Saiba como funciona a inteligência artificial – habilidades, glossário e livros

ANÚNCIO

Ontem a gente fez uma matéria sobre um questionamento comum entre os brasileiros: será que a inteligente artificial (IA) ameaça o mercado de trabalho? O conteúdo repercutiu. E hoje criamos outro, complementar, para falar sobre como funciona a inteligência artificial.

Para isso, a gente acabou optando por 3 grandes tópicos que vão nortear a sua leitura. Primeiro, vamos citar quais as habilidades que um profissional precisa ter para ter a IA ao seu lado. Depois, citaremos um glossário da IA e, por fim, alguns livros para leitura complementar.

ANÚNCIO

Ah, e se você quiser ler o conteúdo de ontem antes, tudo bem: A inteligência artificial ameaça o mercado de trabalho? Veja o que dizem especialistas.

As habilidades que um profissional precisa ter

Com a chegada da IA, a gente tem uma nova fase das relações de trabalho, como mencionamos no texto de ontem. Para resumir o contexto, saiba que a partir disso cria-se a importância de novas habilidades de profissionais que querem estar dentro do mercado.

O mesmo entrevistado de ontem vai ser citado aqui para falar sobre como funciona a inteligência artificial, Felipe Polo. “As pessoas devem possuir habilidades sócio emocionais, como curiosidade, conseguir se colocar no lugar do outro, saber liderar times”.

ANÚNCIO

O especialista fala que todas as áreas da economia e do trabalho vão exigir mais interações humanas – mesmo que pouca gente pense isso. “Logo, elas serão mais valorizadas”. Para completar a ideia, ele cita exemplos de terapeutas ocupacionais, enfermeiros e médicos.

“No caso da medicina, a Inteligência Artificial auxilia na tomada de decisões. Ela nunca vai substituir um bom médico, mas sim complementar sua atuação. Hoje, um algoritmo de IA consegue, ao analisar uma imagem de Raio-X, tirar um diagnóstico muito mais preciso”.

As operações!

Esse trecho de Felipe foi retirado da revista Empreende. E a ideia dele é a mesma compartilhada pelo professor Lucas Baggio. “Com as máquinas fazendo a parte de operações, o ganho em criatividade será imenso”, avalia.

Desse modo, mesmo que você ainda não tenha notado, saiba que a IA está presente na sua vida. Inclusive, ela está ativa no dia a dia da maioria das pessoas.

Quer mais um exemplo real: lembra-se quando o Facebook sugeriu algumas páginas para você curtir ou quando a Netflix mostrou filmes que podem ser de seu interesse? Então, isso foi feito através da IA. Por isso as páginas e os títulos são de seu gosto.

Teoricamente, o que acontece é que os algoritmos de IA acompanham o seu comportamento nas redes e, por isso, sabem exatamente aquilo que você gostaria de conhecer.

O glossário para entender como funciona a inteligência artificial

Abaixo, temos alguns termos que estão entre os mais comuns para quem quer conhecer mais sobre como funciona a IA e como ela é usada nos dias de hoje.

Algoritmo – É uma sequência finita de instruções. Elas são executadas mecânica ou eletronicamente em um intervalo de tempo e com uma quantidade de esforço finitos.

Big Data – Nada mais é do que um banco de dados gigantes que faz uma abordagem específica em termos de software e hardware. Assim, quando são processados entregam conhecimento sobre os domínios executados.

Chatbot – é um programa de computador simula um ser humano na conversação com as pessoas. O objetivo é responder às perguntas ou dúvidas dos consumidores. Ele é usado no atendimento ao cliente.

Ciência de Dados – é um campo de estudo que aplica diversas técnicas visando extrair conhecimento e comportamento futuro do negócio em questão.

Inteligência Artificial (IA) – Na prática, a melhor tradução para IA é a capacidade que a máquina tem de imitar comportamentos inteligentes de seres vivos.

como funciona a inteligência artificial

IA Aplicada – são os sistemas que demonstram capacidade de executar uma tarefa cognitiva específica, como negociar ações ou personalizar anúncios.

Machine Learning (ML) – Está dentro da Inteligência Artificial e permite especificar programas de computador que aprendem a partir de dados e observações do ambiente.

As indicações de livros de IA

E a última parte desse conteúdo, que também é para mostrar como funciona a inteligência artificial, vem da indicação de livros. As recomendações são do professor Lucas Figueira, da Companhia das Letras.

21 Lições para o Século 21

  • Autor: Yuval Noah Harari
  • Editora: Companhia das Letras
  • Páginas: 446

Fala sobre o desafio de manter o foco coletivo e individual diante das mudanças tecnológicas que acontecem no mundo. Afinal, seríamos ainda capazes de entender o mundo que criamos?

A Quarta Revolução Industrial

  • Autor: Klaus Schwab
  • Editora: Edipro
  • Páginas: 160

Para quem ainda não conhece o termo, saiba que a chamada Quarta Revolução Industrial é diferente de tudo o que a humanidade já experimentou antes – e nem se compara com as outras revoluções que tivemos.

Assim, o livro aborda a temática das novas tecnologias que unem os mundos físico, digital e biológico de forma a criar grandes promessas e também perigos.

Homo Deus – Uma Breve História do Amanhã

  • Autor: Yuval Noah Harari
  • Editora: Companhia das Letras
  • Páginas: 448

Por fim, o livro de Yuval Noah Harari, que é o mesmo autor do best-seller “Sapiens: uma breve história da humanidade”. Na nova obra, ele volta a combinar ciência, história e filosofia para contar uma história. Só que desta vez a busca é por tentar entender quem somos e descobrir para onde vamos. Será que isso é possível? Só lendo para descobrir.

ANÚNCIO