Saiba tudo sobre o empréstimo para MEI do Itaú

PROPAGANDA

O empréstimo para MEI do Itaú é um dos produtos mais buscados por quem está regularizado como MEI e precisa de um reforço financeiro. Isso porque o Microempreendedor Individual pode usar os recursos como capital de giro ou para comprar equipamentos, por exemplo.

Além disso, as condições são bastante atraentes. Desde as taxas de juros praticáveis até mesmo o prazo (de até 15 meses) e os valores (de mais de R$ 20 mil). Para conhecer mais desse empréstimo, que é chamado de microcrédito, continue lendo.

A gente também trouxe dados sobre as taxas que são cobradas e como é feito o processo de solicitação do crédito para MEIs. Lembrando que todo empreendedor digital, que tem faturamento de até R$ 81 mil no ano, pode estar regularizado através do MEI.

Se você quer saber amis sobre como se tornar um MEI, acesse o site oficial do programa. Neste artigo vamos falar apenas do empréstimo do MEI, que é disponibilizado pelo banco Itaú.

PROPAGANDA

O que é o microcrédito do Itaú

Esse é o nome dado pela instituição para o empréstimo para MEI do Itaú. O nome vem do fato de ser um crédito de menor valor e voltado para microempreendedores. Assim, como o banco diz é para “quem possui um pequeno negócio ou trabalha por conta própria”.

Esse crédito pode ser usado para vários fins, que tenham a ver com o negócio, obviamente. As sugestões do próprio banco para o uso do dinheiro são: capital de giro, reposição de estoque, compra de máquinas ou equipamentos, reforma do local de trabalho, etc.

Além disso, podem solicitar o crédito todo mundo que tenha mais de 18 anos e mais de 6 meses em atividade. Além disso, o Itaú recomenda ter uma renda bruta de até R$ 200 mil por ano. Valores acima disso vão para outro tipo de crédito, que não seja o micro.

Veja se quem vende produtos digitais também pode ser MEI

Já quanto aos valores, o banco disponibiliza um empréstimo que vai desde os R$ 400 até os R$ 20,3 mil. E ele pode ser pago em várias parcelas. Sendo que isso vai depender do uso do dinheiro. Mas, de um modo geral, para quem vai contratar pela primeira vez, o pagamento vai até 7 vezes. Só que o banco garante que os prazos variam de 4 a 15 meses.

Outra boa notícia é que mesmo quem não tem conta em banco pode adquirir o microcrédito. Mas, nesse caso pode ter o custo da TAC, que é para abertura do crédito. E vamos falar mais das taxas no fim do conteúdo. Acompanhe!

E a garantia?

Aqui vale trazer uma informação que é muito importante para quem vai solicitar o empréstimo para MEI do Itaú. O banco diz que não exige garantias. Mas, aqui fala-se em garantias de carros, motos, imóveis.

Porque, dependendo da análise que for feita, o banco pode exigir o que é chamado de devedor solidário. E o próprio banco explica quem é essa pessoa. “É o indivíduo que vai dar a garantia em favor do titular do contrato”.

Assim, esse devedor será responsável pelo pagamento do saldo em atraso, caso isso aconteça.

Como solicitar o empréstimo para MEI

Para solicitar o empréstimo para MEI do Itaú, o caminho mais simples é “ligar na central de atendimento do banco”. Assim sendo, se esse é o seu interesse, anote aí o contato: 4004-1937. Esse é o primeiro passo, mas considere como são as outras etapas.

Após entrar em contato por telefone com o banco, o MEI vai agendar uma visita presencial, que deve acontecer em uma agência mais próxima. Em alguns casos, o próprio agente do Itaú vai até o local para fazer uma avaliação sobre o empreendimento, também.

Em seguida, o pedido é feito. Sendo que além das informações do crédito, também é preciso entregar a documentação necessária, que parte do RG e vai até os comprovantes de endereço e possíveis notas fiscais emitidas.

E aí, cabe ao MEI aguardar a análise de crédito. A proposta vai ser analisada com as informações colhidas pelo agente. Observe que quanto melhor o score financeiro do MEI (tanto CPF como CNPJ) maiores as chances de aprovação.

Em um último passo, sai o resultado. Em caso positivo, o interessado pode resgatar o valor que foi liberado. A partir daí ele vai poder investir, já que o banco dá um prazo de até 5 dias para o valor ser disponibilizado.

O cuidado com as taxas de juros

Uma boa dica para terminar este conteúdo é tomar cuidado com as taxas de juros que podem ser cobradas além daquelas que já são conhecidas. Vamos explicar!

Se você for solicitar o empréstimo para MEI do Itaú considere que existe uma taxa de juros que é cobrada mensalmente. Atualmente, como está no site do banco, ela é de 3,79% ao mês. Além dela, tem a TAC, que é a de abertura de crédito e fica em 3% do valor.

Só que em caso de atraso, o banco pode cobrar a multa também, que é de 2% sobre o valor devido. E ainda tem 1% ao mês, que é de juros remuneratórios. Por isso, é preciso ter muito cuidado para não atrasar com as parcelas do empréstimo.

Se você quiser entrar em contato com o banco, além do telefone informado, saiba que tem outros canais também. O SAC (Serviço de Atendimento ao Consumidor) funciona no 0800-728-0728. E tem ainda a ouvidoria, no 0800-570-0011.

O Itaú fica sediado sobre o CNPJ 60.872.504/0001-23, na Praça Alfredo Egydio de Souza Aranha, 100 em São Paulo (SP).

PROPAGANDA