10 razões para investir em marketing de conteúdo em 2018

Você conhece no mercado algum empreendimento digital que tenha obtido sucesso sem algum conteúdo de valor? Provavelmente, não. Eu mesmo nunca vi. Por isso, este artigo sobre investir em marketing de conteúdo em 2018 será tão importante para você.

Bom, não precisa muito para entender isso: o próprio Google é uma das maiores empresas de tecnologia do mundo (e das bolsas de valores) justamente porque tem muito conteúdo.

Você nem precisa fazer uma grande análise para entender que precisa ter mais conteúdo de qualidade para seus públicos, né.

Se você se encaixa no grupo de empreendedores que acham que não tem criado conteúdo suficiente, basta clicar aqui e ver um vídeo que postei nos últimos anos e tem tudo a ver com esse assunto.

Uma dura verdade…

Agora, se você está produzindo conteúdo, mas não está conseguindo o retorno esperado, talvez o problema seja a qualidade dele.

Ou, às vezes, nem sempre é a qualidade e sim à distribuição dele.

Oras, de que adiantaria você usar várias horas do seu dia e da sua produção para os conteúdos, se eles não alcançam seus públicos alvos?

Aqui no meu blog (nomadan.org) já citei certa vez um artigo que foi escrito em 1996, por Bill Gates e chama-se “Conteúdo é Rei”.

Se você tem interesse em ler este texto traduzido, clique aqui.

Mas, não criei este artigo para falar de como criar ou distribuir conteúdos e sim sobre os motivos que levam (ou deveriam levar) os empreendedores digitais a investir em marketing de conteúdo em 2018.

Então, vamos ao que interessa!

Aliás, não deixe de ler o artigo até o fim porque teremos um bônus: tipos de conteúdos para blogs!

10 razões para investir em marketing de conteúdo em 2018

Você já deve saber que o marketing de conteúdo é um dos setores que auxiliam o crescimento das empresas porque conseguem fidelizar os clientes e aumentar as vendas.

E assim, bastante sinteticamente, podemos dizer que a criação de conteúdos vai desde os originais até a redefinição de novas estratégias e os formatos deles.

O marketing de conteúdo não visa a venda final, em si.

Mas, é um processo que atinge diferentes públicos em diferentes situações.

Você já ouviu falar em funil de vendas, não é mesmo? – falaremos disso mais amplamente em outro artigo.

Confira agora algumas razões para investir nesse mercado hoje mesmo!

1 – O aumento do ROI

O ROI é o Retorno sobre Investimentos.

Ele mostra se o capital investido em algum período gerou lucros ou gerou prejuízos.

Quando planejado de forma coerente, o ROI é positivo.

Com a aplicação do conteúdo, aumenta-se o valor da marca e também das vendas.

E esse é um dos motivos para investir em marketing de conteúdo em 2018.

Isso porque a mensuração do ROI vai dizer se a estratégia de conteúdo será continuada ou modificada.

  • O conteúdo criado trouxe novos clientes,
  • Fez a empresa economizar dinheiro,
  • Reteve esses clientes?

Um estudo feito pela HubSpot há alguns anos mostrou que mais de 540% das empresas tiveram como principal fonte de clientes as práticas de inbound marketing.

2 – É investimento

O marketing de conteúdo tem que ser visto como investimento e não gasto.

Logo, uma campanha tradicional tem que ser moldada para o seu público, em contrato temporal.

Quanto mais o anúncio estará no ar, maior o valor.

No caso do marketing de conteúdo não é assim que funciona: o investimento é mais barato e a tendência é que o retorno cresça a cada dia que passa.

Se o seu conteúdo for valioso e relevante, ele sempre será um atrativo, uma atração e um elo importante para a estratégia.

Aqui estamos falando em algo chamado de conteúdo evergreen – que é aquele que ultrapassa o tempo e é durável por um longo período.

O seu futuro cliente pode acessar o artigo hoje ou daqui 5 anos, que ele vai continuar fazendo sentido, sendo atual, importante. Portanto, o investimento é muito válido.

