A gente descobriu como usar o planejador de palavras-chaves de forma eficiente

ANÚNCIO

A gente não precisa ir muito afundo no marketing digital para entender que o uso correto de uma keyword planner (ferramenta de palavras-chaves) é fundamental para uma campanha de sucesso na internet. No entanto, pouca gente sabe como usar o planejador de palavras-chaves.

Por isso, nós criamos esse conteúdo. E apenas para que você tenha a certeza da importância do tema, saiba que as palavras-chaves representam o seu cliente. Afinal, é através delas que você poderá chegar até eles – e vice-versa. A ideia aqui é ajudar você a compreender como usar tais ferramentas e tais palavras em seu favor.

ANÚNCIO

Para terminar essa introdução, saiba que teremos como foco justamente o uso correto de tais palavras. Para isso, primeiro vamos explicar, por exemplo, sobre os tipos de palavras-chaves. Depois, vamos seguir falando ferramentas e estatísticas. Mas, se você ainda continuar sem entender nada, teremos um bônus no fim do artigo.

Os tipos de palavras-chaves

Antes de tudo, para saber como usar o planejador de palavras-chaves corretamente, você tem que entender que existem dois tipos de palavras-chaves hoje em dia: os de cauda curta e os de cauda longa. Parece simples. E realmente é simples, mas atenção.

Por mais que os de cauda curta parecem fáceis, eles nem sempre são recomendáveis para quem está começando no marketing digital. O motivo é que ele tem muita concorrência. E mais do que isso, ele não especifica bem o seu nicho de atuação. Vamos explicar melhor!

ANÚNCIO

Uma coisa é você procurar por “tênis”, que é um termo de causa curta. Outra coisa, que pode ser bem melhor, é você buscar por “tênis feminino para corridas de rua”. Olha só como ele se torna mais especifico, mais nichado, mais focado. O mesmo vale para outras categorias.

As ferramentas digitais

Bom, vamos seguir aqui com esse nosso verdadeiro guia sobre as palavras-chaves. Esse próximo tópico é para citar apenas alguns dos melhores programas para pesquisar e planejar as suas palavras. Atualmente, temos 5 na lista de mais usados – nem todos são gratuitos.

Anote aí esses nomes porque, com certeza, algum deles vai ser útil para você: Keyword Planner, Hubspot, Keyword Tool, Ubersuggest e SEMrush.

De modo geral, a gente não vai ficar aqui falando sobre os benefícios ou desvantagens de cada um deles. Porém, você já deve ter ouvido falar do Keyword Planner, que é o mais famoso, justamente porque é do Google. Aliás, o SEMrush também tem muitos adeptos.

Enfim, talvez uma boa ideia é você testar cada um deles antes de assinar contrato.

As principais estatísticas

Agora esse ponto aqui é muitíssimo interessante. Saiba que o uso de qualquer uma dessas ferramentas vai permitir que você faça análises. E isso é possível a partir de estatísticas. Por isso, mesmo que não goste, é legal você entender um pouco dos números.

Entre as métricas mais usadas nesses programas, nós temos o número médio de pesquisas mensais. Então, aqui a conta é bem simples: quanto maior o número, quer dizer que mais essa expressão está sendo buscada, entendeu?

Depois, temos ainda a métrica da concorrência da palavra-chave. Nesse caso, você vai ter o volume de outras empresas que estão explorando o mesmo termo. E tem ainda o custo estimado por clique que essa expressão tem em uma campanha paga.

Os objetivos

Agora que você fez a análise sobre os principais pontos, saiba que é hora de você definir os seus objetivos. Como assim? Quais objetivos? De modo geral, as palavras-chaves podem ser usadas para vários fins, como para gerar tráfego, nutrir leads, converter em vendas, etc.

E isso é importante de saber. Então, considere para que você está buscando tais palavras. Se for para uma campanha de vendas, por exemplo, saiba que ter uma concorrência baixa é um bom sinal. E um custo por clique barato, também. Mas, esse é só um exemplo.

Assim como temos outro exemplo: se você estiver pensando em gerar tráfego, então, encontrar termos com alto volume de buscas é mais interessante.

Os resultados

Talvez você não goste muito desse tópico. No entanto, ele se faz necessário porque tem tudo a ver com como usar o planejador de palavras-chaves, aliás, como usar qualquer planejador. O fato é que nem sempre você vai conseguir ótimos resultados no começo.

Por isso, a importância dos testes. Só que mais do que testar, você precisa saber colher os resultados. É isso que vai permitir você criar campanhas melhores depois. Ao monitorar esses resultados, você consegue ver o que deu certo e o que não deu certo. Isso te faz evoluir.

Aliás – O inbound marketing

A gente nem ia citar esse tópico aqui porque ele pode parecer óbvio demais. No entanto, muitas vezes passa despercebido. Saiba que você poderá usar as palavras-chaves selecionadas ou que tiveram melhores resultados em toda a área de marketing da sua empresa.

como usar o planejador de palavras-chaves

No inbound marketing é algo como “o marketing interno”. Ou seja, você pode usar as palavras não apenas para as campanhas de vendas ou nos anúncios das redes sociais, mas também para ter um site de credibilidade, para criar conteúdo gratuitos e assim por diante.

Bônus – conheça mais da importância das palavras-chaves

Como anunciamos no começo do texto, a gente trouxe esse bônus para quem ainda tem muitas dúvidas sobre o uso das palavras-chaves nas campanhas e nos anúncios – e até mesmo antes disso, já que esse processo começa na identificação do cliente.

Por isso, separamos essas 3 matérias que são recentes e falam desse tema bastante importante. Cada matéria tem um foco, como falar da pesquisa sobre as melhores palavras-chaves ou sobre como usar uma ferramenta especifica, a Keyword Tool, por exemplo.

ANÚNCIO