5 dicas para suas campanhas do Google Ads

E se sua resolução para 2021 fosse parar de desperdiçar seu orçamento com o Adwords e começar a melhorar a lucratividade de suas campanhas?

O Google tende a adicionar mais automação e complexidade em seus produtos de publicidade. Embora possa ajudar no gerenciamento de campanhas no dia a dia, tem o preço de legibilidade e controle sobre suas campanhas.

Como profissional de marketing, você precisa manter o controle sobre suas campanhas e estratégias. As otimizações do Google nem sempre são do seu interesse, nem eles conhecem o contexto da sua marca. Uma solução poderia ser usar uma ferramenta de otimização de campanha como o SEISO. Isso ajuda você a obter insights sobre suas campanhas, permanecendo no comando da decisão final.

Para ter sucesso em 2021, você deve ser capaz de fazer coisas novas: integrar mais dados, manter o controle sobre as otimizações automáticas do Google, lutar contra o aumento da concorrência … mas você não terá mais tempo para isso. Vejamos as 5 resoluções de ano novo nas quais você deve se concentrar em 2021:

1. SKAGs: OUT, Intent: IN

O Google favorece a consistência nas campanhas. Quanto mais desempenho semelhante suas palavras-chave tiverem, melhor será o desempenho geral da campanha. Essa tem sido a razão por trás da famosa estratégia de grupos de anúncios de palavra-chave única (ou SKAGs), popular há alguns anos. Verdade seja dita, era uma bagunça incontrolável. Felizmente, recentemente o Google introduziu algumas atualizações que tornaram os SKAGs irrelevantes: atualização do tipo de correspondência, variações aproximadas, etc.

Portanto, se a consistência é a chave, mas os SKAGs são exagerados, o que devemos fazer? Como costuma acontecer em marketing, precisamos trabalhar com bom senso. Nessa situação, a intenção do usuário deve ser a estrela do norte em torno da qual você agrupa suas palavras-chave.

 5 dicas para suas campanhas do Google Ads
Foto: (reprodução/internet)

Os usuários da Internet que pesquisaram o nome de sua marca têm maior probabilidade de converter e comprar uma vez no seu site. Primeiro, todas as palavras-chave relacionadas à sua marca devem ser agrupadas e trazer o melhor CPA e ROAS.

Em segundo lugar, aqueles que mencionam palavras-chave como “preço” ou “desconto” são fortes sinais de intenção de compra. Embora frases como “especificações”, “tamanho” ou “garantia” sejam importantes para você dar lances, seu CTR e CR serão menores, portanto, você deve ter um lance reduzido para eles. Se quiser melhorar os resultados, você deve visualizar e quantificar as áreas em que pode melhorar as coisas e encontrar novos negócios. O truque é estruturar sua conta de maneira adequada.

Isso pode ser um processo demorado e confuso. Uma maneira fácil de começar é usar ferramentas de insight, como o relatório do analisador SEISO Google Ads, para ajudá-lo a compreender suas campanhas atuais.

Leia também: 3 coisas que você precisa fazer para ganhar dinheiro com o Google Adsense

2. Organize sua campanha e não desperdice mais gastos com publicidade

Com dezenas de campanhas, centenas de palavras de texto do anúncio e dezenas de milhares de palavras-chave, ficar de olho em cada uma delas pode ser opressor. No entanto, é a chave do seu sucesso. Os gastos com desempenho insatisfatório representam a parte de seu investimento no Google Ads que tem um índice de qualidade baixo ou não está convertendo o suficiente. 

Conforme o tempo passa, manter o controle sobre as coisas consome mais tempo à medida que você adiciona novos termos e cópias todos os dias. Depois de alguns anos, pode se tornar incontrolável.

 5 dicas para suas campanhas do Google Ads
Foto: (reprodução/internet)

Para reduzir o gasto desperdiçado, você terá que detalhar dois relatórios: o Índice de qualidade e o Relatório de consulta de pesquisa para analisar os termos de pesquisa que acionam seus anúncios.

Você também pode economizar tempo e quantificar sua economia potencial com a ferramenta de limpeza SEISO gratuita. Nossa observação com mais de 6.000 contas auditadas mensalmente é que os profissionais de marketing, em média, podem economizar até 32% em seus gastos, sem impacto no desempenho, aparando os ramos certos.

3. Duplique seus pontos fortes

Frequentemente, os anunciantes pensam que, para aumentar suas vendas, precisam comprar novas palavras-chave.

Embora isso seja verdade, é pelo menos tão importante garantir que você tenha a participação máxima de mercado nas palavras-chave para as quais você é mais lucrativo (além do tráfego de marca, é claro)!

A melhor maneira de garantir que você não perca nenhuma oportunidade é monitorar sua parcela de impressões nas SERPs do Google Ads.

Impressões perdidas representam oportunidades perdidas em pesquisas relacionadas às palavras-chave que você escolheu para licitar. Você precisa se concentrar nas 10 principais campanhas, verificar as participações de mercado de seus concorrentes e monitorar de perto quando você não é mostrado.

Em média, 94% dos usuários SEISO percebem que nem sempre estão presentes em seus principais termos de pesquisa SERP quando executam sua primeira auditoria.

Veja também: A gente descobriu como usar o planejador de palavras-chaves de forma eficiente

4. Faça brilhar

O texto e os recursos visuais estão desempenhando um papel cada vez mais importante nas campanhas. Como um usuário é exposto a mais de 6.000 anúncios diariamente, você precisa se destacar para ter a chance de atrair sua atenção.

A qualidade do criativo pesa até 80% no desempenho das campanhas do Facebook Ads, e observamos tendência semelhante no Google Ads.

E a importância do visual também está aumentando na rede Google Ads!

O segredo para otimizar seus anúncios e criativos é ceder ao poder das estatísticas.Você nunca pode saber com certeza qual criativo funcionará melhor, mas agora você pode testar facilmente seus melhores palpites. O número mágico está entre 3 e 5. Sempre teste pelo menos 3 e não mais do que 5 anúncios em um grupo de anúncios.

5. Gaste de maneira mais inteligente, não mais

Cada vez mais, o Google está acompanhando o Facebook na abordagem centrada no usuário. Seus gastos precisam ser alocados não apenas em palavras-chave ou níveis de canal, mas também deve levar em consideração os perfis de usuário.

 5 dicas para suas campanhas do Google Ads
Foto: (reprodução/internet)

Os dados são coletados a partir de informações declarativas dos usuários, quando e onde eles estão online, bem como dados compartilhados do Google Analytics e dados inferidos de consultas de pesquisa anteriores (ou seja, se um usuário pesquisar resultados de jogos de beisebol, ele é um entusiasta de esportes). Para levar os perfis de usuário em consideração, faça ajustes de lance para seus públicos e critérios mais valiosos.

É a chave para integrar dimensões para públicos para suas campanhas: sócio-demográficos, hora do dia / dia da semana, geografia, dispositivos, etc.

Traduzido e adaptado por equipe Nomadan

Fonte: Marketing Land