Veja 7 dicas para evitar que seus e-mails caiam no Spam dos clientes

ANÚNCIO

Será que tem como fazer com que os e-mails caiam no Spam mesmo? Na verdade, temos que ser sinceros: não nada que exista que é 100% garantido. Porém, de fato, a gente tem dicas valiosas que vão diminuir muito a possibilidade de que isso aconteça.

Até mesmo porque a estratégia de enviar e-mail marketing para o cliente não caiu em desuso, ainda que alguns novos empreendedores pensem assim. Na verdade, o e-mail continua sendo uma ótima forma de vender online, de fidelizar clientes e conseguir novos, também.

ANÚNCIO

Agora, se você está tendo problemas com o lixo eletrônico ou com o Spam, então, dá para pensar em algumas saídas inteligentes que pode amenizar o risco de isso acontecer de novo. Quer conhecer essas dicas breves? Continue lendo.

1 – A lista de e-mails

Na verdade, um dos grandes problemas que muita gente enfrenta está na formação de uma lista de e-mails (chamada de mailing) que não considera a construção orgânica. Ou seja, a pessoa compra a lista e acaba enfrentando esses problemas.

Se há uma boa dica é: evite comprar listas prontas de e-mail. A ideia mais conveniente é você ir montando essa listagem conforme os seus clientes e usuários do site aparecem para você. Por isso, aqui já entra uma próxima dica: encontre uma forma de receber cadastros.

ANÚNCIO

Resumidamente, a construção do próprio mailing é uma forma legal e totalmente prática de evitar esse tipo de questão – que acontece quando seus e-mails vão para o Spam.

2 – O envio das mensagens

A próxima dica tem a ver com o envio das mensagens. Por exemplo, vamos lá para a prática, diga aí: como que você faz para enviar mensagens automáticas para o mailing? Geralmente, usa-se uma ferramenta gratuita, certo? E tudo bem. Porém, é preciso considerar ela.

Isso porque o uso de uma ferramenta que não é legal acaba levando mais e-mails para outro lugar, que não é a caixa de entrada do cliente. Por que isso acontece? Porque os provedores que recebem os e-mails fazem uma checagem do IP e podem classificar como negativo.

3 – O formato do conteúdo

A próxima dica tem a ver com o formato do conteúdo que você vai enviar. Entenda que estamos falando do formato e não da qualidade do texto ou da imagem, ok? Sendo assim, o mais recomendável é ter conteúdo em formato de HTML.

Vamos explicar isso na prática: um e-mail que tem uma única mensagem no corpo do e-mail tem mais chances de ser classificado como “spam” do que um e-mail que tem imagem com textos. O mesmo vale para gifs, vídeos e anexos.

Logo, qual é a dica dessa vez para evitar que os e-mails caiam no Spam? Basicamente, pense em criar artes dentro do editor do próprio HTML. Então, assim dá para separar o texto das imagens. Essa prática é positiva para suas mensagens vão diretamente para o seu público.

4 – O assunto do e-mail

Tópico número 4. Aqui temos a importância de pensar no assunto do e-mail. Logo, as dicas são simples: títulos em caixa alta, textos muito longos, pontuações exageradas e uso excessivo de emojis não são amigáveis para e-mails.

Então, isso favorece que ele caia diretamente onde não deveria: no spam. Na prática, pense em uma comunicação atrativa sem que use esses recursos nada bons.

5 – A frequência do envio

Mais uma das dicas que valem ouro na hora de enviar o seu e-mail marketing é: encontre uma frequência ideal para enviar os seus e-mails. Enviar 2 no mesmo e deixar de enviar na próxima semana é ruim. O mais agradável é ter periodicidade e regularidade.

Logo, talvez mandar 1 por semana é um bom começo. Ou talvez diários, mas pontuais e nada de exageros. Na verdade, tudo vai depender do seu negócio e do que você pretende com os e-mails. De um modo geral, saiba que todo exagero é ruim.

6 – O nome da pessoa

Esse é um segredo que vem lá dos tempos mais antigos e funciona muito bem: não use nomes genéricos no e-mail. Então, use o nome da pessoa que vai receber o e-mail mesmo. Isso torna a comunicação mais direta, mais aceitável, com mais qualidade e, adivinhe só: aumenta a taxa de abertura, que é o recebimento do e-mail.

7 – O uso de palavras proibidas

Teoricamente, se as palavras são proibidas, então, elas não deveriam ser usadas. Concorda? É isso mesmo que deveria acontecer se você quisesse evitar que os e-mails caiam no Spam. Mas, talvez você não esteja praticando isso, né?

Como nutrir os leads usando o e-mail marketing? Guia para Iniciantes!

E quais são as palavras proibidas, que por mais que não pareçam acabam deixando o cliente cada vez mais distante do seu conteúdo? Algumas delas são: grátis, ganhar dinheiro fácil, descontos extraordinários, isso não é SPAM, cupom, promoção, etc.

Outras dicas extras!

Para terminar o assunto, saiba que ainda podemos considerar aqui algumas dicas que são menos comuns porque esses erros não acontecem com tanta frequência. De qualquer modo, nunca é demais saber.

Por exemplo, o ideal é você ter uma opção para o cliente se “descadastrar” se não quiser mais receber os seus e-mails. É como se fosse um direito dele, obviamente. Mesmo assim, muitos empreendedores ignoram tal fato.

e-mails caiam no Spam

Por fim, saiba que enviar apenas conteúdos interessantes é essencial, obviamente. Porque quando a pessoa começa a deixar de ler seus e-mails, com o tempo, ele se torna um conteúdo inativo, um conteúdo ruim, um conteúdo digno de spam.

ANÚNCIO