5 estratégias de PPC especializadas para maximizar o desempenho da campanha

ANÚNCIO

Henry Carless, PPC e especialista em ciência de dados na agência de pesquisa Vertical Leap, compartilha alguns conselhos para otimizar campanhas de PPC.

O Reino Unido tem o mercado de comércio eletrônico mais lucrativo da Europa e os consumidores estão fazendo ainda mais compras online após o surto do coronavírus.

ANÚNCIO

As marcas precisam reagir priorizando os canais digitais e o PPC é sempre a maneira mais rápida de fazer sua mensagem chegar aos olhos dos consumidores.

5 estratégias de PPC especializadas para maximizar o desempenho da campanha
Foto: (reprodução/internet)

Neste artigo, foram examinadas cinco estratégias de PPC especializadas que o ajudarão a maximizar o desempenho da campanha e capitalizar sobre o impulso renovado por trás das compras online no Reino Unido e além.

1. As campanhas nunca devem ser limitadas pelo orçamento

Um dos princípios mais difíceis para empresas e novos anunciantes entenderem é não limitar as campanhas pelo orçamento. Qualquer campanha PPC decente deve ser lucrativa e a premissa básica é esta: quanto mais você investe em suas campanhas mais lucrativas, mais você ganha.

ANÚNCIO

Limitar o desempenho por orçamento significa que você está limitando o lucro e o crescimento de seus negócios.

Claro, você tem um orçamento a cumprir, mas é do seu interesse mantê-lo o mais flexível possível e sempre ficar de olho nos KPIs como ROAS e lucro atribuído a campanhas individuais.

Dessa forma, você pode aumentar ou redistribuir o investimento em suas campanhas mais lucrativas e gerar mais receita.

Se uma campanha for limitada pelo orçamento e também apresentar baixo desempenho em termos de ROAS, é hora de diminuir seus lances. Isso quase sempre produzirá mais cliques pelo mesmo custo, aumentando assim o ROAS e melhorando a lucratividade de suas campanhas de publicidade.

2. Fique atento ao seu Índice de qualidade médio ponderado de impressão

Alcançar Índices de qualidade saudáveis é fundamental para o sucesso na otimização do Google Ads. Índices de qualidade mais altos significam um requisito de lance menor para cliques em posições de anúncio mais altas, gerando mais visibilidade e mais vendas.

No entanto, manter o controle de seus índices de qualidade pode ser complicado. O Google Ads não fornece uma métrica de índice de qualidade no nível da conta para julgar a integridade dos índices de qualidade das palavras-chave em suas campanhas, mas você mesmo pode criar essa métrica facilmente usando uma fórmula simples:

  1. Exporte todas as suas palavras-chave, seus índices de qualidade e suas impressões para uma planilha do Google Sheets (lembre-se de remover a linha de totais da parte inferior da planilha).
  2. Para cada palavra-chave, multiplique suas impressões por seu índice de qualidade (se o índice de qualidade não estiver disponível, multiplique por 6).
  3. Agora some todos os valores resultantes e divida pela quantidade total de impressões para encontrar seu Índice de qualidade médio ponderado por impressão, ou ‘IWQS’.

Rastrear esse valor ao longo do tempo irá alertá-lo sobre mudanças na pontuação de qualidade devido a fatores externos, como problemas de velocidade da página de destino.

Você também pode usar o IWQS como uma medida de quão prospectivo você está sendo. Se seu IWQS for 9/10 ou superior, suas campanhas provavelmente estão focadas apenas em resultados mais fáceis, como termos de marca, e você deve testar uma gama mais ampla de palavras-chave para encontrar novos fluxos de receita.

Foi descobert que uma conta saudável com uma variedade de palavras-chave altamente otimizadas e adicionadas recentemente tende a ter um IWQS entre 6 e 8.

Se o seu IWQS cair abaixo de 4, é um sinal de que você deve trabalhar na otimização de suas campanhas existentes antes de aumentá-las ainda mais.

3. É hora de repensar os Lances inteligentes?

O solução do Google para possuir menos informações/dados de palavras-chave poderia ser utilizar Lances inteligentes, que é um grupo de estratégias de lances que são automáticos que dão prioridade às palavras-chaves e lances para você tudo com base em metas específicas (maximizar conversões, maximizar ROAS etc.).

Lances inteligentes é um tópico controverso entre os anunciantes que geralmente desejam manter o máximo controle sobre as impressões e, acima de tudo, os gastos com anúncios.

Como qualquer estratégia, existem prós e contras e a estratégia de lances do Google não está de fora disso e tudo isso se resume a como você as utilzia (ou não).

Os benefícios do Smart Bidding

  • Economiza tempo que pode ser gasto em tarefas criativas que requerem intervenção humana.
  • Os lances são definidos no momento do leilão com base em uma ampla gama de sinais.
  • Os Lances inteligentes podem dizer muito mais sobre o usuário, como seu sistema operacional e navegador.
  • Abre o Google Ads para pequenas empresas.

