7 perguntas sinceras para escolher um nicho de mercado rentável

No marketing tradicional, atingir um grande número de pessoas é bom. No marketing digital, atingir o maior número de pessoas certas é que é o grande segredo. Por isso, vamos listar algumas formas sensatas para você escolher um nicho de mercado rentável.

Porque você pode ter a melhor ideia do mundo, mas se não souber se planejar e escolher seu mercado, dificilmente vai conseguir ter sucesso nas vendas.

Não é uma questão de ser prático – nem sempre quem tem muito dinheiro para investir consegue ter os melhores retornos financeiros.

Mas é, sem dúvidas, uma questão de ser franco – se você sabe o que está fazendo, com certeza, vai conseguir lucrar muito no seu negócio online.

7 perguntas para escolher um nicho de mercado rentável

Fizemos uma seleção das perguntas mais simples e ao mesmo tempo mais assertivas para você saber se está traçando o melhor caminho para lançar um produto ou entrar em novo mercado com seu serviço.

Leia.

1 – Quais os temas que você domina?

Para saber como escolher um nicho de mercado rentável para você, o ideal é começar por reconhecer quais os seus principais potenciais com este futuro tema.

Seja sincero com você mesmo: o que você gosta de fazer?

Ao saber a resposta para essa pergunta, você terá dado o 1º passo considerando que em qualquer área do marketing digital você vai precisar estar sempre estudando e buscando aprender mais.

Se você não gosta do tema é muito provável que acabe tornando todo trabalho mais chato.

O ideal mesmo é que você faça uma lista e inclua nela todas as suas preferências – sem ter nenhuma vergonha disso.

Entenda que o tema mais interessante para você pode ser aquele que vai mais ser rentável também: gosta de falar sobre relacionamentos amorosos, carros, saúde, esportes?

Se você quiser comprovar, vias de fato, se aquele assunto é mesmo o seu maior potencial, crie perguntas mais específicas, como:

  • O quanto você entende daquele assunto?
  • Já trabalhou com o tema antes?
  • Esse método e referência realmente funcionam?
  • Você consegue passar o seu conhecimento com facilidade?
  • Aliás, você é um especialista nesse tema?

Se todas as respostas forem positivas é muito provável que você tenha escolhido o nicho certo.

2 – O seu mercado é viável?

Não vai adiantar muita coisa você escolher um mercado que gosta se ele não tiver retorno.

Se você tem como pretensão ganhar dinheiro na internet, tem que escolher algo que una as suas habilidades com o potencial lucrativo.

Escolher um nicho de mercado rentável tem a ver com o seu perfil, sim. Mas, tem a ver, especialmente, com a rentabilidade do próprio mercado.

Uma ideia que pode te ajudar nesse tópico é você se lembrar de algum tema que buscou na internet e não teve bons resultados – pela falta de conteúdo ou pela superficialidade deles.

Isso é importante porque vai te ajudar futuramente, quando você começar a usar as técnicas de SEO e das palavras-chave.

Tem uma história real que foi publicada recentemente na internet (desculpe, mas não me recordo em qual site) de uma atriz/cantora que não teve sucesso ao buscar produtos sustentáveis para bebês no mercado.

O que ela fez? Ela criou esse mercado e tornou-se uma referência no assunto.

E isso aconteceu a partir de 2 pontos imprescindíveis:

  • Ela gostava do assunto (mesmo porque tinha filhos),
  • Ela encontrou um mercado que estava em falta com esses produtos.

E isso vai ser importante não apenas para lançar um produto novo.

Na verdade, a utilidade maior está na hora de posicionar a sua página no Google em determinados assuntos.

Quando eles são genéricos são head tail e quando são específicos, long tail.

Saiba mais sobre palavras-chave no vídeo abaixo:

Ambos são ótimos para segmentar o seu conteúdo e direcioná-lo para um público coerente.

Aqui na agência mesmo discutidos esse assunto recentemente.

Há uma diferença muito grande em usar simplesmente “marketing digital” e usar “como escolher estratégias de e-mail marketing”. O resultado é diferenciado.

E apesar desse tópico ter ficado extenso, acredite: isso vai ser muito importante na para depois que você escolher um nicho de mercado rentável.

3 – Qual sua análise sobre oferta e procura?

A questão da oferta e procura é bem ampla, mas fácil de entender.

