Auxílio-emergencial: descubra como fazer cadastro nos Correios

ANÚNCIO

O governo disponibilizou o cadastro para receber o auxílio-emergencial no site da Caixa Econômica Federal ou através de um aplicativo criado para isso, porém algumas pessoas ainda estavam tendo dificuldades por não ter acesso a internet.

Então, no mês de maio, o Governo disponibilizou as agências dos Correios para que as pessoas pudessem se inscrever pessoalmente. Assim, a internet deixou de ser a única opção para conseguir ter direito ao novo benefício.

Outra coisa que vai ajudar muito a população, é que os cadastros serão feitos da forma correta. Muitas pessoas acabaram tendo o benefício negado por não preencher corretamente seus dados nas plataformas digitais, então os agentes dos Correios estarão treinados para solucionar esses problemas.

auxilio-emergencial cadastro mos correios
Foto: (reprodução/internet)

Não sabia que isso era possível? Então fique por aqui e veja como pode ser simples fazer seu cadastro em uma agência dos Correios bem pertinho de você.

Quem pode se cadastrar nos Correios

Assim como no caso das pessoas que se inscreveram através do site ou aplicativo, para se cadastrar nos Correios é preciso já ter os dados cadastrados no CadÚnico do governo ou estar dentro dos requisitos abaixo:

ANÚNCIO
  • Ser um microempreendedor individual (MEI);
  • Trabalhar por conta própria ou estar desempregado no momento;
  • Aqueles que trabalham em comércios e não receberam os dias que estavam de quarentena também tem direito;
  • Lembrando que em todos os casos é necessário ter mais de 18 anos de idade;
  • Ter o CPF regularizado.

Para as pessoas que são cadastradas no CadÚnico do governo e já recebem benefícios, como o Bolsa Família, podem optar por um ou pelo outro. Sendo que a renda da família deve ser de, no máximo, 3 salários mínimos.

Como fazer o cadastro nos Correios

Para fazer seu cadastro, basta procurar uma agência dos correios mais próxima a você e levar alguns documentos essenciais, sendo eles:

  • CPF – Cadastro de Pessoa Física;
  • RG – Documento pessoal com foto;
  • Número de uma conta corrente onde o benefício será depositado;
  • E um número de telefone pessoal para receber um SMS de confirmação do pedido.

Lembrando que a Caixa Econômica também está disponibilizando a opção de abrir uma conta poupança digital sem custo algum. A alternativa é oferecida para os casos em que a pessoa não tem uma conta, portanto essa pode ser uma opção.

A data de pagamento será a mesma?

Essa foi uma pergunta que surgiu quando as pessoas começaram a fazer o cadastro pelos Correios. Então, para que você já fique sabendo, decidimos falar um pouco disso. Os pagamentos deste benefícios acabaram demorando mais do que o esperado.

Mas isso só aconteceu devido a demora para analisar o pedido dos cidadãos para receber o auxílio. A expectativa do Governo é que o processo seja mais rápido quando feito em uma agência, pois os erros nos cadastros podem ser menores.

Ou seja, o processo para receber é o mesmo. Assim que for aprovado o cadastro, o dinheiro é liberado de acordo com o mês de nascimento da pessoa. Lembrando que até o momento todos têm direito a 3 parcelas, mesmo que o cidadão se cadastre só por agora.

Conclusão

Então, é possível sim fazer o cadastro presencialmente, mas vale lembrar que as recomendações são para ficar em casa. Caso você tenha acesso à internet, solicite seu benefício sem sair de casa através deste link, e evite aglomerações.

ANÚNCIO