Como ser um nômade digital: 5 características imprescindíveis

A pergunta é: como ser um nômade digital? Porque na história, dá para notar que as relações de trabalho estão se transformando!

Basta olhar a linha de produção do fordismo e analisar aquelas pessoas de hoje em dia que não tem vínculo empregatício para terem suas fontes de renda.

Sim, essa é uma das ideias do nômade digital: trabalhar muito, mas sem vínculo e sem ter que estar presente em um lugar único e físico o tempo todo.

Nada de bater ponto, nada de ter que chegar sempre no mesmo horário, nada de precisar esperar os feriados prolongados para estar na praia…

Essa é uma pequena parte de como é a vida de nômade digital.

Vamos por partes. Neste artigo nós vamos entender os seguintes pontos:

  • O que é ser um nômade digital
  • Os nômades digitais já são realidades
  • Como ser um nômade digital [5 características]

Se você está preparado para aceitar que é realmente possível trabalhar de qualquer lugar do mundo e ainda assim ser um profissional insubstituível, você tem que ler isso tudo agora!

O que é ser um nômade digital

Para começo de conversa, nômade digital é um estilo de vida onde o profissional utiliza as ferramentas tecnológicas disponíveis para poder entregar o seu trabalho.

E independente de qual seja o seu trabalho ou serviços prestado!

  • Logo, nômade é alguém que não para em um ponto fixo, podendo rodar o mundo.
  • E digital é alguém que trabalha na internet, no computador, à distância.

Bem simples de entender isso, não é?

Considere que esse texto vai te trazer dicas e apontar características essenciais de como ser um nômade digital.

Bom, antes que você se pergunte por que deveria acreditar em nós, lembre-se de uma coisa:

O Dan Cortazio, aqui do blog Nomadan.org, foi o 1º nômade digital brasileiro e começou com esse estilo no final de 2008, ou seja, lá se vão 10 anos neste estilo de vida.

E acredite: ele tem o maior orgulho disso e sempre busca maneiras de contar as pessoas como vale a pena a vida de um nômade digital.

O Dan já falou pra gente que o nômade digital pode escolher morar em uma montanha no Nepal ou praia paradisíaca no Nordeste do Brasil.

Então, acredite: na hora de entender como ser um nômade digital, você pode sim cogitar a possibilidade de trabalhar na praia – como você tem imaginado.

E desde que tenha acesso a internet para ganhar dinheiro para sobreviver.

No entanto, não é simples ter uma vida de nômade digital.

Assim como qualquer pessoa que tenha outros estilos de vida, em qualquer lugar do mundo, é preciso ter disciplina para conseguir entregar o seu serviço e apresentar os melhores resultados.

Aliás, talvez seja esse o grande diferencial para você se tornar um nômade digital: conseguir entregar os melhores resultados!

Como ser um nômade digital

Os nômades digitais já são realidades

Essa parte do texto é bem simples e foi criada apenas para demonstrarmos alguns números reais sobre a vida de um nômade digital, aliás, sobre a veracidade deles!

Isso é o que mostra os dados e a opinião de quem emprega hoje em dia.

Em estudo da GE, o Barômetro da Inovação Global, aponta que executivos e formadores de opinião de todo mundo acreditam que…

A Revolução Industrial Digital prevê o avanço de tecnologias para o aperfeiçoamento de produtos, processos de produção e o que demandará um novo perfil de profissionais.

E adivinha quem são esses novos perfis de profissionais? Já sabe né!

O estudo ouviu 2,7 mil executivos de inovação de 23 países no mundo, entre eles o Brasil, além de 1,3 mil formadores de opinião em 13 nações.

Ao todo, 76% dos executivos ouvidos acreditam que com a revolução digital o perfil do profissional encontrado no trabalho muda.

E para eles, o talento é o ponto que mais se destaca, seguido pelo comprometimento (75%).

Já 89% dos formadores de opinião apontam que a revolução digital permite a flexibilização dos horários de trabalho.

Além de apontar que o trabalho remoto (para 79% deles) é uma característica importante que deve ganhar cada vez mais terrena.

Para você ver que os trabalhadores nômades são uma tendência para o futuro, 71% dos executivos ouvidos pela pesquisa aprovam a iniciativa.

E a aprovação dos nômades digitais cresce (o número salta para 84% nesta categoria) para os formadores de opinião.

Olha, são os empregadores e aqueles que enxergam os nichos dos negócios que apontam para as qualidades dos nômades digitais.

Então, como essa parte provou que os nômades digitais vão dominar o mundo [rs], resta agora sabermos como ser um nômade digital… Você está preparado?

https://youtu.be/Na8adrPHuBY

Como ser um nômade digital [5 características]

A Revista Época Negócios, em 2016, apontou em artigo algumas dicas para quem pretende se tornar um nômade digital.

Nós separamos alguns deles, confere aí!

1 – Tratar a carreira como um negócio

Como nômade digital você pode seguir qualquer profissão.

Você pode ser desenvolvedor de softwares, escritor, designer, publicitário, dono de site de e-commerce, etc.

Portanto, são empregos como quaisquer outros e, por isso, a disciplina tem de ser a mesma [ou ainda maior].

Então, o que fazer para ter uma boa vida de nômade digital?

  • Estabeleça objetivos,
  • Crie um plano de ação para atingi-los e
  • Faça marketing de si mesmo [com seus trabalhos].

O Dan Cortazio fala que “com portfólio (prova social), novos parceiros vêm mais facilmente”.

Isso é uma dica de quem entende do assunto!

Então, é bom seguir porque é uma característica importante dos nômades digitais.

2 – A organização também é um item importante

Isso porque você deve manter uma disciplina, afinal, você está trabalhando e tem que entregar o que foi pedido.

Desta forma, é muito recomendável que você discipline seus horários de trabalho.

E tenha um horário de começar e terminar – mesmo que isso te permita ir dar um passeio na praia ou conhecer a Torre Eiffel.

Anote em uma agenda quais são os trabalhos futuros e quais são os prazos de entrega – isso facilita e muito.

3 – A capacitação pode ser um diferencial

Portanto, uma das características essenciais de um nômade digital é ser um profissional capacitado.

Isso não quer dizer que você tenha que ter faculdade, tá bom?

A capacitação que falamos aqui é você ser capaz de algo e isso pode acontecer com cursos, leituras de livros, etc.

4 – Controle os seus gastos

Um ponto que causa muita discussão hoje em dia é esse: se você quer mesmo saber como ser um nômade digital, considere que não precisa ser rico para isso.

Ele precisa trabalhar para sobreviver, não importa se ele esteja em São Paulo ou em Nairóbi, o dinheiro de seus trabalhos é sua principal fonte de renda para pagar as contas e se alimentar.

E, obviamente, não tem mistério.

Então, normalmente o nômade digital evita gastar dinheiro com coisas supérfluas, mas investe boa parte da sua grana em experiências de vida.

Como ser um nômade digital

5 – Tenha muito ânimo e esteja sempre motivado

“Andar longe do que lhe disseram ser normal, pode não ser uma escolha calma e pode até parecer loucura. Mas, se você está animado o suficiente para trabalhar em ter a flexibilidade e mobilidade que um nômade digital pode ter, não perca tempo. Comece agora mesmo”.

E aí, você ainda acha que não é possível ganhar dinheiro online e ter a vida de nômade digital que vai ser o futuro do mundo?

Faça acontecer, voe alto, tenha sonhos… Se você acredite que pode realizar, então, você pode!

Da redação

Add Comment