Como montar um e-commerce partindo do zero em 5 passos

O e-commerce tem o grande diferencial que possibilita a todas as pessoas ganhar dinheiro na internet, considerando que as vendas de produtos ou serviços acontecem em plataformas digitais e não em lojas físicas.

Só que apesar de ter o conceito simples (de vender na internet), montar um e-commerce de sucesso não é tão simples quanto parece porque o empreendedor precisa considerar todo um planejamento de metas a serem batidas conforme as vendas vão acontecendo.

Para se ter uma ideia, quando falamos em projetos online temos que considerar não só o produto que vai ser vendido ou como as vendas vão ser realizadas, mas também as técnicas de marketing que serão usadas e a geração de tráfego para que isso aconteça.

Para quem não deu ainda o 1º passo, mas considera a oportunidade única de conseguir vender pela internet, temos esse conteúdo, que é todo autêntico e lista 5 passos fundamentais para quem vai montar um e-commerce do zero, sem que nunca tenha feito isso antes.

O que são esses passos? Serão que são passos que vão te levar ao sucesso? Com certeza são passos que vão te ajudar a evitar erros que muita gente cometeu simplesmente porque acharam que montar um negócio online é muito simples e sempre dá certo.

Porque, na real, nem sempre dá certo. Só que quando o empreendedor começa a estudar o assunto e vê os erros que podem ser evitados, ele tem grandes chances de ter sucesso. E além do mais, não é apenas sobre erros que vamos falar aqui.

A ideia é montar um e-commerce assim como acelerar o negócio para as vendas.

5 passos para montar um e-commerce do zero

Vamos lá!

Abaixo temos 5 ações que você precisa realizar antes mesmo de montar o e-commerce.

E como podemos afirmar que esses passos são fundamentais para o seu negócio online dar certo? Porque são histórias e aprendizados de pessoas que tiveram experiência o suficiente para contar os detalhes!

Nada melhor do que aprender com quem já errou e já acertou, não é mesmo?

A lista desses passos poderia ser muito maior porque as dicas para montar o e-commerce são fundamentais para quem quer ter sucesso no negócio. Só que para não estender o assunto demais (e deixa-lo chato) separamos aquelas que consideramos as melhores.

E para sermos justos, ainda colocamos os itens por ordem de importância. Mas, não é bem importância e sim o fato de tornar o entendimento mais didático, já que é uma ordem de sequências – quem for iniciar o projeto pode seguir essa sequência porque vai dar certo!

1 – A experiência e o nicho de mercado

Sim, são 2 fundamentos, mas estão em um único tópico porque eles se complementam.

Então, de fato, você vai precisar estudar o seu nicho de mercado a estudar o mercado que quer trabalhar e para fazer isso, a melhor saída é focar no mercado de trabalho.

Pense com a gente: imagina se você costuma frequentar negócios (como lojas) onde o dono não faz a mínima ideia do que acontece com aquele negócio…

Por exemplo: você vai ao laboratório clínico tirar sangue e fazer um exame, só que a pessoa que gerencia o aquele negócio (ou o dono) não entende tanto assim daquilo.

Você ficaria à vontade para fazer o exame ali?

Se o cara não entende sobre o descarte dos materiais ou sobre as coletas em si, então, ele não entende muito bem sobre aquele negócio e isso é horrível para o empreendimento dele.

O mesmo vale para quem vai montar um e-commerce do zero!

Isso vai ser importante em vários os sentidos, até mesmo na hora de encontrar os seus melhores fornecedores e os seus principais clientes. Você não pode estar pisando em ovos, tá bom?

A sua experiência de vida, de profissão, de estudo e de tudo mais é importante para o seu nicho de atuação. Grave muito bem isso porque é extremamente importante para ter um negócio online de sucesso hoje em dia.

Para isso, o 1º passo de estudar o seu mercado!

Você tem que entender muito disso porque saber onde está, o que está fazendo, com quem está falando ou com o que está mexendo é fundamental para você ter um negócio de sucesso.

Não existe negócio de sucesso onde o dono (o idealizador do negócio) não tem experiência ou não é um profundo conhecedor daquele assunto.

E essa é uma regra não apenas do comércio online, mas de todo tipo de empreendimento que existe no mundo atual. O resultado é que você precisa conhecer sobre o mercado em que atua ou vai atuar.

2 – A segmentação e o público alvo

O próximo passo é segmentar e detalhar um público alvo.

Por que é importante ter um público muito bem definido? Porque não fazer isso é um erro muito comum em diversos negócios online que são abertos e aí o resultado é desastroso – em pouco tempo!

Basicamente, quem comete esse erro são as pessoas que acham que elas vão vender para todo mundo que precisa do produto e não é bem assim que as coisas fluem no mercado digital.

Se eu vou montar uma escola de treinamentos online, na prática o objetivo vai ser vender treinamentos para qualquer pessoa. Sim, isso está certo. Mas, em partes. Porque seria qualquer pessoa que queira um curso online!

Entende a diferença?

As pessoas que querem comprar um curso online é que farão parte do meu público.

E isso vai ser determinante para que no futuro eu possa direcionar o meu marketing para as pessoas que interessam pelo meu produto, o que vai ajudar em uma melhor resposta das campanhas, por exemplo.

A partir do momento que você decide que tem um e-commerce e você sabe qual é o seu público alvo, então, você começa a ficar no caminho certo para ter sucesso com as vendas e com o seu negócio de maneira geral.

