Sebrae cita 4 ideias de negócios do Mercado Digital para quem quer empreender

ANÚNCIO

Com o início da pandemia em todo o mundo, o Sebrae viu uma grande demanda do mercado pelo empreendedorismo. Assim, notou que muita gente quer se tornar dona do próprio negócio, mas não sabe por onde começar. O resultado foi 4 ideias de negócios do Mercado Digital.

Aliás, não foram somente essas 4 ideias, obviamente, o Sebrae citou 350 ideias de negócios para quem quer empreender. E dividiu tudo isso por categorias. Nós buscamos aquelas que são focadas no mercado digital, o que inclui: assistência técnica em informática e floricultura virtual, por exemplo.

ANÚNCIO

Abaixo, nós vamos explicar cada uma dessas ideias de negócios que foram indicadas. Lembrando que as informações são do Sebrae. E nós vamos mostrar como ver todas as sugestões da Instituição no último tópico desse conteúdo. Por isso, não deixe de ler o material até o fim.

1 – Floricultura Virtual

O Sebrae explica que essa é uma atividade que comercializa produtos através das tecnologias de informática e telecomunicações. Ou seja, tudo funciona através de um e-commerce ou de uma loja virtual, que são variações para quem quer vender online.

Entre as vantagens está o fato de permitir vendas a qualquer hora do dia e a qualquer dia do ano. No entanto, a instituição lembra que é preciso ter um espaço físico para estocar os produtos, que pode até ser em fornecedores parceiros.

ANÚNCIO

Também fala sobre as formas de recebimento dos pagamentos: boleto ou cartão de crédito. E do fato de que não existem barreiras legais, que já são comuns às empresas. Uma estimativa de investimento inicial é de R$ 25 mil, com lucro estimado em 25% ao ano.

Há uma planilha completa do Sebrae que mostra tudo o que é preciso para abrir uma floricultura virtual hoje em dia. Inclusive, com a estimativa de investimentos em todas as áreas, desde informática até mesmo o capital de giro. Leia.

2 – Assistência técnica em informática

A próxima das ideias de negócios do Mercado Digital que o Sebrae traz é sobre a assistência técnica em informática, no que é chamado de TI (Tecnologia da Informação). Assim, a ideia é mostrar como esse mercado estão em expansão.

Para falar disso, o Sebrae tem toda uma apresentação do negócio, que cita desde o mercado até a localização, as exigências, estrutura, pessoal, equipamentos, automação, investimentos, capital de giro e muito mais.

Nesse documento, o empreendedor (ou futuro empreendedor) poderá analisar cada ponto importante para criar o seu próprio plano de negócios. Para se ter uma ideia, entre os custos envolvidos, o Sebrae fala dos salários, aluguéis, contas domésticas, materiais e honorários.

Tudo isso não deve ficar acima dos R$ 7,7 mil mensais na visão da instituição. Interessou? Então, acesse o conteúdo online e leia por completo.

3 – Automação comercial

Nem todo mundo sabe o que é isso. Por isso, é importante a gente mostrar que é um dos mercados mais promissores do país. Basicamente, “é a capacidade de executar comandos de forma automática e sem a intervenção humana”, diz o Sebrae.

Sendo assim, é um recurso focado em transformar atividades manuais em processos automáticos. Logo, eles são feitos por máquinas. Então, é preciso desenvolver tecnologias para oferecer essa possibilidade no mercado.

Entre os exemplos, o Sebrae cita que dá para pensar na venda feita através de comandas eletrônicas por estabelecimentos comerciais como bares e restaurantes. Ou considerar a opção de ter balanças inteligentes em supermercados.

Pensando nisso tudo, o Sebrae também tem uma série de informações que vai ajudar o empreender a montar o próprio plano de negócios. Se tiver interesse, você pode acessar a página do Sebrae.

4 – Site de compras coletivas

A última das ideias de negócios do Mercado Digital é sobre criar um site de compras coletivas. E para entender melhor isso, vamos direto ao ponto: “o usuário faz o cadastro no site e começa a receber descontos por e-mail”.

Confira 7 ideias de produtos inovadores para vender na internet

Para dar exemplos práticos, o Sebrae cita o Groupon e o Peixe Urbano, que funcionam dessa forma. “Os empreendedores dão mais visibilidade para a empresa como para o produto ou serviço que é oferecido. O número de clientes atraídos é grande”, explica.

Assim sendo, dá para pensar também na avaliação dos custos para que se tenha uma empresa digital positiva. Quer saber mais? Leia a matéria do Sebrae que fala disso.

Outras ideias de negócios

ideias de negócios do Mercado Digital

Além do mercado digital, o Sebrae ainda tem ideias de negócios em outros setores, como economia criativa, petroquímico, construção, beleza, pecuária, móveis, veículos, alimentos, agricultura, moda, saúde, turismo e artesanato.

Se você quiser ver todas as ideias, saiba que pode acessar o conteúdo disponível no site do Sebrae. Lá você também encontra outros conteúdos sobre o empreendedorismo, seja para quem quer começar ou para quem quer aumentar os lucros.

ANÚNCIO