faz o que? Pode vender produtos que são digitais.

O negócio é 100% digital, quase sempre, é aquele onde os produtos são 100% digitais, ao passo que até mesmo as entregas são feitas digitalmente, como através do e-mail.

Dessa forma, o empreendedor não precisa ter um estoque para vender o produto e ele não precisa estar guardado fisicamente também.

Isso sem contar que não precisa ficar fazendo pacotes, entregando pelo correio, controlando o estoque, etc.

Os produtos não tem o controle de estoque e esse é um benefício.

Assim sendo, dá para vender em alta escala e isso traz uma liberdade para o empreendedor trabalhar de qualquer lugar do mundo.

Agora, como ter um negócio 100% digital?

O 1º ponto é você oferecer alguma coisa que tenha a ver com o negócio digital, como os produtos digitais.

Mas, o que são os produtos digitais?

São aqueles que têm as entregas feitas automaticamente por e-mail.

Como, por exemplo, e-books, cursos online e por aí vai.

Como um curso que você vende como afiliado, talvez. Enfim, qualquer outro produto digital, plugin, template.

E tem outra coisa: você também pode oferecer serviços digitais, como a montagem de um site, por exemplo, entende?

  • Se você é um web design, você pode oferecer os seus serviços para a criação de sites.
  • Se você é uma coach, você pode oferecer consultoria.
  • Enfim, existem vários serviços que podem ser prestados 100% online.

O que precisa para ter um negócio 100% digital?

Você precisa de produtos para oferecer assim como um negócio físico também precisa.

Porém, você vai oferecer produtos digitais, tá bom?

Você também precisa de uma estrutura de trabalho online.

Afinal, tem que ter a comunicação digital para você construir a sua presença nas redes sociais, fazer a divulgação.

Porque assim como o negócio físico, você também deve fazer a divulgação do seu produto ou serviço, só que agora muito mais focado nas redes sociais e outras plataformas digitais.

A diferença é que o seu negócio é digital, né.

Só que nem por isso você vai deixar de fazer a sua comunicação digital.

Então, o que muitas pessoas confundem hoje em dia é o fato de ter o negócio online e achar que por isso não precisam das campanhas publicitárias.

Você faz a sua comunicação digital, você vende os seus produtos e oferece o seu serviço… Como qualquer negócio, só que agora tudo acontece no online.

Aumentar e manter o negócio 100% digital

Aqui a conversa vai ser ainda mais franca do que você leu até agora…

O marketing de vendas é a parceria ideal para crescer o seu negócio 100% digital.

Os 2 pilares essenciais do centro de lucratividade de qualquer empresa é o marketing e também as vendas. São fundamentais para o crescimento de toda e qualquer empresa.

Pensando nisso, vamos apresentar aqui algumas estratégias, que nada mais são do que alguns temas relacionados ao marketing e as vendas que são importantes para você conseguir alavancar, melhorar e manter as receitas da sua empresa.

Marketing e vendas não são a mesma coisa, tá?

Mas, aqui neste conteúdo, certamente, servem ao mesmo propósito.

Isso porque ambas as atividades são vitais para todas as empresas, sejam elas multinacionais ou pequenos negócios, como um microempreendedor individual.

Possivelmente, as maiores empresas terão departamentos separados para marketing e vendas… E até aí, tudo bem.

Mas, as atividades que fazem parte de ambos os mundos precisam estar presentes em empresas de qualquer tamanho para o negócio prosperar.

O marketing e as vendas lidam com as necessidades do consumidor, procurando as melhores formas de atendê-las ao mesmo tempo em que atingem os objetivos estratégicos da empresa.

Quando trabalhados juntos, geram as inovações necessárias para manter o negócio competitivo e relevante no longo prazo.

Basicamente, entenda como os 2 conceitos influenciam na empresa:

– O marketing foca nas atividades que acontecem antes da venda propriamente dita, atraindo a atenção de possíveis clientes.

– As vendas lidas diretamente com o cliente, colocando em prática aquilo que foi planejado por marketing e construindo relacionamentos mais próximos e verdadeiros com os consumidores.

Ao passo que o marketing e as vendas não funcionam separadamente, portanto vamos ver como você pode unir as forças dessas 2 áreas para impulsionar o sucesso do seu negócio.

A inseparável relação do marketing e das vendas

Nem mesmo o melhor vendedor faz um excelente trabalho sem que haja uma preparação anterior.

Mesmo com o produto é uma necessidade… Quem tem conhecimento e estudo cria mais chances e mais possibilidades.

É como tentar dirigir um carro em um dia de muita chuva sem os para-brisas funcionando.

Marketing e vendas funcionam muito melhor juntos do que separados.

Os mercados mudam a todo o momento e quem está focado nas vendas, ou seja, no momento presente certamente não irá conseguir vislumbrar todas as mudanças possíveis para o futuro e as inovações necessárias.

Esse deve ser o papel do marketing: ser o para-brisas e o GPS do motorista (no caso do time de vendas) que dirige na chuva e dar ao time todo o cenário favorável para que ele faça sua parte.

Se o marketing foca apenas em concretizar as vendas de curto prazo, a empresa não estará preparada para o mercado do futuro – o que limita o crescimento do negócio.

E como estamos falando em manter um negócio 100% digital, então, esse não é o foco!

As habilidades necessárias para vender, ou seja, o foco total no presente são, de certa forma as habilidades de marketing, que incluem olhar para o presente, mas também pensar e antecipar o futuro.

Dificilmente, uma única pessoa ou time irá conseguir fazer as 2 coisas com maestria.

Então, o conselho aqui é bem simples: unir marketing e vendas, mas ter times separados para fazer ambas as funções!

