3 coisas que todo empreendedor digital deve aprender em 2019

A sua vida já é uma aventura digital e você já está inserido no empreendedorismo ou quer fazer isso agora, neste novo ano que está apenas no começo? Independente de qual etapa você esteja na sua jornada, saiba que tem 3 coisas que você vai precisar ter em 2019.

E olha que nem estamos falando de dinheiro, tá bom? Existem coisas fundamentais e essenciais para que a sua vida no empreendedorismo vá adiante e dê certo. São coisas simples, no fim das contas e você há de concordar com isso.

Você ainda não sabe o que é, né. Mas, já vamos explicar e sem demora. Só considere, antes de tudo, que sempre existe uma oportunidade para aprender, para descobrir e motivos para investir em si mesmo.

1 – Aprenda a vender e a negociar

Ah, mas você é um empreendedor digital que fica atuante apenas fora das câmeras, né? Então, por não ter que se expor acha que não precisa aprender técnicas de venda, é isso mesmo, produção?

A maior verdade que você vai ler hoje é que não importa se você trabalha com vendas ou não, você vende a todo momento.

O que você vende? Você vende tudo e não só produtos ou serviços. Desde sua imagem até os seus argumentos. Mesmo que você não se exponha, você está vendendo. Já percebeu isso?

Se você diz que não vai investir em um tipo de negócio está vendendo a ideia de que está estudando as melhores formas ou melhor momento de fazer isso. Por exemplo.

Agora, se você diz que gosta mais de escrever e-books ao invés de vende-los, saiba que já está vendendo a ideia de que é um produtor de conteúdos, que atua de forma mais prazerosa e constante ao redigir textos.

Não interesse o que, quando, onde ou por quê… Você tem que a aprender a “vender seu peixe” se quiser atingir o sucesso no empreendedorismo digital.

2 – Invista na sua educação Financeira

Sem isso não importa o quanto você ganhe, você vai gastar mais do que deveria.

Você também duvida que a educação financeira é importante para a sua vida de empreendedor, não é? Então, vamos aos números e quem sabe assim você dê mais importância para esse assunto.

– Segundos estudos, se uma pessoa ganha R$ 5 mil por mês e tem um aumento para R$ 7 mil, considere que a grande possibilidade é a de que em 3 meses ela tenha gastos que cheguem até esses R$ 7 mil.

Isso quer dizer que não adianta você ganhar mais, se você gastar mais também.

Sem educação financeira na sua vida, você sempre vai elevar o seu padrão de vida para os R$ 7 mil e estagnar no mesmo lugar que sempre esteve.

Entenda, de uma vez por todas, que não é o quanto você ganha, mas sim como você gasta o seu dinheiro que faz toda a diferença.

Então, pare com esse drama de dizer: “ah, se eu ganhasse mais”, “ah, se eu não ganhasse tão pouco”, “ah, se eu ganhasse na loteria”, “ah, se eu tivesse uma herança”. Chega disso.

Comece a estudar as finanças e a investir dinheiro de um jeito mais consciente também!

3 – Descubra como pensar fora da caixa

Nossa sociedade ainda tem como modelo de sucesso escola, faculdade, certificado e estabilidade.

Sabe do que estamos falando, né? A criança tem que crescer, estudar e depois ir para a faculdade. Lá vai aprender uma profissão e tem que seguir essa profissão até se aposentar. E pronto, fim da vida.

Cara, na boa, se você é mesmo um empreendedor digital sabe que isso não funciona bem desse jeito. É um modelo padrão que foi útil e serviu bem até agora, mas já não faz sentido!

A verdade é que não tem nada de errado nisso, mas pensar fora da caixa é sair do padrão e buscar novos horizontes. É com esse conceito que você deveria ter iniciado o seu ano de 2019.

– Se não fez isso ainda, faça agora mesmo!

Você pode pensar fora da caixa tendo essa vida estável ou empreendendo, que é agindo de uma forma diferente, fazendo coisas diferentes.

Afinal de contas, pensar fora da caixa é resolver problemas que já existem de forma criativa e inovadora. Então, todo mundo consegue. Um monte de gente já conseguiu e você pode conseguir também.

Seja qual for seu business, leve isso na sua jornada a partir de agora, beleza?

Sobre empreender no Brasil

Em meados do ano passado, 2018, várias pesquisas indicaram números sobre o empreendedorismo no Brasil: subiu para 57%, por exemplo, a participação de pessoas entre 18 e 34 anos que têm negócios em fase inicial.

Agora, são 49,3 milhões de empreendedores no país e 20% é a fatia de mulheres jovens nesse todo. Além disso, quase 60% dos empreendedores iniciais fizeram isso por oportunidade e outra parte (de 55%) estão atuantes no setor de serviços.

O que isso tudo quer dizer? Vamos deixar a explicar na fala de um dos porta vozes do Sebrae, que na época foi o responsável pela pesquisa…

– “O jovem brasileiro entender que para ter trabalho a melhor alternativa é criar o próprio negócio. É empreender, inovar e gerar novas vagas no mercado. Eles não empreendem por necessidade, mas estão de olho em oportunidades que o mercado traz”.

E aí, você vai empreender este ano ou já fez isso? Vai sair da mesmice e encarar um novo jeito de ganhar dinheiro? O que te impede de ter o próprio negócio?