Dicas para empreender com gastronomia: por onde começar?

ANÚNCIO

O setor de empreendimento gastronômico é bem amplo e cresce a cada dia mais. São muitas opções para empreender nessa área e o consumo de alimentos fora de casa vem sendo uma realidade cada vez maior na vida das pessoas. 

De acordo com a Abrasel – Associação de Bares e Restaurantes, esse crescimento se dá por conta da vida corrida dos trabalhadores. Afinal, já não é mais comum as pessoas terem tempo para fazer a própria comida em casa. 

ANÚNCIO

Mas, ao passo em que é um ramo bom para os negócios, existe muita concorrência. Portanto, aqueles que querem começar a empreender no segmento acabam tendo dificuldades de saber por onde começar.

Dicas para empreender com gastronomia: por onde começar?
Fonte:(reprodução/internet)

Pensando nisso, nós separamos algumas dicas de gastrônomos que já alcançaram o sucesso para que você saiba por onde começar essa nova jornada. Fique por aqui e não perca a oportunidade de aprender mais.

Dicas de empreendedoras de sucesso

Pesquisamos um pouco sobre negócios que já estão consolidados no mercado de trabalho e descobrimos algumas histórias inspiradoras. A maioria das pessoas descobriu a paixão pela gastronomia quando estavam fazendo outras coisas.

ANÚNCIO

Então, esses empreendedores se jogaram de forma tão intensa nesse mundo, que hoje dão dicas para que outras pessoas não errem como elas erraram. É como aquele velho ditado diz: “O inteligente aprende com seus próprios erros, já o sábio aprende com os erros dos outros”.

“Essas áreas estão em constante crescimento devido à sua capacidade de abrir campos de diversas formas. Então, só penso em investir cada vez mais na qualidade e no crescimento do setor”, disse Lucilaine, fundadora do Instituto Gourmet

Por onde começar?

Para começar a empreender em qualquer área, é preciso ter metas e objetivos traçados. Se você não tiver um caminho a ser seguido, é muito difícil saber por onde começar e como fazer tudo isso ter sucesso!

“É importante ter uma meta clara e um prazo para ela. Escreva sua meta e deixe-a visível, para que você se lembre dela sempre.”, comentou Lucilaine. Uma coisa que pode ajudar muito a traçar essas metas é pesquisar para quem você vai vender.

Saber como é o seu público vai te ajudar a encontrar o ramo gastronômico certo a seguir. Imagine que você quer começar a vender comidas caras em um bairro muito carente, certamente será difícil começar bem, não é mesmo?

O amor é o melhor tempero

Existe um ditado que diz que “o amor é o melhor tempero” e essa acaba sendo uma das dicas mais valiosas que todos os grandes empreendedores da gastronomia sempre dão. Faça a comida como se fosse pra você e isso aparecerá no seu prato.

“Persevere, todo início é difícil. Estude pessoas, saiba como atender e cultivar os seus clientes, seja lembrado pelo seu cliente. Aprenda como proporcionar uma experiência gastronômica, não se trata apenas de “vender comida”, comentou Thayrine Knoll, uma jovem que começou vendendo marmitas em casa. 

Hoje, Thayrine Knoll tem sua própria cozinha industrial e mais 9 funcionários trabalhando com ela. O mais interessante é que a jovem começou vendendo “quiches” no hospital onde trabalhava, para fazer uma renda extra. Mas, um dia ela descobriu que seu amor pela gastronomia era maior e resolveu abrir seu próprio negócio. 

Conclusão

Percebemos então que existem duas coisas muito importante para começar tudo isso: traçar metas e colocar muito amor no que faz. Lembre-se que o estudo também pode ajudar muito. Separamos um material gratuito do Sebrae que contém bons ensinamentos para esse início. 

ANÚNCIO