Uma pessoa que vende cartuchos não deve focar, apenas, em estudantes de graduação – porque eles imprimem de vez em quando para a faculdade. Só que deve ser aqueles que precisam do produto mais vezes, com mais periodicidade, mais frequência, como as lojas e escritórios.

Afinal, não se vende só os cartuchos e impressoras, mas também as recargas.

Você precisa se alimentar do público alvo. Então, antes de montar o seu negócio estude o seu público alvo e saiba quem são essas pessoas. Faça pesquisas, se for preciso, mas descubra isso para começar bem no seu mais novo projeto.

E, depois que escolher em detalhes esse público, estude ele: saiba quais são os pontos demográficos e quais são os fatores comportamentais desse público. Isso tudo é muito fundamental.

3 – Os fornecedores para o e-commerce

Citamos os fornecedores, mas não tínhamos focado neles. Então, vamos lá: outro passo importante para montar um e-commerce do zero é saber quais as opções de fornecedores que você tem a sua disposição.

Encontrar fornecedores adequados para o e-commerce no varejo é fundamental porque isso influência em tudo: na qualidade do seu produto e na entrega dele também.

Agora, outra coisa é você fabricar o produto, né. Aí você não tem que ter tanta atenção para os fornecedores, mas por outro lado vai ter que se dedicar a essa produção.

Produzir o próprio produto é algo totalmente diferente de revender produtos.

Então, estude se você precisa de fornecedores! A não ser que você fabrique os seus produtos, então, vai precisar de fornecedores confiáveis.

Os fornecedores eficientes são bons, os com preços baixos também, mas os fornecedores de qualidade são fundamentais, portanto, não leve em conta apenas o preço.

Os fornecedores devem trabalhar com ética (especialmente no prazo de entrega, né).

Aliás, mesmo que você tenha uma fabricação própria vai precisar de matéria-prima! Então, aí estará o fornecedor de matéria prima, que também deve se enquadrar nesses quesitos citados acima, como qualidade, preço e ética.

Ter fornecedores confiáveis e de qualidade vai ser fundamental para você montar um negócio online de sucesso.

E, claro, saiba que você não vai encontra-los da noite para o dia. E saiba também que os seus primeiros 2s ou 3 fornecedores podem não ser os melhores do mundo e ainda pode ser, também, que leve anos até você descobrir os melhores fornecedores dos principais produtos que você quer trabalhar.

Então, aqui, vale muito a pena atentar-se também para um estudo minucioso de fornecedores e para o fato de que a paciência é essencial para montar um e-commerce.

4 – O marketing digital

Chegamos ao ponto que nos tem motivado a cada dia, a cada vídeo, a cada texto: o marketing digital. E sabe por que ele é importante? Porque todo mundo acha que vender é a mesma coisa, do que sempre foi um dia.

Mas, não!

As pessoas acham que na internet as coisas são iguais, só que os visitantes querem mais. Eles começam a descobrir o site através do Google, depois analisam (sim) a sua plataforma, depois tendem a ver como é o carrinho de compras, os preços, a qualidade das imagens…

Tudo isso é marketing e você nem tinha pensando nisso, não é mesmo?

Saiba a verdade: não vai brotar milhares de visitantes no seu site ou na sua loja virtual se você não fizer nada para que isso aconteça!

Você vai precisar investir muito em publicidade e marketing, tá bom?

E aqui não estamos falando em investir dinheiro, apenas. Mas em investir foco, inteligência, tempo e muito estudo mesmo para saber quais as melhores ferramentas do marketing digital que você pode usar.

É preciso ter um grande esforço em marketing para poder gerar tráfego, construir a audiência para sua marca e gerar as vendas.

Você vai precisar produzir conteúdo relevante para poder alimentar essa audiência e gerar mais tráfego cada vez mais – para depois converter parte desse tráfego em cliente. É um processo já bastante conhecido pelo mercado como “funil de vendas”.

– falaremos mais de funil de vendas em outro conteúdo!

5 – Os canais de venda online

Por incrível que pareça, o que vamos falar aqui é uma coisa que pode te deixar triste e até mesmo demasiadamente enfurecido. Mas, temos que ser francos.

O que você tem hoje? Uma loja virtual, não é? Que é um e-commerce, certo? Então, calma, vamos pensar juntos.

Para quem quer montar um e-commerce do zero, considere que uma loja virtual pode não ser a melhor escolha para o momento. E isso tem explicação: você precisa validar o seu projeto antes de torna-lo um e-commerce.

A loja virtual é um desses canais para vender online. Só que pode não ser o melhor canal para você começar a vender os seus produtos na internet.

Tem muita gente cometendo esse tipo de erro!

Você precisa validar o seu negócio online antes de montar a loja virtual. E o que é validar o negócio? É ter a certeza que esse negócio é viável para você. É ter certeza que você consegue realizar esse negócio e ter a certeza de que o público alvo está certo!

Agora, vamos lá: se você é uma pessoa estudiosa e que sabe muito bem o que está fazendo, então, sim, ter uma loja virtual é uma excelente alternativa. O que queremos mostrar é que as vezes é preciso fazer um treino antes do jogo, entende?

Você tem que fazer pesquisas de mercado, buscar fornecedores, conhecer o produto e tudo mais que foi dito nos 4 tópicos acima… Antes de montar a sua loja virtual.