Vamos fazer uma analogia ao mercado imobiliário. Quando o mercado tem muitos imóveis a venda ou para alugar, isso quer dizer que a oferta é grande.

A partir disso, acontecem vários “fenômenos”. O preço dele cai, por exemplo. Considerando que a busca é pouca perto da quantidade de opções.

Por outro lado, quando o número de pessoas que buscam tais oportunidades é maior do que o número de locais para alugar ou vender, então, a procura é que grande.

Isso é importante na hora de escolher um nicho de mercado rentável.

Sabe por quê?

Por que de que vai adiantar você construir mais prédios e apartamentos se não vai ter ninguém para comprar?

Ou seja, você vai produzir um conteúdo muito bom. E aí está ok.

  • Mas, quem vai consumir esse conteúdo?
  • Há pessoas que precisam deles?
  • Ele será útil para alguém?

Entender a oferta e a demanda do seu nicho é importante demais se você quer ganhar dinheiro online.

Como fazer uma pesquisa de oferta x demanda?

Se você pensou nisso, você fez uma boa pergunta!

Bom, existem ferramentas de busca de palavras-chave dos buscadores mais usados no mundo, como o Google.

Eles servem justamente para mostrar a demanda sobre alguns temas pelo qual você pretende produzir conteúdos, em termos de qualidade e também de quantidade.

Entre essas ferramentas, a mais conhecida é do Google Adwords Keyword Tool.

Mas, há também outras, como a Keywordtool.io e o Sem Rush.

É através delas que você vai conseguir saber se tem campo o suficiente para trabalhar. Tente buscar informações como:

  • Há demanda suficiente?
  • Com que frequência as palavras-chaves são buscadas?

Também vale a pena pesquisar sobre produtos similares, sites concorrentes e tudo mais que for importante para você conseguir trabalhar com assertividade.

Considere agora que esse 3º tópico é totalmente interligado ao anterior, quando falamos da viabilidade da sua palavra-chave, do seu tema.

Ambos são importantes para escolher um nicho de mercado rentável.

4 – Quais as tendências de mercado para o futuro?

Uma tendência é aquilo que está em alta e tem grandes procuras no momento – e no futuro.

Vamos a outra analogia.

Você sabe algum pouco sobre decoração para casas? Se não, vai aprender agora. Rs

O fato é que ao buscar tendências de decoração para casa, vamos encontrar objetos da moda vintage, que nada mais são do que uma reutilização de móveis do século passado.

Aqui, inclui-se: cadeiras eames, mesas de mármore, camas luxuosas, móveis penteadeiras, almofadas em alto relevo e uma série de outros itens decorativos.

Isso é tendência.

E a partir disso, cria-se uma série de oportunidades.

Para o cara que é restaurador de móveis, por exemplo. Para quem trabalha com mármore. Para quem vende cadeiras eames. Assim por diante.

No marketing digital, a ideia é muito parecida.

O ideal é encontrar tendências que sejam especificas – dessa forma, você está dentro de um nicho que tem maior procura e menor oferta.

No nosso exemplo de decoração, podemos dizer que um blog seja especialista apenas em cadeiras eames ou em penteadeiras. Isso é ser mais especifico.

Porque ainda que estejamos falando de decoração, o foco são os objetos em si.

Como encontrar as tendências de mercado?

Nesse caso, escolher um nicho de mercado rentável a partir das tendências também é possível com o auxílio das ferramentas digitais.

Um bom exemplo é o Ubersuggest.

Ele sugere algumas palavras-chaves específicas e com subníveis que tem a ver com o seu tema principal. Automaticamente, ele cruza os dados e dá como resultado alguns dados reais.

O próprio Google também traz alguns insights sobre isso.

Quando você faz uma pesquisa nele, a ferramenta de busca automaticamente completa a sua frase usando os termos mais buscados. Essas sugestões podem ser boas ideias para você tirar a sua ideia do papel.

Mas, essa é uma forma menos original de buscar tendências.

Os mais profissionais do setor usam a ferramenta chamada Google Trends.

Ela faz comparativos entre as palavras-chave, também mostra gráficos e te dá várias ideias de segmentação de nichos.

5 – Como é a competição do nicho escolhido?

Bom, você sabe quase tudo de como escolher um nicho de mercado rentável.

Resta saber se dá para competir nesse meio!

Para isso, se pergunte: qual é (será) o seu diferencial competitivo do seu produto para apresentar para as pessoas e que vai se destacar daqueles que já existem no mercado?

