Tem como ficar rico sem precisar empreender hoje em dia?

Essa é uma pergunta muito boa que surgiu em fóruns de discussão na internet e que trouxemos como pauta para os nossos conteúdos. E sabe por que é boa a pergunta? Por que ninguém sabe, ao certo, qual é a resposta exata para isso.

Veja a pergunta que encontramos: -“Dá para ficar rico sem ser empreendedor? Pretendo manter uma vida com menos gastos e fazer investimentos. Isso pode ser o suficiente”?

E na pergunta ainda vem um complemento, onde a pessoa já inicia, inclusive, uma possível resposta. Ela diz: -“Acredito que acumulando patrimônio ao longo da vida chegaria a minha independência financeira”.

E você, concorda ou discorda?

Aqui separamos o conteúdo em 2 partes.

1ª parte: ganhar dinheiro na internet – A primeira é para falar sobre os produtos digitais, o empreendedorismo digital, as possibilidades que se tem para ganhar dinheiro e para ter fontes de renda que vem da ideia de ter o próprio negócio.

2ª parte: rico sem empreender – Depois, vamos falar sobre como ser rico sem empreender, tá bom? Mesmo porque apesar de nosso foco ser totalmente voltado para o marketing digital e para os produtos digitais e para as vendas online, temos que ser francos: tem como ficar rico sem isso!

E, assim sendo e sem mais demora, vamos direto ao ponto. O que a gente poderia contar sobre ganhar dinheiro na internet. Será que essa é uma fantasia ou realmente existe essa possibilidade? Vamos ver!

1ª parte: ganhar dinheiro na internet

O Sebrae já é um órgão muito conhecido no país por atuar diretamente no mercado de trabalho e em profissões. Ele diz que o empreendedor digital não somente é uma profissão que existe como uma das que mais crescem no mundo.

Assim, o profissional atua na internet, no que é dito como digital. Os seus argumentos para isso são voltados para fundamentos da inovação e das vendas, também.

O foco, como todo comércio mundial, é vender, comercializar, negociar e obter lucros. A diferença é que existem muitas vantagens frente ao trabalho convencional: horários flexíveis, local de trabalho flexível, formas diferenciadas de atuar.

Um negócio digital pode ser um e-commerce, por exemplo. Que nada mais é do que uma loja virtual. A vantagem da loja virtual para a loja física é que os gastos são menores (infraestrutura, principalmente).

Assim como pode ser também a produção de produtos digitais, que são ebooks (livros digitais), ou webinários (seminários online) ou áudios, vídeos, apresentações, etc.

Também dá para atuar como um vendedor online, que hoje em dia recebe o nome de afiliado. O afiliado é aquele cara que vai vender um produto que ele não produziu. E, fazendo isso, ele ganha uma comissão. Como acontece nas empresas mais tradicionais, sabe?

Então, sempre que você vier até o blog, possivelmente, vai lidar com temas como esses, que ditam a lógica do que é digital, dos produtos digitais, das vendas online, do marketing digital, das técnicas e plataformas tecnológicas.

Porque é isso que fazemos todos os dias!

Leia Mais: Como Comecei com o Empreendedorismo Digital

Por que optar por ganhar dinheiro online?

Tudo isso que falamos são fontes variadas que as pessoas têm nos dias atuais para ganhar dinheiro. Se por um momento parece ser necessidade (falta de emprego no tradicional e vai para o online) considere que já se tornou uma escolha.

Sim, muita gente prefere o digital porque ele tem vantagens incríveis frente ao tradicional.

Vamos citar apenas algumas delas. E começamos por falar que o ambiente virtual cresce muito nos dias de hoje em todo país do globo terrestre. Para se ter uma ideia, observe a informação, que antes estavam nos jornais impressos e hoje está, na maior parte, na internet.

E podemos falar também do dinamismo, ok? Tudo é mais flexível, inclusive, os formatos de contrato de trabalho. O que acaba deixando de lado a burocracia de papeladas, etc.

E agora vem outros 2 pontos importantíssimos que vão representar essa nova onda do empreendedorismo: dá para atingir bem mais gente e os investimentos são bem menores também. Logo, trata-se de oportunidades e não, necessariamente, necessidade. Compreende?

Para você entender isso: saiba que mesmo com um emprego fixo, com carteira de trabalho e tudo, você pode ter um negócio digital onde atua apenas aos finais de semana ou à noite. O que permite ganhar dinheiro extra, por exemplo.

Isso é incrível, não é mesmo?

O que é preciso para ser empreendedor digital

Ah, e tem outra coisa que é uma verdadeira motivação para as pessoas: ninguém precisa fazer um curso de empreendedor digital para ser um empreendedor digital. Obviamente, cursos podem ser valiosos para o conhecimento, mas não são obrigatórios.

Essa já é uma vantagem porque no âmbito tradicional tudo é obrigação: ter o curso de nível superior, ter o curso de inglês, ter o curso de informática… Na internet, no trabalho online, você só precisa provar que sabe mesmo que não tenha certificados ou diplomas.

Agora, também não podemos ficar aqui dizendo que tudo são flores nesse mercado, tá?

Quem resolver investir nisso vai precisar ter muita atenção, estudo, dedicação, aprendizagem, tempo e gostar de fazer isso, claro. O mercado é muito amplo e isso quer dizer que, de alguma forma, você precisa se destacar.

Mas, tudo bem, outra hora a gente fala como é que você pode se tornar um dos melhores empreendedores digitais… Agora, vamos voltar ao foco do texto: dá para ganhar dinheiro sem investir nessa área digital?

