Você não precisa ser rico para viajar o mundo!

14

Alguns amigos que deixei no Brasil e conhecidos da estrada sempre perguntam se sou rico para viajar tanto assim ou se meus pais são e bancam minha viagem. Já até perguntaram se vendo o corpo, drogas ou moro na rua!

Minha resposta geralmente é: “rico de dinheiro jamais, mas de conhecimento e sabedoria é o que mais quero ser, por isso viajo com pouco, não me chame de louco!

Viagem é a única coisa que você compra que te faz mais rico.
— Anônimo

Viajar nunca é uma questão de dinheiro, sim de coragem.
— Livro Aleph, Paulo Coelho

Eu de bicicleta no nordeste (mais de 1500 km)
Eu de bicicleta no nordeste (mais de 1500 km)

Volte e meia leio sobre novos casos de viajantes com atitudes para gastar muito pouco, praticamente nada ou realmente zero. Algumas ideias listo abaixo (para o texto não ficar com muitos links, copie os nomes e cole no Google): 

  • Trocar qualquer artesanato por dinheiro ou serviço (pinturas, desenhos, bijuterias, esculturas, etc).
  • WWOOFing, que consiste em trabalhar em uma fazenda em troca da experiência e acomodação.
  • Voluntariado em geral. Diversas organizações não governamentais procuram voluntários para ajudar em diversas tarefas diárias. Por exemplo: você pode ensinar inglês ou qualquer outra habilidade a crianças no Cambodia.
  • Viajar de carona, tanto de dedo na estrada quanto organizada através de sites na internet (digite no Google “Hitchhike [Nome do Lugar]”).
  • Hospedagem de graça na casa de desconhecidos que podem ser encontrados em sites como Hospitality Club, Couchsurfing, Be Welcome, Global Freeloaders, Stay4Free, staydu, Warm Showers (mais para cicloturistas).
  • Viajar em barco de desconhecidos que podem ser encontrados em sites como Crewbay e Find a Crew.
  • Viajar de bicicleta e receber hospedagem gratuita pelo site Warm Showers (só para cicloturistas).
  • Morar numa van ou motorhome e viajar.
  • Viajar a pé? Já conheci muitos andarilhos.
  • Fazer intercâmbio de residências (Home Exchange).
  • Ficar em albergues (hostels) ou pagar por acomodação na casa de desconhecidos (Airbnb, Wimdu, Roomorama, etc).
  • Trocar estadia em albergues por algumas horas de trabalho na recepção ou limpeza.
  • Em último caso, para não dormir na rua, você pode pedir acomodação em monastérios, igrejas, templos, escolas, hospitais, departamentos de bombeiros ou polícia.

Ganhar dinheiro enquanto viaja

Mesmo sendo possível, é muito difícil viajar totalmente sem dinheiro. Então o jeito é ganhar enquanto viaja. Como?

Há diversas formas como citei acima pelo modelo convencional: trabalhar em fazendas ou qualquer outro trabalho sazonal, vender artesanato, trocar serviços. Mas a melhor forma no meu ponto de vista, que pode trazer resultado exponencial, incalculável e inesperado é empreendimento digital, também conhecido como “trabalho pela internet”, “renda extra online”, “sites de afiliados”, “e-commerce”, dentre outros.

Basicamente essa é o melhor forma pois você precisa de muito pouco investimento financeiro para iniciar e prosseguir:

  1. computador ou outro dispositivo móvel;
  2. internet;
  3. conhecimento;
  4. força de vontade;
  5. fé.

Quer saber como ganhar dinheiro enquanto viaja? Acompanhe esse blog pelo email, feed, Facebook, Twitter e Google+.

Se você sabe ler inglês ou pelo menos sabe usar o Google Translate, faça o download do meu livro digital gratuitamente neste link.

Deixe seu comentário, pergunta ou sugestão abaixo. Ela é importante para aperfeiçoar esse trabalho.

Em Hong Kong.

Artigo anteriorOi mundo!
Próximo artigoServiço de Email Marketing gratuito do Google para criar sua LISTA!
Com 14 anos foi cobrador de lotação e ajudante de pedreiro em Brasília. Depois carregador de cartucho em Curitiba. Já com 18 e verbo to be (e somente) dominado, foi morar na Nova Zelândia. Pra chegar lá trocou sites por passagem aérea e curso de inglês - buscou um mentor pra isso. Chegou quase sem dinheiro, por isso largou os estudos diários na escola para trabalhar. Pra aprender inglês usou esse livro e conviveu com gringos. E pra ganhar dinheiro lavou banheiro, carro e louça até encontrar um ótimo emprego numa agência de desenvolvimento web. Ficou 2 anos. Largou tudo para viajar o mundo pra sempre. Já visitou 38 países. Como? Seus sites na internet geram renda passiva. Parte de sua missão é viajar todos os países do mundo. Prometeu ajudar você pela internet. E por fazer isso, já é multi-milionário no Laos... [Leia mais]

14 Comentários

  1. Olá Dan!

    Obrigado pelas dicas! Não sabia da maioria rs.

    Também penso em viajar por muitos países (provavelmente não serão todos rs) ,mas primeiro preciso cuidar de aprender inglês.

    Penso um pouco parecido com você em relação a criar um empreendimento digital.O dinheiro é bom, mas prefiro a liberdade de tempo para fazer o que quiser na hora que eu quiser,sem contar no conhecimento também que é muito mais importante que o “cascalho” rsrs.

    Abraço!

    • Oi Rafael!

      A questão do inglês é interessante. Até eu sair do Brasil não sabia praticamente nada. Odiava as aulas do ensino fundamental e médio. Mas quando fui para outro país senti a dificuldade então o aprendizado foi obrigatório, mas de certa forma aconteceu naturalmente. “A necessidade é a melhor mestra e guia da natureza”, já diria da Vinci.

      E quanto ao conhecimento, minha mãe já diria que podem me tirar tudo na vida, menos aquilo que vivi e conheci.

      Obrigado pelo comentário e volte sempre!
      Abraço!

  2. A cada artigo acende uma chama por um estilo de vida livre como nômades. Ainda estou na fase da criação do meu projeto online para então pode “cair na estrada”.

    Realmente o dinheiro é só uma consequência do que virá! Vamos impactar vidas, isso sim é o importante!

    O conhecimento também é essencial, e eu estou aprendendo bastante com você.

    Obrigado por tudo!

DEIXE UMA RESPOSTA