As desvantagens do Lances inteligentes

  • O Google não conhece sua empresa tão bem quanto você.
  • Os dados que estão sendo utilziados não estão sobre seu total controle e visibilidade.
  • Os dados abrangentes do Google podem não refletir seu público-alvo
  • Leva tempo para o Google “aprender” como definir lances.
  • Mudanças nos padrões de licitação dos concorrentes podem rapidamente levar à inflação das licitações.

A falta de controle é uma preocupação legítima, mas o Google introduziu uma série de novos controles e sinais de lances nos últimos anos para dar aos anunciantes mais influência sobre como seus lances são otimizados.

Você pode forçar o Google a otimizar seus lances para tipos de dispositivo, localização e uma série de outros sinais.

Para campanhas de pesquisa e compras, você pode especificar as consultas de pesquisa para priorizar. Aqui está o exemplo oferecido pelo Google para este sinal de ajuste:

  • Para um varejista de calçados, os lances podem ser ajustados se a consulta de pesquisa de uma pessoa for’ botas de couro ‘e ela for mais propensa a comprar um novo par em comparação com uma pesquisa por’ conserto de botas ‘, mesmo que ambas as consultas correspondam amplamente à palavra-chave ‘chuteiras’.

À medida que o Google dá aos anunciantes mais controle sobre a forma como as estratégias de Lances inteligentes operam, a lista de desvantagens fica menor, desde que você saiba como usar cada estratégia.

Apenas certifique-se de definir limites máximos de lance, especialmente ao operar em um setor competitivo.

5 estratégias de PPC especializadas para maximizar o desempenho da campanha
Foto: (reprodução/internet)

4. Assuma o controle de seu feed do Google Shopping

As campanhas do Google Shopping desfrutam de alguns dos CTRs e CPCs mais impressionantes disponíveis no Google Ads, mas muitos anunciantes tratam o Google Shopping como um canal do tipo “configure e esqueça”.

Para avançar com o Google Shopping, você deve otimizar os títulos e as descrições de seus produtos da mesma forma que otimiza o texto do anúncio.

Uma dica para otimizar os feeds de produtos do Google Shopping é incluir informações que o usuário não consegue distinguir pela foto do produto logo no início do anúncio.

Isso ocorre porque o título do produto aparecerá truncado no anúncio, portanto, é importante garantir que as informações importantes sejam incluídas logo no início.

Por exemplo, um produto com o título ‘Botas masculinas marrons tamanho 7 (couro vegano)’ pode aparecer como ‘Botas masculinas marrons 7…’ no anúncio.

Em vez disso, você deve mover o USP para o início do título: ‘Botas de couro vegano- Masculinas – Marrom – Tamanho 7’. Isso assegura que a principal atração e argumento da venda que os consumidores precisam ver (que eles são fabricados de coutro vegetariano) seja visto no anúncio.

Gerenciar seu feed de produtos pode ser demorado. Embora seja relativamente fácil criar seu feed inicial, as coisas ficam mais complicadas quando você começa a testar e otimizar elementos como os títulos de seus produtos.

Alterar manualmente os feeds de produtos por meio do Merchant Center pode ser complicado, mas existem várias ferramentas de gerenciamento gratuitas que facilitam a vida, permitindo que você altere os títulos dos produtos e outros elementos independentemente do seu site.

Outro problema comum com as campanhas do Google Shopping é lidar com atualizações de preços e disponibilidade de produtos.

Mais uma vez, fazer alterações manualmente em seu feed sempre que os preços ou a disponibilidade mudam não é gerenciável e também há um lapso entre as alterações em seu site e as atualizações no Google Shopping.

Felizmente, você pode atualizar automaticamente os preços e a disponibilidade usando as atualizações automáticas de itens. Isso lhe dá liberdade para fazer alterações em sua página de destino, sabendo que os usuários sempre verão o preço atual e o status de disponibilidade em suas listagens.

Veja também: Seu guia de acesso total para melhorar sua visibilidade de pesquisa do Google

5. Pague por conversões, não por cliques em campanhas da Rede de Display

Em vez de pagar por cliques em campanhas da Rede de Display no Google Ads, você pode selecionar o modelo de pagamento por conversões para que seja cobrado apenas quando um usuário converter depois de clicar em seu anúncio.

Isso está disponível para campanhas da Rede de Display padrão e campanhas inteligentes da Rede de Display, embora haja menos requisitos de qualificação para as últimas, você pode descobr ir mais aqui .

Essa opção está disponível apenas quando você usa o lance de CPA desejado em sua campanha da Rede de Display. Portanto, se, por exemplo, você definir seu CPA desejado para R$20 e obter 10 conversões durante um mês, será cobrado R$200.

Você não paga por nenhuma impressão ou clique que leve a essas conversões.

Traduzido e adaptado por equipe Nomadan

Fonte: Econsultancy

ANÚNCIO