Passo a passo para criar um site sozinho no WordPress

Criar um site é um processo bastante caro que pode te custar milhares de reais caso você opte por contratar um profissional ou uma agência especializada para fazer o desenvolvimento.

Mas, você sabia que é possível criar o seu site sozinho pelo WordPress, gastando muito pouco ou nada e com um resultado profissional? Como fazer isso é o que você descobre seguindo os passos a seguir. Acompanhe!

Só que antes disso, conheça as vantagens que se tem para criar um site sozinho.

As vantagens de criar um site

Não há dúvidas de que a economia de dinheiro é um dos pontos mais interessantes que se tem ao optar por criar um site sozinho. Isso vale para casos onde a pessoa não tem todo o dinheiro para investir ou quando prefere economizar nisso para investir em outra área.

Em regiões como as capitais brasileiras, as agências cobram bem caro por projetos integrais, desde a criação de sites até as campanhas de marketing. Os valores podem ultrapassar os R$ 50 mil.

Assim sendo, atualmente, muita gente tem optado por criar o próprio site, sozinho, buscando informações na internet, como o passo a passo que você vai ver abaixo.

Além disso, criar um site sem uma agência por trás também garante maior personalização, já que assim dá para deixar o site com a cara que você quer.

A criação de um site leva em conta muitos fatores e você tem toda a capacidade de colocar na prática tudo o que imaginou no papel. isso evita que o projeto não sai do jeito que você gostaria, por exemplo, o que acaba sendo outra vantagem.

O site no WordPress

Hoje em dia, o WordPress é o maior gerenciador de conteúdo na internet, portanto, ele é o mais visado e buscado também.

No WordPress, ou WP, o seu site fica mais profissional e os resultados podem ser mais eficazes, com isso. A ferramenta é robusta, isso quer dizer que permite ao usuário muitas opções de uso, de ferramentas e de formatos.

São centenas de temas e plugins disponíveis atualmente, o que deixa o seu site com a sua cara.

O passo a passo para criar o site no WP

Nos dias de hoje, com o avanço da tecnologia está muito simples aprender a criar um site do zero. Quanto mais dedicado e estudioso você for, melhores os resultados, com certeza.

Abaixo, o que temos é um passo a passo muito simples de como você pode começar a criar o seu site. Lembre-se que o processo envolve a criatividade e a paciência também.

E, afinal, estamos falando do WordPress, que tem uma configuração simples e opções diversificadas. Inclusive, por lá, existem as dicas intuitivas, que vai te ajudando a progredir no processo criativo e de programação.

Tudo isso permite você criar um site sozinho. Confira o passo a passo!

Registrar o domínio

O primeiro passo para criar um site sozinho no WordPress é registrar o seu nome de domínio, que nada mais é do que o nome do seu site na URL, como em www.meusite.com.br.

Para fazer o registro, você pode comprar o domínio em sites de hospedagem como HostGator e GoDaddy ou fazer a compra diretamente com o Registro.br, entidade brasileira responsável pelos domínios com .br no final.

Se você quer mais praticidade, o mais indicado é comprar o seu nome de domínio diretamente com a empresa da qual você vai contratar o plano de hospedagem.

Mas, se você prefere mais liberdade e um preço mais baixo, registrar com o Registro.br é uma melhor opção.

Em ambos os casos, o preço do seu domínio será baixíssimo e todo o processo é rápido e simples. Basta entrar no site escolhido e seguir as instruções para fazer a compra.

Contratar um plano de hospedagem

Com o domínio registrado, é hora de ir para o próximo passo: contratar um plano de hospedagem e instalar o WordPress.

O plano de hospedagem é aquilo que coloca o seu site no ar, disponível para todos, e existem diversas opções que atendem a sites de todos os tipos e portes.

Para os menores, a hospedagem mais indicada é a compartilhada, que oferece espaço em um servidor que é partilhado entre diversos outros sites.

Para os mais robustos, a hospedagem dedicada, Cloud ou VPN é uma melhor opção. Cabe a você pesquisar e encontrar a que melhor atende às suas necessidades.

Depois de identificar a melhor hospedagem para o seu site, procure uma empresa de confiança e contrate o plano correspondente. Com isso feito, vamos a instalação do WordPress.

Instalando e configurando o WordPress

O WordPress está disponível para praticamente todos os planos de hospedagem, independentemente do tipo, mas a forma de instalação pode variar muito a depender da empresa que você escolheu.

Contudo, em todos os casos ele pode ser instalado a partir do instalador do plano de hospedagem, que pode ser encontrado no painel de gerenciamento.

No caso da Hostinger, por exemplo, o WordPress pode ser instalado pelo Auto Instalador, disponível na seção Website do painel.

Já na Hostgator, que usa cPanel, o gerenciador de conteúdo é instalado a partir do Softaculous App Installer. Assim, encontre o instalador do seu plano de Hospedagem, instale o WordPress e vamos ao passo 4.

Hora de escolher o tema do seu site

O tema do seu site é a parte mais importante dele, pois é o que vai fornecer toda a estrutura de páginas, menus, cores, Widgets e funcionalidades.

Ou seja, o tema é praticamente o seu site e você precisa de um para criá-lo sozinho.

No WordPress, você pode encontrar centenas de milhares deles, cada um com estilos e funcionalidades diferentes.

Assim, você precisa pesquisar e encontrar aquele que melhor se encaixa no seu projeto.

Para isso, acesse o seu WordPress com o nome de usuário e senha fornecidos e, na aba “Aparência”, clique em “Temas” e depois em “Adicionar novo”.