E por que essa é uma das razões para investir em marketing de conteúdo em 2018?

Porque como todo bom investimento, ele vai gerar retornos financeiros no longo prazo.

3 – Segmentação

Esse é um tópico complementar aos anteriores.

A segmentação é uma das vantagens do marketing de conteúdo.

Isso porque essa forma de gerar conteúdos pode ser feita de forma segmentada – o que é uma novidade frente ao marketing tradicional.

Se você faria um investimento em um outdoor ou em uma página de revista, teria que pensar em algo mais geral para atingir o maior número de pessoas possível.

Agora, não.

Você pode mandar um e-mail marketing bastante especifico para algumas pessoas.

E é dessa forma que toda empresa consegue chegar diretamente às suas personas.

Ah, é importante dizer que essa segmentação, muitas vezes, demanda mais tempo do que propriamente investimentos financeiros.

4 – Mensuração

A partir da segmentação e do ROI, será possível conseguir mensurar os resultados.

Outro dos motivos para investir em marketing de conteúdo em 2018 é que você pode testar tudo a todo o momento.

Se estiver dando certo, você dá continuidade. Se não, você muda.

E você não precisa de muito para saber que mensurar resultados é um fator essencial para a melhoria constante dos resultados.

Quer entender isso melhor?

Então, pensa no tráfego…

  • Como será que está indo a sua estratégia?
  • Ela chega ao cliente?
  • É convertida?
  • Dá para identificar quais são os pontos positivos e os negativos da sua campanha?

Tudo isso vai gerar retornos e análises.

5 – É mais barato

Quase todas as campanhas digitais são mais baratas do que as tradicionais.

E, dessa forma, é possível priorizar os anúncios da comunicação – isso a torna rentável.

No marketing de conteúdo, não há custos diretos para criar perfis nas mídias e comprar layouts – e isso é muito mais em conta do que os anúncios feitos na TV ou nas revistas.

Além do que estamos falando em conteúdos evergreen – que são duradouros.

Aliás, você sabe como criar artigos de conversão (para vendas imediatas)? Aqui no Nomadan.org, eu costuma indicar um curso do João Martinho, chamado SEO para Afiliados!

Se você está surfando nessas ondas agora e quer dar um up no seu negócio, conheça o curso e tire suas próprias conclusões – sem compromisso.

> Curso do João Martinho – Seo para Afiliados!

6 – São versáteis

Outra das razões para investir em marketing de conteúdo em 2018 é que eles são versáteis para várias estratégias da sua empresa.

Você pode ter uma estratégia configurada para a sua empresa, pequenas ações para gerar leads, campanhas para fidelizar clientes… Em tudo é possível inserir o marketing de conteúdo.

Por exemplo, o e-mail marketing é um aliado nesses pontos todos.

Você pode enviar campanhas para suas listas de clientes.

E pode também aliar outros conteúdos para essas mensagens, disponibilizando materiais para pessoas especificas, com ofertas também exclusivas.

Quer outro exemplo? Você pode usar o material criado para um blog como conteúdo para as mídias sociais – através do compartilhamento no Facebook e no Twitter.

7 – Especialização

Com o marketing de conteúdo dá para mostrar para o mundo que você consegue ser especialista no seu mercado de atuação.

Hoje em dia a informação é constante na vida das pessoas e isso faz com que elas façam muito mais seleções do que antes – os leads vão comprar as empresas que sabem o que estão fazendo.

A ideia do marketing de conteúdo é, entre outras, posicionar o seu negócio como referência de mercado – e isso tem a ver com produtos, serviços e tudo mais que for relevante.

8 – Educar o mercado

Outro motivo para investir em marketing de conteúdo em 2018 é educar o mercado.

E isso é um ponto fortíssimo.

Existem segmentos (especialmente o de tecnologia) que a aplicação dos serviços e o uso dos produtos são bastante específicos e mais complicados de serem entendidos.

Então, com o conteúdo de qualidade é possível educar as pessoas na hora de encontrem soluções para seus negócios e que sejam adequadas a elas.

