Por que e como os CMOs devem dominar os dados para ter sucesso em 2021

O Teradata CMO descreve as responsabilidades baseadas em dados que, embora não estejam na descrição do trabalho, são essenciais para saber a caminho de 2021.

O mundo ao nosso redor está mudando constantemente e, para acompanhar o ritmo, as empresas mudaram suas prioridades para se alinhar às necessidades do consumidor moderno. Isso significa usar os dados como um ativo e um guia para se manter à tona durante tempos incertos.

Na maioria das vezes, a imensa interrupção digital traz diferentes – às vezes maiores – expectativas e objetivos mais elevados para os funcionários. Os executivos C-Suite, em particular, precisam redefinir suas responsabilidades enquanto olham para 2021 e além.

Por que e como os CMOs devem dominar os dados para ter sucesso em 2021
Foto: (reprodução/internet)

Em um relatório recente do Conselho CMO, produzido em parceria com a Teradata, 91% dos profissionais de marketing disseram que havia uma expectativa da alta administração e dos membros do conselho de que os profissionais de marketing impulsionam um crescimento mensurável, com um em cada três dizendo que seus líderes de negócios sentiam que era o mandato principal dos profissionais de marketing hoje.

Para manter o sucesso em meio a interrupções, os profissionais de marketing precisam entender como suas funções mudarão em 2021 e agir para dominar os elementos essenciais das práticas de ciência de dados e experiência do cliente (CX) para, em última instância, gerar resultados lucrativos para suas organizações.

Veja também: Tendências de dados em 2021: a visão de especialista em cookies

Usando dados como um ativo

A execução de uma estratégia baseada em dados e centrada no cliente não acontecerá da noite para o dia. No entanto, os CMOs que reservam um tempo para mapear uma abordagem crítica e cuidadosa, com o objetivo de produzir valor real para os clientes, verão os benefícios de recorrer aos dados para otimizar as táticas de marketing. Aqui estão algumas etapas – aproveitando os insights das conclusões do relatório do CMO Council – que são essenciais para lidar com essa façanha:

Etapa 1: Integre todos os dados do cliente

Ter uma infraestrutura de dados unificada que reúne dados de vários departamentos e sistemas é a etapa mais crucial. Essa não é uma tarefa a ser realizada apenas por marketing ou TI – ela requer uma estratégia e abordagem em toda a empresa com base em investimentos e dados compartilhados entre departamentos.

De acordo com o relatório do CMO Council, 68% dos profissionais de marketing disseram que os dados relevantes eram apenas razoavelmente acessíveis ou “acertados ou errados”. É importante ter um processo também, ao lidar com novos dados para evitar silos. E sim, os profissionais de marketing – não apenas os profissionais de TI – são os culpados pela proliferação de silos.

Etapa 2: dimensionar as percepções do cliente

Depois de definir uma base de dados sólida, é hora de construir a partir dela. Esta etapa é onde você pode utilizar análises para medir o impacto dos insights do cliente. Milhares de modelos podem sentir e reagir às oportunidades e pontos fracos do cliente.

Por que e como os CMOs devem dominar os dados para ter sucesso em 2021
Foto: (reprodução/internet)

Uma vez que você se aprofunda neles por meio de técnicas analíticas avançadas, os profissionais de marketing podem usar os insights para construir personas de clientes e realmente entender os impulsionadores e preferências individuais. Para dimensionar insights analíticos, as ferramentas devem oferecer suporte a uma ampla gama de usuários, de codificadores (cientistas de dados) a clicadores (a maioria dos profissionais de marketing).

Etapa 3: transformar insights em ações

Este é realmente um processo que depende do tempo. Atrasos na coleta de insights, mais o tempo que leva para agir com base nesses insights, podem significar a diferença entre o fracasso e o sucesso. Se você perder uma tendência ou se agarrar a ela por muito tempo, poderá perder uma quantidade enorme de dinheiro.

Tudo se resume a prever uma tendência mais rápido do que os concorrentes. Isso significa que o acesso aos dados em tempo real é crucial – e o eixo é transformar essas percepções do cliente em ações.

Por exemplo, se um cliente potencial expressou interesse ou intenção na web, a oportunidade de capitalizar isso e criar um CX significativo é discutível. Assim, é imperativo da empresa interceptar a jornada de compra do cliente em tempo real, coordenando canais cruzados e transformando insights em experiências tangíveis.

Veja mais: Como as empresas estão implementando o mapeamento da jornada do cliente

Etapa 4: construir uma cultura CX

Tudo se resume a usar dados como um ativo e promover uma cultura de compartilhamento colaborativo de dados. Certifique-se de que os funcionários da linha de frente tenham autonomia para aproveitar os dados, tornando-os mais acessíveis e legíveis para cada conjunto exclusivo de requisitos e prioridades funcionais.

É fundamental compreender os motivadores exclusivos de seus parceiros multifuncionais e como os insights podem ser aproveitados para promover atividades em outras áreas do negócio.

Tudo sobre os dados

Vinte anos atrás, um CMO poderia olhar para essas tarefas e imediatamente descartá-las como responsabilidade do departamento de TI. No entanto, em direção a 2021, os CMOs devem pensar cuidadosamente sobre esse reposicionamento e como eles irão girar.

Por que e como os CMOs devem dominar os dados para ter sucesso em 2021
Foto: (reprodução/internet)

Eles agora devem adicionar outra habilidade ao currículo: abraçar e conduzir iniciativas baseadas em dados. Tornar-se orientado por dados não acontecerá da noite para o dia, mas os profissionais de marketing devem aprender a aproveitar os dados para impulsionar suas organizações, antecipar as necessidades dos consumidores e superar a concorrência.

Agora é seu trabalho garantir que os dados não fiquem em silos e sejam integrados à arquitetura de dados unificada, bem como aproveitar os insights extraídos das plataformas de análise e transformá-los em ações. Dado que os dados permeiam e conectam todos os departamentos, os CMOs devem aceitar que são um “pau para toda obra”.

Saiba mais: Como coletar os dados certos para impulsionar seu marketing

Traduzido e adaptado por equipe Nomadan

Fonte: Clickz