Fator ‘tempo no site’ é importante para o posicionamento alto nas buscas do Google?

1

Imagina se você tivesse a responsabilidade de criar um algoritmo para posicionar sites igualmente o Google faz. Qual seriam os fatores que você incluiria em sua fórmula? 

Lembro uma vez assistindo filme com minha irmã e no meio ela desistiu de continuar. Ela achou que não valia a pena gastar mais uma hora assistindo algo que ela não estava gostando já fazia uma hora! Inclusive, essa decisão dela influenciou a minha de continuar, pois ela explicou o porque estava parando e me chamou pra comprar pizza. Não hesitei. 

Pensando nessa alusão, teria lógica inserir em minha fórmula de posicionamento o fator tempo de prazer do usuário com aquilo que o site oferece.

Se as pessoas estão gastando muito tempo em seu site, isso deve significar que eles estão lendo, aprendendo, e possivelmente apreciando o conteúdo que lá está. Então, eu pessoalmente acredito que a métrica de “tempo no local” é uma boa maneira de saber se as pessoas encontraram conteúdo valioso em seu site – e, portanto, deve posicionar mais alto.

Taxa de rejeição (bounce rate) contra o tempo no site

Mas a grande questão é: Qual a importância do “tempo no local” para a classificação no Google? O Google realmente usa essa métrica para classificar sites nos resultados de busca?

O Google nunca afirmou ou não usar o “Tempo do visitante” (ou tempo no local) como um fator de classificação. Mas Matt Cutts explicitamente disse que eles não usam “taxa de rejeição” como um fator de classificação.

Mas a “taxa de rejeição” não é a mesma coisa que a quantidade de tempo que um visitante gasta em seu site. A taxa de rejeição é a porcentagem de visitantes que deixam o seu site depois de apenas visualizar uma página. Observe que o tempo não é um fator na taxa de rejeição.

Assim, o visitante pode entrar no seu site e passar 3 horas lendo apenas uma página, mas se clicar de volta ao Google sem ver uma segunda página em seu site, isso aumenta a taxa de rejeição. Então mesmo que eles disseram explicitamente que a taxa de rejeição não é fator utilizado, não há nenhuma palavra oficial sobre a duração média do visitante.

Mas obviamente é interessante controlar a taxa de rejeição para manter o usuário em sua página e realizar outras ações que possivelmente convertem, como ler o ‘sobre’, posts relacionados, assinar uma newsletter, etc.

Minha opinião sobre a importância do tempo no site

Pessoalmente, penso que é muito importante para manter os visitantes em seu site por um longo período de tempo, e isso, provavelmente, faz parte do algoritmo de posicionamento do Google. Mas eu não acho que o Google está espiando seu Google Analytics.

Através de qualquer linguagem de programação é possível saber quanto tempo o usuário levou para clicar o botão voltar do navegador. Então o Google não precisa ver seu ‘Analytics’ para saber o tempo exato de cada site posicionado na busca para determinada palavra-chave.

Se o usuário não quer mais ver o filme site e voltar para busca para procurar outro, possivelmente o Google acha que não vale a pena posicionar alto, concorda?

Como aumentar o ‘tempo no site’?

De acordo com as visitas em alguns sites que gerencio, posso constatar que quanto mais tempo o usuário gasta, mais rápido o aumento das visitas no decorrer do tempo.

Então acho que mais de 2 minutos é bom.
Entre 50 segundos e 2 minutos é talvez a média para um site de nicho.
Menos de 30 segundos consideraria muito ruim.

Conclusões

  • Embora nunca ter sido explicitamente anunciando pelo Google utilizam o ‘tempo no site para posicionar sites’, eu pessoalmente acredito que sim.  
  • O Google sabe o quão rápido os usuários estão voltando para a busca depois de visitar o seu site sem espionar seu Analytics.
  • É importante tentar aumentar o tempo que o visitando gasta em seu site por diversos motivos além de fins de SEO.

Ideias para esse post foram kibadas vieram do Spencer Haws

Você tem algo a acrescentar à discussão? Eu adoraria ler seus comentários ou perguntas abaixo!

1 Comentário

DEIXE UMA RESPOSTA