Fazendo isso, você terá acesso a todos os temas disponíveis, pagos e gratuitos.

Navegue e escolha aquele que melhor atender ao que você precisa para o seu site.

Se ele será um blog, por exemplo, um tema com funcionalidades de indexação de conteúdo e Widgets de acesso podem ser interessantes.

Ao encontrar aquele perfeito para você, basta clicar em “instalar” e depois em “Ativar” e pronto!

Você também pode baixar o seu tema de um site externo ao WordPress, caso ache melhor.

Nesse caso, você precisa fazer o download do arquivo para o seu computador e enviar para o WordPress em “Aparência” > “Tema” > “Adicionar Novo” > “Upload Theme”.

Instalação de plugins para aprimoramento

O próximo passo é instalar os plugins que darão ao seu site funcionalidades extra que os temas não disponibilizam.

É através deles, por exemplo, que você pode medir o SEO do seu conteúdo, acompanhar as análises do seu site, como tráfego e taxa de rejeição, e bloquear comentários de SPAM.

No WordPress, você encontra milhares de plugins à sua disposição para você adicionar as funcionalidades que precisar ao seu site.

Existe um plugin para praticamente qualquer demanda e você pode instalar os que precisar assim:

Clique na aba “Plugins”;  depois em “Adicionar Novo”, pesquise pelo plugin que desejar e clique em “Instalar Agora” para fazer a instalação.

Porém, é preciso ter cuidado, pois muitos plugins derrubam a performance do site na Web e pode prejudicar a navegação, principalmente se a sua hospedagem for compartilhada.

Além disso, não deixe de conferir se o plugin é confiável antes de instalá-lo para não ter problemas.

Criar as páginas do site

Seguindo os passos anteriores, você constrói toda a base de que precisa para o seu site. Agora, é hora de efetivamente desenvolvê-lo e deixá-lo como você quer, a começar pela criação das páginas.

Elas são aquilo que vão compor o seu site e serão as janelas para você levar o seu conteúdo até o usuário, além de contarem um pouco mais sobre você/seu negócio e permitir que eles entrem em contato.

A Home, por exemplo, será a página principal, que pode conter as últimas publicações, lista de artigos do Blog ou um conteúdo voltado à vendas. Já a página “Quem Somos” ou “Sobre Nós” permite que o usuário conheça melhor você e o seu negócio e a página de contato é um canal de contato entre você e seus visitantes.

Essas e quaisquer outras páginas que você queira adicionar ao seu site podem ser criadas clicando em “Páginas” > “Adicionar Nova” na aba lateral.

Ao fazer isso, você tem uma gama de opções para configurar sua página, como, por exemplo, criar título e subtítulo, adicionar fotos ou outras mídias e criar formulários de contato.

Explore todas elas e vá adicionando aquilo que achar interessante em cada página.

Caso o seu site seja um blog, por exemplo, adicionar os últimos artigos pode ser interessante. Você também pode baixar plugins que adicionam funcionalidades extras, como rolagem de fotos, animações e mais.

Configurar os menus

Por fim, no nosso último passo é hora de criar e configurar os menus para facilitar a navegação pelo seu site e você pode fazer isso clicando em “Aparência” > “Menus”.

Após isso, crie um nome para o seu Menu e, na aba lateral à esquerda, adicione todas as páginas que você quer que ele contenha.

Depois, basta informar ao WordPress onde você quer que o seu Menu apareça através da aba “Gerenciar Posições”  e clicar em “Salvar alterações” e “Salvar Menu”. Siga esse processo para quantos menus você quiser adicionar.

Ao fim destes sete passos, você terá um site praticamente pronto.

Mas, obviamente que não basta apenas isso para que você atinja o resultado que deseja e o processo será muito mais trabalhoso do que parece.

Contudo, explore, experimente, procure outros tutoriais na internet e vá criando até alcançar o resultado perfeito de um site bonito e profissional.

Dica Bônus – como criar a logo do seu site

Por último, caso você ainda não tenha uma logo para o seu site, considere que a gente tem uma matéria bem antiga que fez o maior sucesso no número de views.

Lá a gente contou como criar uma logo para um site, também de forma individual, sem contar com uma agência especializada.

Afinal, com a contratação de terceiros, você gastaria não menos do que uns R$ 500. E esse valor pode ser usado depois, para aumentar as suas campanhas e gerar melhores resultados financeiros.

Uma das opções listadas é através do “faça você mesmo”.

Lá, a gente conta como criar uma logo sozinho usando ferramentas gratuitas, como as do próprio Google. E outras também, como o Photoshop e o Fireworks – essas não são gratuitas.

Também tem como você fazer isso criando uma competição, o que é algo totalmente saudável e que vai dar resultados incríveis.

Veja o que a gente conta na matéria:

“Você cria uma no Freelancer.com e depois cria um “Contest” (Competição). Define um valor que quer pagar (quanto maior, mais participantes se interessam em entrar na competição), insere instruções detalhadas e espera os designers chegaram”.

E tem mais:

“Fique ligado na competição a todo momento dando feedback aos participantes, pedindo alterações, fornecendo mais e mais instruções. Participe o máximo que puder”.

Bom, quer saber tudo sobre como criar a sua logo? Acesse a matéria na íntegra, que foi uma dos nossos primeiros conteúdos que mais fizeram sucesso aqui no blog.

Como criar logo para seu site/blog/projeto online? Veja como recebemos quase 200 opções de logo por…