Aprenda como criar uma política de loja para o seu e-commerce vender mais

Você sabe porque ter uma política de loja pode fazer o seu e-commerce vender mais? Simplesmente porque isso deixa o consumidor mais seguro. E evita também problemas na hora de comprar ou de receber o produto. E isso é importante em um mundo onde se tem tanta concorrência, né.

Agora, como criar uma política de loja para o seu e-commerce? É sobre isso que vamos falar nesse texto. Se você não sabe por onde começar ou o que fazer, fique tranquilo porque vamos dar boas ideias do que incluir na sua política.

Além do mais, você tem que considerar que não é todo cliente que está acostumado a comprar online. E ele pode ter dúvidas do tipo: dá para parcelar a compra, dá para reservar o produto, quanto tempo demora para entregar ou como é feita a entrega.

E para não precisa responder isso toda as vezes que o cliente perguntar, você pode ter uma política de loja que vai explicar tudo sobre o seu produto, a entrega e a produção, por exemplo. Além do que isso deixa o seu negócio bem mais profissional, né.

PRODUÇÃO

A primeira coisa que pode ser mencionada na sua política de loja é sobre a sua produção. E já vamos explicar como isso funciona na prática e por que é bastante importante de ser considerado.

PROPAGANDA

Por exemplo, se você é alguém que faz produtos sob encomenda deve considerar que além do prazo de entrega da transportadora ou dos Correios, você também deve ter o prazo para confecção do produto.

Isso pode variar de produto para produto, por exemplo. O que vai mudar o prazo de entrega devido ao tempo de produção. Aí, esses prazos devem estar incluídos em cada descrição do seu produto que será vendido no seu e-commerce.

Como montar um e-commerce partindo do zero em 5 passos

Uma boa ideia é usar espaços para explicar exatamente como as suas peças ou produtos são feitos. Isso gera curiosidade e interesse no seu público e pode demonstrar todo cuidado que você tem como cada produto que é vendido.

DESISTÊNCIA

Outra coisa que é bastante interessante de estar na política de loja do seu e-commerce tem a ver com a desistência da compra. O ideal e mais aconselhável é ter um prazo para aguardar a confirmação do pagamento antes de que o cancelamento automático aconteça.

De modo geral, os produtores pedem de 3 a 7 dias para se ter uma confirmação de pagamento.

Agora, o grande diferencial é dizer isso para o seu cliente. Apesar de parecer óbvio, tem muita gente que não sabe que se o pedido for cancelado, o produto pode voltar a ficar disponível para a venda e aí, a reserva não valerá mais. Explique isso, em detalhes, na sua política.

TROCA

A troca ou as atividades de devolução também causam dúvidas nas pessoas e você pode usar a política de loja para deixar isso menos confuso. O que se deve fazer, para nunca errar, é seguir o Código de Direito do Consumidor.

Ele vai te ajudar a definir quais as melhores políticas para troca que você pode adotar sem que sofra com a invasão dos direitos dos consumidores. Há de se pensar em produtos com defeitos ou diferentes do que foi apresentado na divulgação, por exemplo.

FRETE

Acima a gente falou um pouco sobre o prazo da entrega, que deve ser somado o tempo dos Correios com o tempo de produção, certo? Mas, não deixe de lado que é preciso informar também qual é a forma de entrega que você usa no seu negócio. Pode ser uma transportadora, um motoboy, os Correios, etc.

Além disso, é preciso estudar o cadastro do cliente, que pode ser usado para saber o endereço de entrega. Lembrando que existem casos onde o reenvio é por conta do comprador, normalmente. Mas, deixe isso bem visível para o seu cliente saber.

Outra coisa sobre o transporte é que o cliente pode querer uma embalagem para transporte e você precisa pensar nisso também. Você tem esse tipo de serviço? Em caso positivo, considere que é preciso especificar os modelos e custos disso.

ATENDIMENTO

O atendimento também deve estar na sua política de loja. Isso porque não é pelo motivo de ser uma loja virtual que você deve prestar um atendimento 24 horas por dia. O ideal é informar quais os dias e horários para atendimento, onde você está ativo para responder e-mails ou atender telefonemas.

Uma boa ideia é estipular esse prazo e também um prazo para o tempo de resposta. Isso deixa os clientes mais seguros quanto ao contato que será feito. E evita o envio de mensagens repetidas na sua caixa de entrada.

O que se recomenda, de modo geral no mundo do e-commerce, é que as respostas devam acontecer em até 24 horas após o contato. E isso é bom para evitar desistências da compra.

PAGAMENTO

Por último, mas não menos importante, a gente tem que considerar os meios de pagamento. Vai ser bom para quem aceita várias modalidades de pagamento, como boletos, cartões, etc. Agora, o que é legal é ressaltar quais tipos de cartões são aceitos, por exemplo.

Ainda no pagamento, um diferencial é informar sobre a confirmação do pagamento também. Porque somente após isso é que você deve começar a produzir suas peças. E quando se trata de boletos ou depósitos pode ser que demore algumas horas ou dias para o pagamento ser efetivado. Diferente do débito em conta.

PROPAGANDA