MEI precisa emitir nota fiscal? Descubra

ANÚNCIO

Trabalhar para si mesmo é o sonho de algumas pessoas, mas para isso os caminhos nem sempre são tão fáceis. Se esse é o seu sonho e você já tentou abrir seu próprio negócio sabe muito bem do que estamos falando.

Ser MEI pode te ajudar muito nisso, algumas empresas hoje estão contratando serviços de pessoas que possuem um número de CNPJ e trabalhando como se fosse outra empresa prestando serviço para elas. É uma boa maneira de fazer seu dinheiro de acordo com o seu próprio ritmo.

ANÚNCIO

Então algumas pessoas estão começando a optar por fazer uma MEI, mas como que funciona? Os tributos serão os mesmos do que os das outras empresas? Compensa mesmo trabalhar sendo um MEI?

MEI precisa emitir nota fiscal? Descubra
Fonte: (reprodução/internet)

 

É exatamente sobre isso que iremos falar um pouco mais neste artigo. Entenda como vai funcionar todas as taxas e emissão de notas de serviço ao se tornar um MEI.

ANÚNCIO

O MEI

O Microempreendedor Individual, também chamado de MEI, foi criado dentro do regime do Simples Nacional para incentivar os microempreendedores que estavam começando seus negócios. Afinal, ele é uma maneira mais fácil e mais barata de emitir notas fiscais e ainda contratar alguns funcionários.

Então, sim, o MEI precisa emitir nota fiscal de todo o serviço que for prestar como microempreendedor, mas ao mesmo tempo eles estarão isentos de todas as taxas e tributos federais, como por exemplo o imposto de renda e o PIS. Essa então é a melhor maneira de começar sua empresa conforme todas as leis do Brasil.

As pessoas físicas que trabalham com seu próprio negócio passaram a ter um CNJP e com isso alguns benefícios vieram. Exemplo disso é o crédito mais fácil para o caso de querer investir na sua empresa e não ter todos os recursos necessários.

Como abrir o meu MEI?

Essa é mais uma das vantagens para os microempreendedores, se tornar um MEI é muito fácil. O governo criou uma plataforma onde você pode fazer seu cadastro e ali mesmo gerar o seu novo CNPJ.

Através do Portal do Empreendedor você já consegue fazer seu cadastro e rapidamente gerar o número do seu MEI e CNPJ. O melhor é que a plataforma é bem simples e tem muitas informações para você ficar sabendo um pouco sobre tudo o que é permitido fazer sendo um microempreendedor.

Ao entrar no site, basta clicar em Formalize-se e colocar todos os dados necessários, como o RG e título de eleitor. Depois, eles irão disponibilizar algumas declarações para serem preenchidas e assinadas. Então, ao concordar com tudo, você já vai finalizar seu cadastro e já pode começar a usar seu novo CNPJ.

Um app feito para você

Bom, como o MEI precisa pagar uma mensalidade para usar todos os serviços e benefícios, o Governo criou uma aplicativo que pode ajudar muito sua vida. Através dele, você consegue ter as seguintes funções:

  • Emitir os boletos do DAS – Documento de Arrecadação do Simples Nacional;
  • Ficar por dentro da situação dos seus cadastros, caso precisem ser atualizados fica bem simples;
  • Entender toda a sua situação dos débitos tributários, mensalmente;
  • Ainda vai contar com um campo com algumas informações gerais sobre o MEI.

O aplicativo está disponível para o iOS e para os telefones Androids e é gratuito. Para baixar, basta buscar por MEI Fácil na caixa de busca na loja de apps.

De fato é uma plataforma para ajudar o microempreendedor, pois não terá nenhum custo a mais. É apenas uma forma de ter tudo sob controle e continuar com seu negócio dentro da lei.

ANÚNCIO