Se você está em um nicho grande, com muita procura e muita oferta, você vai ter que ter um grande diferencial de mercado para aparecer.

É praticamente a lei Lamarck (quem estudou ciências sabe do que estamos falando). A ideia de Lamarck é a de que os mais aptos sobrevivem.

Ou seja, a girafa que tem pescoço mais longo, sobrevive porque consegue comer as folhas das árvores mesmo quando altas. Já as de pescoço curto, são extintas.

Pode ser doloroso, mas é verdadeiro: no marketing digital, só os mais bem preparados sobrevivem!

Nós não queremos que você fique desencorajado para enfrentar o mercado, ao contrário: queremos que você seja forte o bastante para lucrar nele.

Se o seu nicho de mercado tem uma lista infinita de produtos mais vendidos, você vai ter que enxergar oportunidades diferenciadas para sobressair.

Para saber se é possível competir em um nicho, faça uma busca pela concorrência. Visite as páginas, entre em contato, entenda a forma de produtividade, os clientes, as vendas.

Esse é um trabalho tênue, minucioso, que resulta em uma visão analítica para você empreender da forma certa, encontrando as brechas do mercado.

6 – Você sabe o que é persona?

Se você não sabe, vamos explicar rapidamente.

O público é formado por pessoas. Logo, um público que vai comprar seus produtos pode ser definido como na maioria sendo homens, de 40 anos, que trabalham como freelancers e tem rendas mensais de 3 mil reais.

Uma persona é algo muito mais especifico do que isso. Poderia ser o José, que tem 40 anos, cursou administração, mas não conseguiu trabalhar na área. Agora, ele atua como vendedor ambulante em jogos de futebol e consegue uma renda de 3 mil reais.

Entendeu a diferença? Parece breve, mas é importantíssima!

A partir disso, você vai conseguir encontrar respostas para as seguintes perguntas:

  • Qual o tipo de conteúdo que eu devo abordar?
  • Qual a necessidade da minha persona?
  • O que essa persona espera de mim?

Se você não consegue chegar a uma persona, não vai conseguir divulgar seu produto da forma certa e escolher um nicho de mercado rentável terá sido em vão.

7 – Quantos testes você já fez?

Esse é o último ponto deste artigo, mas nem por isso o menos importante!

Na verdade, estamos quase para dizer que é O MAIS IMPORTANTE.

Se você leu o artigo até aqui, tem o queijo e a faca na mão.

Resta saber se o seu projeto vai dar certo.

Se você quer lançar um produto, vale usar o MVP (Minimum Viable Product), que é uma versão inicial do seu produto e pode te ajudar a reter informações dos consumidores.

Se você vai vender serviços ou ideias, vai precisar fazer outros tipos de testes.

Uma ideia poderia ser promover um webinário e saber qual o resultado que ele atingiu.

escolher um nicho de mercado rentável

Escolher um nicho de mercado rentável – é mesmo preciso?

Ter um nicho especifico é algo muito importante e sim é preciso!

Ele é tão essencial quanto a sua própria estratégia de negócios.

Isso porque você não vai perder tempo e nem esforços em vão e vai conseguir atingir em cheio algumas pessoas que precisam do seu material.

Como hoje estamos usando várias comparações, vamos à mais uma!

Imagine um outdoor que é colocado na avenida mais conhecida da sua cidade.

Essa é uma ótima forma de fazer publicidade não é?

Então, com certeza, como resultado, você vai conseguir alcançar um grande número de pessoas. Isso é bom, mas só em partes.

Na internet, no marketing digital, isso não é tão bom assim.

Se estamos falando do José (lembra dele), de que vai adiantar você atingir o João, o Pedro e o Juca?

Precisamos ser assertivos na escolha da persona.

A internet possibilitou que você tenha um artigo característico para uma persona. Você vai atingir apenas o José. E isso é bom porque ele sim vai ler o seu conteúdo.

Você não tem que escrever algo genérico para conseguir atingir o maior número de pessoas possível.

Consegue entender a importância todo deste artigo e de se escolher um nicho de mercado rentável nos dias de hoje?

É sobre tudo isso (vendas online, marketing digital, nichos de mercado, ferramentas digitais e muito mais) que falamos aqui no blog.

Se você gostou, continue lendo nossas postagens e deixe um comentário sempre que quiser.

Com informações do hotmart

Add Comment