Isso prova que os mercados mais segmentados também podem se beneficiar do conteúdo.

9 – Informação é tudo

Como você acha que os compradores chegam até seus produtos?

Geralmente, eles usam ferramentas digitais para tirar dúvidas e encontrar as soluções para seus problemas.

Algumas vezes, nem eles sabem que tem esses problemas que podem facilmente ser resolvidos.

É a partir do marketing de conteúdo e online que se pode aprender mais sobre negócios.

A ideia geral consiste em criar conteúdos perenes e relevantes para suas personas.

A partir disso, as pessoas conhecem mais o seu negócio, interagindo com o conteúdo.

10 – Aproximação

A última das razões para razões para investir em marketing de conteúdo em 2018 é sobre a possibilidade de aproximar a sua marca do seu cliente.

Não podemos deixar de destacar que o marketing de conteúdo ajuda a sua empresa a ter contato direto com seu público-alvo.

A ideia é a seguinte: visitantes, leads, clientes.

Essa é uma ordem de sucesso no marketing digital.

E quanto mais eficiente, dinâmico e relevante for o seu conteúdo, mais sucesso terá nesse cronograma de vendas.

Há quem diga que usar o conteúdo é a melhor foram de engajar o público

E você o que acha?

Tem investido no marketing de conteúdo?

Acha um gasto desnecessário ou realmente é relevante para aumentar suas vendas digitais?

Comente!

investir em marketing de conteúdo em 2018

Bônus – tipos de conteúdos para blogs

Como o assunto é marketing de conteúdo, decidi por compartilhar com vocês algumas ideias para os blogs – que é uma das principais fontes de divulgação de tais informações.

O objetivo é que você use conforme a sua necessidade e o seu público.

Existem conteúdos que são criados para ensinar, outros para conectar, transformar, unir, refletir.

E, por mais indireto que seja, há conteúdos para vender também.

Confira os principais tipos e as diferenças entre eles.

Infográfico

Hoje há um número maior de empreendedores que usam essa opção, é verdade.

Só que nem sempre foi assim.

A ideia central de um infográfico é usar o conteúdo em parceria com as imagens – e resumir o assunto em números.

O infográfico tem objetivos variados e um dos principais é captar leads – fazendo com que os visitantes forneçam nome e e-mail para que seja incluído no mailing list.

Ebook

Também é bastante usado como conteúdo estratégico para captar leads.

Logo, para acessar o ebook, o visitante tem que se cadastrar.

Ele também pode ser importante para aumentar a marca da empresa no mercado.

Vídeos

Os vídeos, especialmente no Youtube,  aumentam a interação da empresa com o público.

Eles são mais dinâmicos e versáteis do que um texto e ainda pode te fazer ganhar algum dinheiro a mais, a partir do número de visualizações.

O ideal é produzir vídeos que tenham cunho didático e que seja relevante para o seu setor de atuação.

Casos de sucesso

Outra forma cada vez mais comum de criar marketing de conteúdo é através do estudo de casos de sucesso.

Essa é uma ferramenta fundamental para conseguir maior autoridade sobre sua importância.

É a partir desses relatos que as pessoas podem entender como você pode ajuda-las a solucionar problemas.

Entrevistas

Esse tópico complementa o anterior.

Dentro dos casos de sucesso é possível citar entrevistas, que têm impactos positivos também.

Se você tem parceria com personalidades públicas ou influenciadores digitais, pode ganhar peso em termos narrativos e de informações educacionais.

Isso torna tudo mais didático e totalmente inspirador!

Guias e passo a passo

Esses conteúdos têm formatos listados ou que servem como guias para as pessoas que querem aprender fundamentos na prática.

A proposta é entregar informações práticas e objetivas.

O importante é notar que todo conteúdo, independente do seu tipo, tem que ser feito de forma educativa, a ensinar as outras pessoas com algo.

Se você consegue destacar o seu negócio como sendo uma proposta de ajuda para impulsionar o negócio de outros empreendedores, então, você tem grande chance de ter sucesso.

Da redação

Add Comment