Dá sim! Quando você tem um bom emprego fixo e consegue controlar suas finanças, você também pode enriquecer. Não dá para saber se isso vai acontecer na mesma velocidade e proporção do mercado digital, mas que dá, pode ter certeza, que dá!

E já vamos te mostrar como!

Leia Também: Como abrir uma pequena empresa digital sem cometer erros em 5 passos

2ª parte: rico sem empreender

Todos que acreditam que não tem perfil empreendedor e que não levam jeito para a coisa do digital ou que simplesmente querem seguir a tradicional carreira de trabalhar em um emprego fixo, também há notícias boas!

Essas pessoas sempre cogitam assuntos e temas como ter um serviço público, contar com aposentadoria melhor, contar com seu esforço pessoal para crescer na empresa, contar com a sua carteira de investimentos…

Mas, será que isso funciona? E a resposta é sim, funciona!,

Você pode trabalhar durante 45 anos e conseguir juntar uma boa grana no fim das contas. E você pode também ter um bom controle financeiro e enriquecer antes disso.

Aqui, o que temos é algo diferente do empreendedorismo, tem a ver com a sua capacidade de juntar dinheiro, poupar dinheiro e acumular patrimônio em determinado prazo de tempo.

Isso considerando também a sua capacidade de fazer escolhas de investimentos, estudando sobre o assunto, envolvendo com o mercado financeiro, envolvendo se com o mercado de negócios, compra e venda, leilão, etc.

Alguma coisa que tem a ver com você não necessariamente pensando em empreender.

Os riscos de não empreender

Construir uma carreira ou talvez uma atividade pós carreira pode ser atividade empreendedora. Então, não vamos falar disso. Porque ao empreender ao montar o seu próprio negócio você elimina um risco que é de ser mandado embora.

Por isso, ser mandado embora, por exemplo, poderia significar um grande problema, ainda mais se a sua empresa não depende única e exclusivamente de você.

Até no órgão público existe esse risco, ainda que seja menor.

Imaginar de fazer carreira ou evoluir ao longo do tempo de repente não tem mais um concurso público, não tem mais a evolução, você tem uma estagnação profissional.

Então quanto você tem uma atividade empreendedora, você vai decidir quais projetos colocará em prática.

Quais iniciativas receberão  seus investimentos para que a sua fonte de renda vai se fortalecendo e você vai aumentando os ganhos ao longo da vida.

Empreender não é uma sugestão de oportunidade de negócios apenas.

Outros investimentos

Por fim, deixando de lado o empreendedorismo, acabamos chegando no resultado final deste conteúdo: você vai ter que buscar outras formas de investimento.

Vai ser preciso ter conhecimento para desenvolver um bom planejamento de negócios e, de certa forma, isso tem a ver com muitas restrições no consumo e muito investimento em aplicações.

Se você acha que não leva jeito para isso e não quer seguir esse caminho terá que ter um esforço adicional de investir na sua carreira, pensando em um plano de carreira. Mas, isso é um risco porque envolve não apenas o seu esforço, mas o que as pessoas e o mercado acham disso!

Ou seja, dá sim para construir a independência financeira sem passar pela atividade de negócios e sem ser o dono do seu próprio negócio. Agora, isso vale desde que você tome alguns cuidados adicionais.

Enriquecer investindo dinheiro mensalmente

Todo mundo que estuda o mercado financeiro sabe que a regra é sempre gastar menos dinheiro do que se ganha. Com a sobra disso, você investe e nas aplicações financeiras têm rendimentos. Os rendimentos vão se somando até o ponto que você tem um bom patrimônio.

Com um bom patrimônio acumulado, o seu rendimento passa a ser significante, o que quer dizer que você vai ter uma renda extra mensalmente vinda dos rendimentos. Esse é o segredo para enriquecer investimento. E sem pegadinhas.

No entanto, como em tudo na vida, o caminho também é um tanto quanto tortuoso.

Investir dinheiro em aplicações financeiras é sim um bom negócio. Você só tem que entender que isso também vai exigir de você aquilo que você não queria, o empreendedorismo na forma de pensar de forma criativa e estudar as melhores opções do mercado.

Não dá para achar que você vai enriquecer da noite para o dia investindo apenas R$ 50 na poupança. Entende isso? Investir R$ 50 na poupança pode ser um bom começo, mas só o começo.

Veja uma rápida simulação para entender isso…

Investindo R$ 50 mensais na poupança (base de 0,65% de rendimento mensal) durante 10 anos você teria algo acumulado em R$ 9 mil. É um bom dinheiro? Sim, mas não garante a sua independência financeira, entende?

Mas, vamos pensar de forma mais real. Supondo que você realmente queira enriquecer sem empreender e está disposto à isso. O prazo de 25 anos e com aplicação mensal de R$ 1 mil… Será que assim dá para juntar muito dinheiro?

Em 25 anos, poupando R$ 1 mil mensais na poupança, você teria algo como R$ 920 mil. Aí sim, estamos falando de ser quase milionário.

E chegamos a resposta final: dá para ser rico sem empreender, tá? De qualquer maneira, para ambos os casos, você vai precisar se esforçar.

Empreendedorismo digital e investimentos financeiros

No empreendedorismo digital, o seu foco deve ser em aprender técnicas e entender o mercado. Nos investimentos, o esforço estará na poupança mensal e no crescimento profissional.

Agora, uma pergunta que nós vamos fazer e sem te dar respostas é a seguinte: se juntarmos as duas ideias (empreendedor e investir) será que isso não geraria um resultado final incrível e impressionante ao longo dos anos?

Pense nisso e reflita… Quem sabe falaremos disso em um próximo artigo!

Add Comment