Entrevista com Nômade Digital Francês na Colômbia e Insight de Linkedin Markerting

 

Alô tudo bom aqui é o Dan Cortazio e eu estou aqui com o Jonathan Magnin, ele veio passar um tempo aqui no Brasil não é mesmo?

Jonathan: Passei 6 meses no Brasil, então são 3 anos que me considero como nômade digital e passei um tempo, como… desses 3 anos, 1 ano e meio na América Latina, gostei muito.

Dan: E você falou para mim que gosta de todos os Países que passou, Brasil e Colômbia está no topo da lista, porquê? Fala aí para o pessoal.

Jonathan: Eu estava em Dublin na Irlanda, estava em Toronto no Canadá… e o frio não é para mim;

Dan: Para mim também não, cara.

Jonathan: E a cultura daqui está muito melhor na verdade, para minha gente são mais quentes, mais abertos, o clima, o café é melhor, muita coisa.

Dan: E cara, fala o que você faz para o pessoal entender e talvez até inspirá-los a ter ideias: Poxa, eu quero me tornar um nômade digital, mas eu não sei o que fazer.

Ou então, sabe… as vezes as pessoas colocam várias dificuldades… conta um pouco da sua história, de por que que você se (tosse) tornou um nômade digital e o que você faz hoje.

Jonathan: Eu acho que é importante se conectar com o propósito de você, encontrar no final o trabalho que só você pode fazer. É dizer que… tentar conectar-se com valores e essas coisas, depois vocês vão integrar isso com uma necessidade do mercado e algo que você pode e gosta de fazer.

Então nesse momento estou fazendo vídeos de animação porque é importante para-me ter ajuda nos negócios pequenos, porque não sei se vocês sabem, mas se vocês precisarem de um vídeo de animação é muito caro.

Dan: É, você me falou inclusive quando a gente se conheceu, como que é? Explica para o pessoal mais ou menos… os valores e porque que você decidiu fazer isso?

Jonathan: Bom, se vocês vão a uma agência para fazer desde nada (desde o começo) 5,3 mil dólares, tem outra opção também que é comprar algo muito barato como um template, mas aí não é nada personalizado… é muito pouco feio, eu não gosto disso.

Então eu uso um Software online para ir muito mais rápido para fazer um vídeo que ainda será personalizado com voz profissional, com tudo muito bem.

Dan: Com texto também… bem elaborado, certo.

Jonathan: Mas muito mais barato, tipo 10 vezes mais barato que as agências.

Dan: 10 vezes mais baratos, legal. E assim, só voltando um pouco rapidinho… em três anos você se tornou um nômade digital, mas eu quero saber exatamente o porquê? Se estava insatisfeito lá na França morando lá, como que foi essa transição? Vou voltar um pouco aqui para entender melhor.

Jonathan: Acho que temos que voltar um pouco mais que 3 anos atrás, porque tive uma orientação na escola que foi muito ruim, e não gostei das “choices”.

Dan: É, escolhas.

Jonathan: Escolhas… não gostei tudo o que tem, e depois trabalhei em vários coisas diferentes, mas para mim não… sem ter o controle, sem ter um propósito… não encontrei nada que me deixasse satisfeito. Então, estudei muito… a verdade é que estudei muito sobre mim, sobre o negócio.

E agora estou finalmente numa posição de juntar um pouco dos 2 e estou gostando muito do que estou fazendo agora.

Dan: “Massa” cara, muito legal. Últimas palavras, palavras de incentivo talvez para quem está lendo, fala alguma coisa que você gostaria para alguém que talvez esteja querendo se tornar um nômade digital, para alguém que quer viver uma vida… podendo viajar, podendo escolher o lugar onde quer trabalhar, enfim… suas palavras aí.

Jonathan: Eu acho que existem muitas informações online dão a volta e tenta conectar com os blogs que… com gente que já sabem do caminho e que deva andar nos caminhos curtos.

Dan: É, vai encurtar o caminho

Jonathan: Se por exemplo… é bom, o site da Hannah: Storyv, é muito legal para o marketing digital, coisas como marketing… o quê mais?

Dan: Algo que você tem feito recentemente… ele me falou, linkedin, fala um pouco mais da ideia que você tem utilizado no linkedin.

Jonathan: Para entenderem um pouco?

Dan: Sim, fala um pouquinho mais… eu particularmente gostei bastante, inclusive estou modelando ele.

Jonathan: Então, sobre como hackear um pogolink, a ideia é de otimizar seu perfil… caminhei um pouco o tema mas tudo bem.

Dan: (risos) Não mas é porque você falou de recursos, né.

Jonathan: sim!

Dan: esse é um recurso interessante.

Jonathan: Sim, você otimizar seu perfil muito bem para ter o máximo de credibilidade que você pode ter. E com isso você vai conectar com gente, como conectar?

Primeiro: Você tem que usar o mês… o primeiro mês que é grátis, como uma subinscrição de Linkedin que permite que você adiciona a ferramenta… de buscas avançadas, aí você põe como títulos de pessoas que são como você, ou que são como os clientes que você quer tocar, e você vai conectando.

É possível sem problema de conectar e mandar convites a como 500 pessoas por dia, se você faz isso cada dia do mês… do mês grátis, com um perfil bem otimizado, com boa foto e tudo isso.

Eu acho que você pode chegar a algo como 4,5 mil conexões, uma boa coisa… cada vez que você vai escrever um artigo ou algo assim, todas essas pessoas vão ver o que você acabou de escrever, porque você agora conectado com isso.

Dan: Uau! Incrivel esse Insight, e assim, muito obrigado cara pelas palavras, acho que o pessoal curtiu. Se você gostou desse Insight aí do linkedin, eu tenho um outro Insight para passar que complementa esse um pouco.

Então assim, eu gosto aqui no canal sempre de trazer coisas muito práticas e até por isso que eu pedi para ele falar isso no finalzinho, então eu espero que você tenha gostado mesmo, dessa entrevista aqui… misturada com conhecimento compartilhado e tudo mais.

Obrigado por ter lido até aqui, um grande abraço para você, falou.

Add Comment