Se você trabalha de casa, confira essas 5 dicas de segurança para home office

ANÚNCIO

Atualmente, o trabalho remoto ou trabalho de casa tem sido bastante comum no mundo todo. Para muita gente, isso não é novidade. Porém, há quem está entrando no mercado pela primeira vez. Para todos, há boas dicas de segurança para home office.

Assim sendo, isso envolve um estudo sobre o uso do computador, o uso de antivírus e até mesmo o compartilhamento de redes e sociais. Abaixo, você confere um compilado das melhores opiniões dos especialistas sobre esse assunto.

ANÚNCIO

Também é importante considerar que atualmente há muitos ataques de hackers, seja na busca por dados financeiros, como de cartões de crédito, mas também sobre conteúdos empresariais, que possam servir de algum modo para acessar dados pessoais e contas.

As 5 dicas de segurança

As dicas abaixo foram compartilhadas por vários especialistas da área de TI que, inclusive, atuam em empresas de grande porte. E as mesmas ideias são compartilhadas por marcas de antivírus famosos, que atuam de forma intensa em máquinas de pessoas e empresas.

1 – A atualização dos equipamentos

A primeira dica, que talvez seja a mais simples de toda, é manter todos os equipamentos atualizados. Isso envolve desde softwares até as senhas usadas em sites. Inclusive, os especialistas recomendam isso fortemente ao avisar que:

ANÚNCIO

“Mesmo que no começo pareça tentador, saiba que não se deve ignorar as mensagens de atualização do sistema operacional do computador ou notebook. Isso porque elas trazem patches de segurança importantes para corrigir falhas e bugs”.

Assim sendo, há bons motivos para você aceitar essas atualizações, mesmo que seja na hora do almoço ou fora do expediente de trabalho. A atualização do sistema é o primeiro passo.

2 – Os sites com conteúdo suspeitos

A próxima das dicas de segurança para home office também é muito fácil de fazer. Logo, as vezes a gente acaba “escorregando” nela, o que pode causar um grave problema. Então, se você notar que o site não é seguro, não tem saída: não acesse ele! Essa é a dica.

Sendo assim, como a gente descobre ou desconfia de um site? Geralmente, quando ele apresenta um protocolo de segurança ou certificados que não estão em HTTPS válidos. Essa garantia aparece através da imagem de um cadeado verde que fica na barra de navegação.

Outra dica nesse mesmo sentido é passar o mouse no banner da mensagem para ver se no canto da tela tem o link que vai te levar para o endereço indicado ou para outra página.

3 – As redes de wi-fi seguras

A nossa 3ª dica também é muito simples de ser executada e pode ser importante para você evitar futuras dores de cabeça no seu trabalho home office. Nesse caso, considere acessar apenas as redes privadas/particulares.

Já as redes públicas, desconhecidas ou compartilhadas são sempre mais arriscadas. O mesmo vale para aquele wi-fi do restaurante, da cafeteria, dos condomínios, que podem ser ótimos benéficos aos clientes, porém, com brechas de segurança que são alvo de cibercriminosos.

A explicação dos especialistas é que as redes públicas não possuem ferramentas de proteção padrão que deveriam ser adequadas para proteger os dados pessoais das pessoas. Por exemplo, protocolos de segurança, firewall, criptografia, etc.

4 – Os notebooks das empresas

A 4ª dica, infelizmente, não é para todos. Mas, a gente vai trazer aqui porque pode servir para você. Sendo assim, sempre que possível prefira usar os notebooks que as empresas fornecem. De modo geral, eles têm mais dispositivos de segurança instalados.

Assim, eles podem conter os malwares que causam problema na rede e facilita o vazamento das informações da companhia.

Por outro lado, se você não tiver essa opção de escolha, saiba que poderá usar a máquina pessoal também. Mas, nesse caso, pense em instalar um bom antivírus no seu computador, certificando de que ele esteja sempre atualizado, como falamos no tópico 1.

Sobre segurança para empresas – Aprenda como escolher entre as plataformas de pagamentos para e-commerce

Curiosamente, saiba que hoje em dia há diversas opções e marcas de antivírus. Mas, se você não tem conhecimento para julgar a melhor para você, uma boa ideia é procurar por um especialista da área de TI.

5 – A rede privada (VPN)

A nossa última das dicas de segurança para home office é sobre usar uma rede privada para acessar a internet. Ela é chamada de VPN, que nada mais é do que Virtual Private Network. Ela permite o acesso à rede interna da empresa feita por profissional que trabalha remotamente.

Essa função possibilita o uso de recursos criptografados para o tráfego de informações. Na prática, mesmo sendo um assunto técnico, isso quer dizer que os dados trocados entre os computadores estarão mais seguros e com menos chances de hackers acessá-los.

Bônus – o compartilhamento da senha

dicas de segurança para home office

Por fim, saiba que jamais é indicado compartilhar a sua senha e o seu usuário com outras pessoas, mesmo que conhecidas ou vizinhos. Isso pode expor os seus dados e sobrecarregar o seu sistema. Sem fazer pré-julgamentos, saiba que as vezes, com mais gente acessando os seus dados, a rede fica mais desprotegida.

ANÚNCIO