Apesar de vendas conseguir ter um bom conhecimento a respeito dos consumidores é preciso lembrar que esse relacionamento está apoiado na transação de venda, o que pode ativar o instinto de defesa dos leads.

É preciso de alguém que olhe essa situação de fora, sem o envolvimento tão pessoal que a venda exige.

Por isso que a boa relação entre marketing e vendas é tão importante para toda empresa, seja ela pequena ou grande.

O papel de marketing e vendas na jornada de compra

Geralmente, os leads se movem através do funil de vendas, partindo do que chamamos de leads frias.

Leads frias, o que é isso? São aquelas que não conhecem a empresa, a marca ou o produto até chegar ao estágio de lead quente!

É talvez o futuro cliente, sabe?

É alguém que está muito próximo de virar um consumidor.

Cada parte específica do funil de vendas exige uma estratégia ou tática diferente relacionada a marketing e vendas.

Isso deve variar também de acordo com o mercado, se é B2C ou B2B.

Geralmente, no mercado B2B, o vendedor é essencial para a finalização do processo de compra enquanto no mercado digital, o cliente pode chegar até o carrinho de compras sem entrar em contato com ninguém, nem do departamento de suporte, nem de vendas.

Porém, a atração e a nutrição de leads costumam ser responsabilidade do marketing em ambos os mercados, que aquecem o lead e o preparam para a venda.

Quem é mais orientado para vendas pode transferir essa característica para o seu negócio e acabar por não qualificar e aquecer seus possíveis clientes, gerando muito menos produtividade e resultado no processo de venda.

Por outro lado, empreendedores mais reservados e avessos as táticas de vendas online ou não podem não ver os resultados da sua estratégia de marketing porque esquecem do  lado humano e do contato pessoal que as vendas diretas podem trazer.

As estratégias de marketing e vendas

Para encontrar o equilíbrio ideal entre marketing e vendas na sua estratégia e manter um negócio 100% digital, a 1ª ação é passar a classificar seus leads, que são os seus potenciais clientes.

Mas, fazer isso, separando-os em: frios, mornos e quentes.

Essa divisão deve ser feita da seguinte forma:

  • Quanto menos interação e menor demonstração de interesse, mais frio é o lead.
  • E quanto mais próximo de finalizar uma venda, mais quente.

Cada um desses grupos necessita de estratégias e táticas diferentes para aumentar seu engajamento, afinal cada um deles está em eu próprio processo.

Sabe, vale a ideia do funil de vendas mesmo.

Tem quem está muito perto de comprar, já aqueles que ainda estão conhecendo a marca e o produto.

Então, isso necessidade de ações diferentes para cada tipo de lead.

Por exemplo, se você faz uma oferta logo de cara para um lead fria, suas chances de vender são quase nulas. Porque a pessoa ainda nem te conhece, entende?

No entanto, se você oferece conteúdos educativos para quem já está a um passo de compra, pode estar desperdiçando uma oportunidade de ouro de fechar um negócio.

Para os Leads Frios

Dessa forma, separamos algumas das táticas de vendas que podem ajudar você a alcançar leads frias. Atenção, valem muito a pena para leads frias, ok?

  • Networking
  • Ligações frias
  • Participações em feiras e eventos

Agora, mais uma coisa importante são as táticas de marketing para começar uma conversa com essas leads frias são:

  • Propaganda (online ou não)
  • Relações públicas
  • Mala-Direta
  • Promoções
  • Site
  • Conteúdo

E o que o empreendedor digital pode fazer é apostar em táticas de vendas.

Por exemplo, para atingir leads um pouco mais aquecidos e fazer a também chamada nutrição de leads, você pode apostar em táticas de vendas, que são ligações telefônicas de follow-up para quem demonstrou algum tipo de interesse ou mesmo as reuniões com clientes.

E a lista se estende para:

  • Webinários livres ou com foco em vendas
  • E mail marketing

Para o marketing você pode usar:

  • Propaganda
  • E mail marketing

Para os Leads Quentes

Quando o lead está bastante aquecido, você pode direcioná-lo para a página de vendas se o seu produto pode ser comprado de forma online.

No entanto, muitos clientes chegam até checkout ( carrinho de compras) e acabam  por não finalizar a venda. O que isso quer dizer?

Se isso acontecer, a melhor solução é contatar a pessoa preferencialmente por telefone ou pelo whatsapp para atender qual problema que impediu o cliente de comprar.

Dessa forma, você aprende com o erro, o que acaba sendo importante para quem quer manter um negócio 100% digital.

A interação pessoal é a melhor forma de fechar a venda!

Agora, caso não seja possível um contato personalizado, vale tentar outras formas, como via e-mail e um chat ativo, que podem ajudar muito a aumentar a sua taxa de conversão.

Caso tenha usado o marketing para atrair clientes para o seu estabelecimento físico, o princípio será o mesmo de usar a interação humana para resolver problemas e eliminar as possíveis objeções a compra que ainda restam.

Mas, se você fizer um bom trabalho de marketing usando o inbound marketing, o número de obstáculos entre seu cliente e o fechamento da venda será menor.

Agora Vai!

Passando de marketing para vendas, se pergunte: Quando o lead está pronto para receber uma oferta?

Isso tem a ver com manter uma loja online digital totalmente ativa e lucrativa.

Marketing e vendas tem o mesmo objetivo em comum, não há dúvida alguma.

Porém, ambos precisam entender as diferenças entre os leads e qual o momento certo de passar da ação de marketing para vendas.

Por isso que você precisa de um funil de vendas!

O funil de vendas é um plano de etapas por onde as pessoas passam desde que conhecem sua marca até o momento da venda.

O resultado disso tudo é que o funil de vendas é importante como etapa do marketing digital para todo empreendedor manter um negócio 100% digital de sucesso.

PROPAGANDA