Aprenda como administrar uma loja virtual sendo nômade digital

ANÚNCIO

Ser um nômade digital é trabalhar na sua profissão de forma online sem ter que estar fisicamente presente em algum escritório. No entanto, muitos dos novos empreendedores têm dúvidas sobre como administrar uma loja virtual sendo nômade digital.

Afinal, a loja virtual é um dos modelos de negócios mais indicados para quem quer ter esse estilo de vida. Até mesmo porque a ideia de ser um nômade quer dizer algo como estar em vários lugares e não em um ponto físico e fixo.

ANÚNCIO

Bom, parece que temos muitas informações nesse começo de texto, mas não. É bem simples: a loja virtual é um tipo de negócio considerado ideal para nômades digitais. Ponto. Agora, a pergunta é: como administrar uma loja virtual? É sobre isso que se trata o conteúdo.

Saiba que para conseguir executar essa função (da administração da loja) estando em qualquer lugar do mundo, você vai precisar saber quais são as suas principais exigências dentro daquele negócio. Por exemplo, você é o único funcionário ou tem parceiros?

Mas, será que um nômade digital é capaz de administrar uma loja virtual sozinho, sendo que ele tem uma rotina cheia de grandes viagens e cada dia da semana está em um lugar diferente? Descubra a resposta e aprenda tudo isso nos próximos tópicos.

ANÚNCIO

O nômade digital e a loja virtual

A primeira coisa é você saber que você pode ser um nômade digital e ainda ser dono da sua própria loja virtual. E, provavelmente, você já sabia disso.

Assim sendo, para ser dono de uma loja online, a sua maior preocupação não deve ser apenas com o conteúdo que está dentro da internet e sim com o que está fora dela também.

Por exemplo, você deve considerar como serão feitos os pagamentos, se está tudo certo com as entregas, conferir o catálogo dos produtos que deve estar sempre atualizado, além de considerar toda a logística das vendas dos seus produtos, entre outros assuntos.

Portanto, esqueça essa ideia de ficar apenas vendo as cifras aumentarem na sua conta, está bem? Dá para administrar uma loja virtual sendo nômade digital, porém, isso vai requerer um bom tempo do seu dia.

Dessa forma, terá que organizar a sua rotina para tomar conta dos seus negócios e não atropelar a sua vida e vice-versa. Nesse caso, a adaptação da rotina e facilidade em reconhecer a sua organização serão os segredos do sucesso. Partindo disso, vamos aos detalhes!

Os produtos que serão vendidos

A resposta para saber quais os produtos que serão vendidos dependem de você. Basicamente, a dica é algo como “procure algo que goste ou que conheça bem”. Por outro lado, saiba também que será necessário controlar tudo a distância e isso tem o seu peso.

Depois, ao escolher seu produto, a sua missão será definir a melhor forma de venda, seja ela a pronta entrega ou somente por encomenda. Um exemplo inviável para pronta entrega são produtos de argila, já que nem todos os países aceitarão a sua entrada.

De outra maneira, saiba que vender bordados já será uma algo bem mais interessante, principalmente se tiver que enfrentar muitas e longas viagens e poderá otimizar esse tempo livre para produzir os produtos.

O envio dos produtos da loja

Para ter uma loja virtual é imprescindível que os seus produtos cheguem sempre no dia combinado e no melhor estado possível. Então, administrar uma loja virtual sendo nômade digital ou sendo qualquer outra pessoa requer um cuidado extra com esse envio.

No momento que não estiver “em casa”, você terá duas opções: pagar para alguém cuidar dessa parte de envio ou ter uma loja online no formato dropshipping. Calma que a gente explica mais sobre isso.

I – Na primeira opção, você precisa escolher alguém de confiança, que saiba como embalar seus produtos e disponibilidade de ir aos Correios quantas vezes por preciso.

II – Já com o dropshipping não será preciso ter uma pessoa para fazer o envio dos produtos, pois eles vão direto do fabricante para a residência do seu comprador. Isso já lhe poupa muito trabalho em ter que separar e enviar os pedidos.

Outra coisa sobre o envio dos produtos é: não faça o envio se estiver fora do país, pois será cobrada uma fortuna para realizar esse processo, o prazo de entrega vai subir muito e o seu cliente pode não ficar feliz com a demora ou estado do pacote.

A plataforma de vendas online

Todo mundo que tem o interesse em abrir a própria loja virtual ou qualquer outro tipo de e-commerce, tem que saber que o ideal é conhecer sobre as várias plataformas para ter uma ideia de quais estão sendo mais usadas – e as mais criticadas também.

Uma das mais conhecidas é a Nuvemshop. Porém, é interessante você testar mais duas ou três diferentes antes de escolher por ela – para ter certeza qual delas vai lhe oferecer o melhor custo-benefício nas suas ações de vendas e envios.

Pode ser que pela especificidade do produto que escolheu vender tenha alguma plataforma que ofereça condições que oferecem uma opção bem mais atraente para as suas pretensões. A maioria delas oferecem uma promoção de 15 dias gratuitos para novos usuários.

como administrar uma loja virtual sendo nômade digital

O pagamento das vendas realizadas

Um último assunto importante e que deve ser planejamento por quem está procurando formas de administrar uma loja virtual sendo nômade digital tem a ver com o pagamento que é recebido. Mas, isso tende a ser mais tranquilo do que você imagina.

Afinal, isso é o que mais vai permitir que você tenha uma vida flexível e ainda assim consiga realizar muitas vendas pela internet. A única coisa que será necessária para isso é ser titular de uma conta corrente de algum banco brasileiro. Especialmente, se for um banco digital.

Aprenda como criar uma política de loja para o seu e-commerce vender mais

Depois de escolher o banco que se enquadrar melhor ao seu perfil, você só precisará optar pela forma de pagamento que julgar a mais interessante para que os dinheiros das suas vendas caiam direto na sua conta. Além do mais, pense nas formas de pagamento do cliente.

Ele precisa ter variações que vão desde um boleto bancário até o cartão de crédito, que são os mais comuns. No entanto, atualmente também pode ser uma boa ideia permitir pagamentos pelo Pay Pal, Google Pay, Samsung Pay e assim por diante.

ANÚNCIO