Jovem aprendiz Banco do Brasil – Como se inscrever

ANÚNCIO

O Banco do Brasil é um dos maiores bancos do país e pode ser encontrado por quase todo o território brasileiro. A vantagem de ter uma instituição de nível nacional, é poder contar com as inúmeras oportunidades de emprego que este branco oferece.

Há vagas para vários segmentos internos no banco, mas um dos melhores programas do Banco do Brasil, é o Jovem Aprendiz, que dá centenas de vantagens para adolescentes e jovens que ainda não ingressaram no mercado de trabalho. 

ANÚNCIO

A Lei de Aprendizagem de Nº 10.097/00, conseguiu alterar a trajetória de vida de centenas de jovens e adolescentes brasileiro. Por isso, nossa equipe resolveu explicar como os jovens deste país podem aproveitar para se inscrever no processo seletivo do programa no Banco do Brasil. 

Jovem aprendiz Banco do Brasil - Como se inscrever
Fonte (reprodução/internet)

Quer saber como se inscrever no programa Jovem Aprendiz e trabalhar no Banco do Brasil? Então continue a leitura agora mesmo e descubra como participar do processo seletivo da instituição. 

Banco do Brasil

A sociedade de economia mista Banco do Brasil, é considerado mista por ter participação do Governo Federal em pelo menos 50% de suas ações. É um banco estatal, que tem como cultura e ambição incorporar um “espírito público”, competitivo e rentável para o país. 

ANÚNCIO

Foi fundado em 1808 e é considerado até os dias atuais a primeira instituição econômica do Brasil. Atualmente, possui mais de cinco mil agências e 40 mil terminais por todo o território nacional. A instituição também pode ser encontrada em mais de 21 países, além do Brasil, e graças a seu enorme desenvolvimento também é capaz de gerar milhares de empregos.

De acordo com os dados encontrados disponíveis na internet são cerca de 109 mil funcionários e a cada ano esse número se transforma, o Programa Jovem Aprendiz é um dos principais responsáveis por essa mudança no quadro de funcionários da instituição. 

Lei nº 10.097/00

A Lei de Aprendizagem ou do Aprendiz prevê que jovens de 14 a 24 anos devem ser contratados em instituições de médio e grande porte, privadas e públicas por todo a extensão do território nacional. O número de jovens estipulado pela Lei precisa corresponder de 5% a 15% do quadro de funcionários de uma empresa. 

A determinação positiva foi criada com o intuito de fomentar a participação do jovem no mercado de trabalho brasileiro, sem que de fato o trabalho prejudique de alguma maneira os estudos de jovens e adolescentes participantes do programa. A Lei foi sancionada oficialmente em dezembro de 2000 e regulamentada por decreto em 2005.

Programa Jovem Aprendiz

Para participar do Programa do Governo Federal Jovem Aprendiz é preciso ser estudante de ensino fundamental ou médio. Alunos portadores de deficiência não ficam sujeitos ao limite de idade e podem ser contratados através do programa a qualquer momento. 

O aluno deve dispor de vontade e compromisso para aprender, o programa funciona como uma preparação para o mercado de trabalho. A metodologia do programa é baseada no ideal de conseguir integrar o conhecimento profissional ao teórico. O fim do programa é fomentar a prática de um conhecimento profissional para o estudante. 

As empresas por sua vez, ao integrar o programa, devem dispor de “instrutores” que trabalhem esses conhecimentos com os jovens aprendizes. Que devem manter a assiduidade e a produtividade escolar e no trabalho em dia. 

Quem pode participar do Programa Jovem Aprendiz

O Programa no Banco do Brasil é apresentado em duas modalidades, o Programa Aprendiz BB, onde é preciso ter idade entre 15 à 16 anos (incompletos), renda familiar de até um salário mínimo, estar cursando o ensino fundamental (oitavo ano) em ensino público, ou privado desde que o aluno seja bolsista. 

A outra modalidade Programa Jovem Aprendiz, prevê que podem participar do processo seletivo, jovens com idades entre 18 à 22 anos (incompletos), com renda familiar de até um salário mínimo e que estejam matriculados em escolas públicas ou privadas em que usufruam de bolsas de estudo.

Além disso, devem ser alunos desde a primeira série do ensino médio, ou mesmo que tenham concluído e não estejam cursando ou matriculados em ensino superior. 

Jovem aprendiz Banco do Brasil - Como se inscrever
Fonte (reprodução/internet)

Inscreva-se no Jovem Aprendiz do Banco do Brasil

Para se inscrever no processo seletivo do Banco do Brasil é preciso buscar fazer a inscrição em uma Entidade Sem Fins Lucrativos que seja parceira do BB. Uma dessas ESFL é o conhecido CIEE (Centro de Integração Empresa-Escola). 

Os contratos dos jovens são feitos por meio dessas ESFL e podem durar cerca de 24 meses, sendo vedada uma possível renovação após este período. São estas as unidades responsáveis pela realização do processo seletivo. 

Para saber onde se inscrever, é preciso que o jovem, ou adolescente, procure alguma associação responsável por ações sociais destinadas a jovens de sua região. Somente lá eles poderão descobrir quais são as entidades sem fins lucrativos de sua região que realizam o processo seletivo para o Bando do Brasil. Para mais informações acesse a página do Banco do Brasil.  

Benefícios para Jovens Aprendizes

Além de ser uma ótima experiência para jovens que ainda não tiveram suas carteiras assinadas, o programa oferece uma série de benefícios compatíveis para os cargos disponibilizados pelo Banco do Brasil, tal como vale-transporte, um salário mínimo, auxílio alimentação no valor de R$200,00, e plano de saúde.

Para os jovens de 18 a 22 anos a remuneração é de um salário mínimo e meio. A jornada de trabalho é de 4 horas diárias durante os dias úteis para os jovens adolescentes e, para jovens que saíram da adolescência, é de 6 horas diárias, também somente nos dias úteis. 

Carga horária dos jovens aprendizes 

A carga horária somatizada de jovens de 15 a 16 anos é de 1. 840 horas, sendo 30% delas destinadas à aprendizagem teórica e 90% a aprendizagem prática

Para jovens de 18 a 22 anos incompletos a carga horária constitui o montante de 2.760 horas, onde também 30% são designados para o aprendizado de conhecimentos teóricos e 70% dessas horas são destinadas à instrução de conhecimentos práticos. 

ANÚNCIO